Honda lança a linha 2019 da scooter PCX 150

Da Redação

pcx - sport - 3.4 fdA scooter PCX 150 chega à sua 3ª geração com algumas novidades, mas preservando características como economia de combustível e facilidade de pilotagem, informou a Honda.

Para a versão 2019, os destaques são a nova suspensão traseira, pneus mais largos, Smart Key e ABS. Painel digital e iluminação por LED complementam o design renovado.

O grupo ótico dianteiro conta com a adoção da tecnologia de iluminação por LED e a presença do DRL – Daytime Running Light, ou luzes de rodagem diurna. A lanterna traseira também é iluminada por LED.

pcx - sport - detalhe 03Outra novidade das PCX 150 DLX e Sport 2019 é o Smart Key System de chave presencial, pelo qual basta portar o sensor para que o botão localizado à direita no escudo frontal libere a trava do guidão e ignição, assim como a tecla que opera a abertura do assento e da tampa do bocal de combustível situada no túnel central.

Do lado oposto ao botão de trava/ignição está um porta-objetos com tampa, dotado da tomada 12V em seu interior, que é capaz de abrigar um smartphone e outros objetos.

pcx - creme - detalhe 01Nas versões Sport e DLX, a PCX agora conta com a tecnologia de freio antitravamento ABS que atua evitando o bloqueio da roda dianteira ao acionar o manete de freio do lado direito.

O freio traseiro, acionado pelo manete do lado esquerdo, recebe acionamento hidráulico do cáliper, com disco de dimensões adequadas para proporcionar frenagens mais precisas.

Na PCX 150, modelo de entrada, foi mantido o sistema de freios CBS (Combined Brake System), com disco na dianteira e tambor na traseira. Desenvolvido para condutores novatos tem a característica de um único comando, a manete da esquerda, para frear ambas rodas, ficando o manete da direita exclusiva para o freio dianteiro.

pcx - creme - detalhe 02O inédito painel de instrumentos passa a ser totalmente digital. A porção central oferece leitura do velocímetro digital, que ocupa a parte superior da ampla tela LCD – mais de 50% da área – enquanto na parte inferior estão posicionados o marcador do nível de combustível, computador de bordo, hodômetro e relógio.

Duas áreas laterais servem de moldura à tela principal do painel e trazem as luzes-alerta e os indicadores das luzes de direção acionadas.

A capacidade do compartimento, destinado a abrigar um capacete integral e outros objetos sob o assento, cresceu em cerca de 1 litro, agora alcançando um total de 28 litros, a maior capacidade entre as scooter deste segmento, segundo a Honda.

honda_strip_304952_5_full.jpgO amplo porta-capacete faz par com o tanque de combustível de 8 litros de capacidade, o que dá à PCX uma autonomia de mais de 380 km – segundo dados aferidos ao Instituto de Pesquisas Mauá, com consumo urbano médio de 47,5 km/l.

Com o intuito de melhorar o funcionamento da suspensão traseira, o par de amortecedores tem nova calibragem da parte hidráulica e conta com três estágios de regulagem na tensão da mola, o que garante atuação mais progressiva.

Outro fator associado à evolução do amortecimento, informou a Honda, foi a modificação dos pontos de ancoragem dos amortecedores ao chassi e balança de suspensão, o que resultou em um ângulo de funcionamento que privilegiou o conforto sem perda de eficiência ou do curso livre da suspensão traseira.

pcx - sport - 3.4 tdA PCX 150 2019 também traz uma importante alteração na dimensão dos pneus, agora mais largos tanto na dianteira quanto na traseira. As medidas passaram a ser 100/80-14 na dianteira e 120/70-14 na traseira (anteriormente 90/90-14 e 100/90-14), complementada por rodas com novo design, mais robustas, agora com oito raios em substituição às rodas anteriores de cinco raios.

Com a chegada de pneus maiores, não foi só a resistência à eventuais impactos com imperfeições da pavimentação que melhorou: também a estabilidade se beneficiou da alteração nos pneus em razão da maior área de contato com o solo.

O motor da PCX150 é dotado do sistema eSP (Enhanced Smart Power), que conta com um exclusivo dispositivo capaz de reduzir a rotação do motor automaticamente quando detectada aceleração constante em terreno plano.

Nesta condição específica, o sistema de transmissão CVT atua como em modo “overdrive“, permitindo uma condição de funcionamento suave, econômica e que proporciona maior durabilidade do conjunto mecânico.

pcx - sport - detalhe 01

Fotos: Honda / Divulgação

As três versões disponíveis (PCX 150, PCX 150 DLX ABS e PCX 150 Sport ABS) compartilham o motor de 149,3 cm3, monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), 4 tempos, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection), a gasolina, arrefecido a líquido e com transmissão automática continuamente variável CVT (V-Matic). A potência máxima é de 13,2 cv a 8.500 rpm e, o torque máximo, de 1,38 kgf.m a 5.000 rpm.

Outro destaque da PCX é o sistema Idling Stop de desligamento automático do motor em situações cotidianas, como uma parada em semáforo, com partida automática imediata após acionamento do acelerador.

As scooter PCX 150 2019 chegarão aos 1.100 pontos de venda Honda espalhados por todo o Brasil em fevereiro de 2019.

A PCX 150 de entrada será oferecida nas cores prata e azul perolizado e terá preço público sugerido de R$11,27 mil. A PCX 150 DLX será oferecida na cor branco perolizado e com preço sugerido de R$12,99 mil. A PCX 150 Sport será oferecida na cor prata, também com o preço de R$12,99 mil.

Todos os preços são base estado de São Paulo. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem além de sete trocas de óleo gratuitas na rede de concessionárias Honda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s