Vendas do Ford Mustang começam neste mês

Da Redação    (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 01/12/2017)

Vei4 - Ford - DivulgaçãoA Ford fez, nessa última quarta-feira, a pré-estreia do Mustang no Brasil. Ele chega ao País na versão GT Premium, com o motor V8 5.0 capaz de render 466 cv. Trata-se da versão mais potente do tradicional esportivo. Este é o modelo mais poderoso da linha do esportivo mais emblemático do mundo.

A apresentação da linha 2018 em São Paulo (SP) ocorreu praticamente junto com os Estados Unidos, trazendo novo design, muita tecnologia e conectividade. O Ford Mustang terá o início de vendas antecipadas a partir de 11 de dezembro, em um site exclusivo com diversas informações sobre o produto.

 “A Ford tem uma habilidade única de combinar a grandeza da sua história com foco no futuro e o Mustang é um carro que resume tudo isso. Este é o momento certo de trazer ao Brasil tudo o que o Mustang oferece”, disse Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

“O Mustang ocupa um lugar especial no coração da Ford: ele simboliza a nossa paixão pela liberdade, nossa paixão pela aventura e nossa paixão pela inovação”, completou Watters.

O Mustang 2018 é considerado, pela imprensa internacional, como o melhor de todos os tempos. O esportivo teve uma grande renovação no design, que valoriza a essência da sua personalidade, com interior inteiramente atualizado e um painel digital totalmente configurável e esportivo.

Vei5 - Ford - DivulgaçãoA linha está sendo lançada nos Estados Unidos, Europa e China. O Mustang ganha as ruas brasileiras no primeiro trimestre do próximo ano, trazendo a versão mais imponente da série.

O Mustang GT Premium é equipado com um poderoso motor 5.0 V8, de 466 cv, e transmissão sequencial de 10 velocidades, com acionamento por borboletas no volante.

Entre outros itens, o Mustang conta com saídas exclusivas de ar no capô, faróis em LED, com as tradicionais luzes de assinatura de três barras na dianteira e na traseira, rodas esportivas de 19 polegadas com acabamento preto brilhante, aerofólio traseiro e um recurso exclusivo: luzes de cortesia nos retrovisores que projetam a imagem do ícone no chão.

Outras informações sobre o veículo serão divulgadas próximo ao lançamento. As primeiras unidades do devem ser entregues aos proprietários no fim do primeiro trimestre de 2018.

Vei6 - Ford - Divulgação

Fotos: Ford / Divulgação

 

Volkswagen Virtus faz a sua pré-estreia no Brasil

José Oswaldo Costa*     (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 01/12/2017)

de São Paulo (SP)

Modelo chegará ao mercado em janeiro

Vei1 - Volkswagen - DivulgaçãoO sedan Virtus, da Volkswagen, será lançado, oficialmente, em janeiro do ano que vem. Mas a montadora alemã se adiantou e realizou uma avant-première para a imprensa especializada, mostrando alguns detalhes.

O modelo, que será posicionado entre o Voyage e o Jetta, tem porta-malas de 1 m² de área e capacidade para 521 litros, de acordo com a VW.

O Virtus será um veículo mundial e sua estreia será no Brasil. Aqui, terá duas opções de motorização: 1.6, capaz de render até 117 cv (com 16,5 kgfm de torque), e o mesmo 1.0 turbo utilizado pelo “irmão” Polo, com 128 cv de potência (20,4 kgfm) com etanol e 115 cv com gasolina.

Inclusive, é desse torque utilizando o etanol que o motor – tanto no sedan quanto no hatch – recebeu o nome de 200 TSI.

A motorização 1.0 turbo utiliza uma transmissão automática de 6 marchas. Ela traz a opção de trocas manuais sequenciais por meio da própria alavanca do câmbio ou através de “borboletas” atrás do volante.

Vei2 - Volkswagen - DivulgaçãoSegundo a montadora, com esse conjunto o Virtus chegará aos 194 km/h de velocidade máxima e atingirá os 100 km/h, saindo da imobilidade, em 9,9 segundos.

As medidas do novo Virtus são as seguintes: entre-eixos: 2,65 metros; altura: 1,47 metro; largura: 1,75 metro e comprimento: 4,48 metros.

Uma vez que a Volkswagen anuncia o novo sedan compacto premium como sendo um modelo com porte de sedan médio, comparamos suas medidas com as do Jetta: entre-eixos: 2,65 metros; altura: 1,47 metro; largura: 1,78 metro e comprimento: 4,66 metros.

E o porta-malas do Virtus é maior já que, no do Jetta, cabem 510 litros. Números bem interessantes para o segmento que ocupará.

Assim como o Polo, o Virtus conta, em sua versão topo de linha, com o painel totalmente digital, que recebeu o nome de Active Info Display. Nele, os instrumentos são criados virtualmente via software.

Vei3 - Volkswagen - Divulgação

Fotos: Volkswagen / Divulgação

Informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,3 polegadas, do tamanho de um tablet, com gráficos bastante precisos e de boa qualidade.

O sistema de multimídia (Discover Media) apresenta tela de 8 polegadas sensível a toque e permite o espelhamento de smartphones por meio das plataformas Mirrorlink, Apple CarPlay e Android Auto.

Falando em versões, serão as mesmas do Polo: MSI, Comfortline e Highline (fotos dessa matéria).

Recursos eletrônicos – Com o motor 1.0 turbo sob o capô, o sedan é equipado, de série, com controle eletrônico de estabilidade (ESC). O “pacote” ESC inclui, ainda: controle de assistência de partida em rampa (HHC), HBA (Hydraulic Brake Assist) também conhecido como BAS, bloqueio eletrônico do diferencial, limpeza automática dos discos de freio (BSW), monitoramento da pressão dos pneus, entre outros.

As demais versões contam com esse pacote tecnológico como opcional. O novo VW Virtus apresenta, também, 4 airbags de série (frontais e laterais).

Completa a segurança do modelo a nova plataforma MQB, formada por aços especiais, de alta e ultra-alta resistência, com partes conformadas a quente. Isso possibilita, ainda, a redução do peso do carro.

 

*o jornalista viajou a convite da Volkswagen