Hilux ganha versão Challenge para 2018

Da Redação                (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 20/10/2017)

Picape média passa a contar com onze versões e o utilitário SW4 amplia oferta para até sete versões

Toyota Hilux SR Challenge 1A Toyota lança, no mercado nacional, a linha 2018 de seus modelos Hilux e SW4 nas versões diesel e flex.

As principais novidades são a introdução de cinco novas versões, três para a Hilux e duas para a SW4: a série especial Hilux SR Challenge com tração 4×4, câmbio automático de seis velocidades e motor diesel 2.8L; Hilux SR 4×2 com câmbio manual de cinco velocidades e a SW4 SRV 4×2 de sete lugares automática, ambas com motor flex de 2.7.

Além disso, estão sendo incorporadas duas versões destinadas exclusivamente a vendas diretas: a Hilux diesel 4×4 Narrow cabine dupla com câmbio manual de seis velocidades e (R$135,78 mil) a SW4 SR diesel 4×4 automática de cinco lugares (R$228,32 mil).

Ao todo, a picape Hilux passa a contar com 11 versões, sendo quatro com motor flex e sete movidas a diesel. Já o SUV médio SW4 amplia oferta para até sete versões, sendo quatro movidas a gasolina/álcool e três com propulsor a diesel.

Faróis de neblina dianteiros em LED passam a ser item de série nas versões topo SRX para Hilux e SW4. No caso do utilitário, as versões SRX passam a contar, ainda, com ajuste elétrico no assento do passageiro, priorizando o conforto abordo.

A linha 2018 da Hilux e SW4 estará disponível na rede de concessionárias da marca em todo o Brasil a partir de 26 de outubro, a preços que variam de R$ 108,99 mil até R$ 193,27 mil para a Hilux e R$ 152,09 mil a R$ 252,79 mil para a SW4.

Toyota Hilux SR Challenge 4

Fotos: Bruno Guerreiro / Toyota / Divulgação

Hilux SR Challenge – Baseada na versão SR diesel, a SR Challenge ganhou um pacote estético que lhe garantiu um ar de esportividade e mais robustez. As fotos que ilustram essa matéria são dessa versão.  (R$ 161,99 mil)

O modelo conta com rodas de liga leve de 17 polegadas na cor preta, protetor de para-choques, faróis dianteiros com máscara negra, lanternas traseiras escurecidas, adesivos na lateral e traseira da caçamba com logo Hilux Challenge, adesivos nas portas com logomarca Toyota, santantônio Hilux Challenge, interior com costuras vermelhas, painel com detalhes pretos e vermelhos, tapetes Hilux Challenge, e grade do radiador, maçanetas e estribo lateral tubular na cor preta.

Além disso, o modelo vem de série com itens como: vidros com dispositivo antiesmagamento e função um toque para subida e descida, travas e retrovisores elétricos, volante multifuncional e display de múltiplas funções em tela preto e branco.

A SR Challenge ainda conta com dispositivo de áudio, ligado a uma tela touchscreen de 7 polegadas, com funções de DVD, MP3, entrada auxiliar de vídeo e seis alto-falantes, e que fornece informações de consumo de combustível e da câmera de ré.

A Hilux SR Challenge está disponível apenas nas cores branco Polar e vermelho metálico.

Toyota Hilux SR Challenge 3

Foto: Aleigo Studio / Toyota / Divulgação

SW4 SRV 4×2 flex de sete lugares – A partir da linha 2018, a Toyota reforça seu portfólio de SUV bicombustível com a chegada da versão SRV de sete lugares, um modelo com maior nível de equipamentos.  (R$ 178,99 mil)

O utilitário, nessa versão, chega equipado com airbags laterais e de cortina, alarme ultrassônico, ar-condicionado automático, assento do motorista com ajuste elétrico em distância, inclinação e altura, bancos revestidos em couro, computador de bordo em tela de TFT, paddle shift para trocas manuais de marchas, painel com detalhes em madeira, Smart Entry System, que permite, por meio de uma chave inteligente, desbloquear as portas com a simples pressão do botão na maçaneta, e o botão Push Start, facilitando a operação de ligar e desligar o veículo.

Maçanetas cromadas e acionamento automático dos vidros com apenas um toque completam o pacote.

Além disso, o modelo conta, assim como nas versões SR de cinco e sete assentos, com coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, sistema multimídia com tela de 7 polegadas touchscreen com GPS integrado, sistema de entretenimento de vídeo integrado ao painel com TV Digital e leitor de DVD, rádio com CD Player/MP3, câmera de ré, Bluetooth, conexão USB e AUX e seis alto-falantes.

