Yamaha lança a nova geração da Lander ABS

Da Redação

image033A nova geração da Lander ABS chega ao mercado com novo design, mais segurança e mais conforto. E sem abrir mão de seu DNA: agilidade, economia e durabilidade. A sua garantia, agora, passa a ser de 4 anos.

O design é inspirado no conceito de movimento dinâmico, que traz agilidade e leveza. É robusto e agressivo, com dianteira marcante e tanque imponente, remetendo à XT660R.

Essa inspiração na icônica big trail fica evidente em detalhes como o conjunto formado pelo para-lama dianteiro, carenagem que envolve o farol e os protetores dos amortecedores, e também as abas do tanque.

O modelo passou também a incorporar qualidades de sua irmã Ténéré 250. Conta, agora, com um confortável assento, em dois níveis, mais largo e ergonômico, promovendo um melhor encaixe do condutor à motocicleta e mais eficiência na acomodação do garupa, que também passa a contar com alças de apoio em alumínio.

Outra qualidade dá-se pela maior autonomia do tanque de combustível, que aumenta sua capacidade de 11 para 13,6 litros e passa a contar com tampa estilo aviação.

A Lander ABS é equipada com luz de posição e tanto a lanterna quanto o farol, passam a ser em Full LED, enquanto o painel digital está mais completo, agora com indicadores de consumo médio e instantâneo.

Para quem gosta de encarar as estradas, a Yamaha criou o Kit Touring para nova Lander ABS. Vendido na rede de concessionários, ele contará com acessórios como bagageiro, bauletos com duas opções de tamanho – 33 e 35 litros –, e ainda protetor lateral do motor e para-brisa.

image034

A Yamaha Lander ABS terá três opções de cores. azul, branco e preto. Ela estará disponível nas concessionárias da marca na segunda quinzena de janeiro de 2019. A Yamanha informou que seu preço só será divulgado neste período.

Chassis – Parte do mérito do comportamento dinâmico da Lander se deve ao seu chassi, que na nova geração recebeu mudanças para acomodar o novo tanque de combustível e o assento em dois níveis.

Todo fabricado em aço, o chassi da nova trail de 250cc da Yamaha combina a dupla trave superior com o berço semi-duplo, por isso é resistente e capaz de resistir a torções que incidem diretamente no comportamento da motocicleta.

Na prática, essa característica pode ser notada em sua agilidade e facilidade de condução, que lhe permite mudar de trajetória com notável rapidez e, o mais importante, de forma firme e estável – qualidades imprescindíveis para uma motocicleta segura.

image007(1)

 

Todas essas características fazem da nova Lander uma das melhores opções para os proprietários de motos de 125 / 150cc que buscam um up grade para uma motocicleta mais potente e robusta, ou até mesmo para quem está iniciando no motociclismo.

Suspensões – Outros componentes responsáveis pela agilidade, estabilidade e também pelo conforto da nova Yamaha, são as suspensões. Elas são robustas e garantem suavidade no funcionamento, filtrando com eficiência as irregularidades do piso.

Na dianteira, os tubos internos têm 41mm de diâmetro e o longo curso de 220 mm. Já na traseira, o sistema Monocross com link, amortecedor único a gás e ajustável na compressão da mola, tem curso de 204 mm.

Rodas e pneus – As rodas da nova Lander tem diâmetro de 21 polegadas na dianteira e 18 na traseira. Elas são calçadas pelos pneus Metzeler Tourance nas medidas 80/90-21 na dianteira, e 120/80-18 na traseira, capazes de garantir um surpreendente desempenho no asfalto e uma boa aderência na terra.

Freios – O sistema de freios, que equipa a nova Yamaha, é composto por um disco de 245 mm e uma pinça de duplo pistão na frente, e um disco de 203 mm e pinça simples na traseira. Eles garantem frenagens seguras e em curtos espaços.

image017Nesse quesito, a grande novidade é a adoção do sistema ABS – Anti-lock Bracking System – como item de série. Presente na roda dianteira, ele impede o seu travamento em condições de baixa aderência de piso, como em dias de chuva ou mesmo frente a frenagens bruscas de emergência, garantindo, portanto, ainda mais segurança na condução.

Farol e lanterna – A utilização de farol móvel que acompanha o movimento do guidão e lanterna traseira inteiramente em LED também são pontos a favor da segurança. Além de conferirem mais modernidade e menor consumo de energia à nova Lander ABS, eles também proporcionam maior eficiência na iluminação.

Painel – Totalmente digital e com iluminação em LED, o painel da nova Lander oferece boa leitura em qualquer situação. Nele, o destaque fica por conta dos novos indicadores de consumo instantâneo e média de consumo – bastante úteis emc viagens e também no uso diário.

Outras funções disponíveis são o velocímetro, o hodômetro total e dois parciais (TRIP-1 e TRIP-2) e Fuel Trip (que indica a quilometragem rodada na reserva), relógio, tacômetro de fácil leitura e também as luzes indicadoras de piscas, farol alto, neutro e alerta de motor e do sistema Blueflex.

image021Motor – O principal responsável por dar a Lander ABS – e também na Fazer 250 – a sua fama de resistente e econômica é inegavelmente o seu motor. O monocilíndrico, de arrefecimento misto – já que conta com o auxílio de um radiador de óleo – tem a capacidade de 249,5 cm³ e é do tipo SOHC (Single Over Head Camshaft), utilizando duas válvulas acionadas por comando simples no cabeçote.

O motivo de tanta robustez se dá não só ao seu projeto consolidado deste motor. Merece destaque toda tecnologia empregada em sua construção, que utiliza componentes nobres como pistão em alumínio forjado e cilindro revestido de níquel fósforo, material este similar ao de motos de competição, que diminui o atrito e dispersa o calor com mais eficiência.

Nele, o acionamento do câmbio de 5 marchas é suave e seus engates precisos. Sua transmissão secundária é feita por corrente, com coroa e pinhão de 13 e 40 dentes respectivamente. A embreagem, do tipo multidisco em banho de óleo, também prima pela maciez no funcionamento.

A Lander ABS é dotada do sistema Blueflex, que permite abastecimento com gasolina ou etanol. Quando abastecida com gasolina, a potência máxima gerada é de 20,7 cv e de 20,9 cv em caso de o motor ser alimentado com etanol, ambos atingidos a 8.000 rpm.

O torque, por sua vez é de 2,1 kgfm, tanto abastecido com etanol quanto por gasolina, ambos alcançados a 6.500 giros.

image023

Seu fôlego pode ser notado sobretudo em subidas e também quando se trafega acompanhado de um garupa. Embora não tenha sofrido alteração nos números de potência e torque, o sistema de alimentação da Lander está mais eficiente.

Nele, a nova injeção eletrônica de combustível agora segue o padrão de modelos de alta cilindrada, com injetor de 10 furos. Este refinamento técnico permite que a atomização da mistura ar e combustível injetado no interior da câmara de combustão seja mais eficiente, gerando não só uma queima mais completa – resultando em melhores respostas – mas também em um funcionamento menos poluente e com maior economia de combustível.

image019

 

Fotos: Yamaha / Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s