Hilux SR 4×2 flex com câmbio manual – O modelo traz como principais itens de série: ar-condicionado manual, banco do motorista com ajuste de distância, inclinação e altura, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, chave tipo canivete, computador de bordo monocromático, controle de velocidade de cruzeiro, direção hidráulica progressiva, farol alto de halogênio com nivelamento manual, faróis de neblina dianteiros, modos de condução ECO e Power, protetor de caçamba, retrovisor externo na cor preta com regulagem elétrica e indicador de direção, rodas de liga leve aro 17 polegadas e sistema de áudio digital com leitor de DVD, rádio com CD Player/MP3, conexão Bluetooth com microfone localizado no console do teto, conexão USB e AUX, também compatíveis com iPod e iPhone. (R$ 108,99 mil).

 

Os dois modelos receberam 5 estrelas nos testes de segurança

Tanto a Hilux como a SW4, em suas linhas 2018, seguem equipadas com motores diesel e flex.

Toyota Hilux SR Challenge 2

Foto: Bruno Guerreiro / Toyota / Divulgação

O motor 2.8 litros de quatro cilindros em linha com 16 válvulas, DOHC com corrente de distribuição, introduzido nas mais recentes gerações dos dois modelos, tem turbocompressor de geometria variável (TGV), intercooler e sistema de injeção eletrônica direta common rail.

Esta evolução melhorou o nível de consumo de combustível em cerca de 11%, segundo a Toyota, em comparação com a geração anterior como, também, o desempenho, entregando, tanto na Hilux como na SW4, 177 cv de potência a 3.400 rpm, e 45,9 kgfm, entre 1.600 e 2.400 rpm.

A motorização 2.7 16V bicombustível, comum nos modelos Hilux e SW4, foi especialmente projetada para o mercado brasileiro. O grande destaque é a tecnologia de duplo comando de válvulas variável (Dual VVT-i), que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível de maneira inteligente, além da adição do sistema de partida a frio, eliminando a necessidade do subtanque auxiliar, refletindo em melhor desempenho.

Outro aprimoramento é seu ganho de 7% em eficiência de consumo, de acordo com a montadora. As versões flex da picape média e do SUV apresentam 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 giros, com gasolina. O torque máximo é de 25 kgfm (com álcool e gasolina), sempre a 4.000 rpm.

A picape média da Toyota foi aprovada nos testes independentes de segurança do Latin NCAP, tendo atingido a nota máxima (cinco estrelas) para passageiros dos bancos dianteiros e traseiros.

Todas as versões da linha 2018 vêm com freios ABS com distribuição eletrônica (EBD), cintos de segurança dianteiros e traseiros com três pontos, airbags frontais (para motorista e passageiro) e um de joelho, além de imobilizador por código eletrônico na chave.

Todas as versões cabine dupla também contam com sistema para fixação de cadeirinha para crianças no banco traseiro.

Complementam o pacote de segurança das versões flex SRV 4×2 e 4×4 automáticas e as movidas a diesel, SRV e SRX, o Assistente de Reboque (TSC), Assistente de Subida (HAC), Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC), Controle Eletrônico de Tração (A-TRC) e Assistente de Frenagens Emergenciais (BAS).

A topo de linha SRX ainda conta com Assistente de Descida (DAC) dois airbags laterais, um para o motorista e outro para o passageiro dianteiro, e dois de cortina.

A nova geração do SUV médio também recebeu nota máxima em segurança nos testes realizados pelo Latin NCAP. O teste avalia a segurança proporcionada aos ocupantes do veículo em uma simulação de colisão.

Fazem parte dos itens de série ligados à segurança da SW4: freios ABS com distribuição eletrônica (EBD), Assistente de Frenagens Emergenciais (BAS), Controle Eletrônico de Tração (A-TRC), Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC), sensor de estacionamento traseiro, Assistente de Reboque (TSC) e de Subida (HAC), três airbags, sendo dois frontais (motorista e passageiro) e um para joelho (motorista), sistema para fixação de cadeirinha para crianças no banco traseiro, apoios de cabeça dianteiro e traseiros com regulagem de altura, entre outros.

Além disso, a nova versão SRV flex automática e a SRX diesel de cinco e sete assentos ainda contam com dois airbags de cortina e dois laterais para o motorista e o passageiro dianteiro e sistema de alarme perimetral e volumétrico com acionamento à distância.

O Assistente de Descida (DAC) está disponível somente na versão SRX.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s