Red Bull Air Race abre temporada em Abu Dhabi

Da Redação

AP-1YC4U9RQ11W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Joerg Mitter / Red Bull Content Pool

Vai começar a disputa pelo título mundial do Red Bull Air Race. Os pilotos da corrida aérea já estão em Abu Dhabi, onde disputam a primeira etapa neste sábado (9), em um traçado desenhado sobre as águas do Golfo Pérsico.

O cenário não poderia ser mais espetacular, tendo ao fundo a riqueza e a arquitetura moderna dos Emirados Árabes Unidos.

AP-1YCK7R3WH1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Predrag Vuckovic / Red Bull Content Pool

O atual campeão é o tcheco Martin Šonka, que chegou ao primeiro título da carreira depois de vencer quatro das oito corridas de 2018. “Batalhei muito tempo por isso e sei que: mais difícil do que ser campeão, só mesmo continuar como campeão. É o meu desafio para este ano e está claro que meus adversários chegam ainda mais fortes”, avalia Šonka.

Nesta temporada, os pilotos vão precisar se habituar às mudanças no regulamento. Foram poucas, mas podem ser determinantes para os resultados finais das corridas e do campeonato.

AP-1YCKMDQCW1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Naim Chidiac / Red Bull Content Pool

A mais importante delas diz respeito à distribuição de pontos, que agora passa a contemplar também o treino classificatório: 3 pontos para o pole, 2 para o segundo e 1 para o terceiro.

Quem superar as fases eliminatórias de cada prova também receberá pontuação extra: 5 pontos para quem avançar para o Round of 8 (semifinal) e três pontos para quem passar para o Final 4 (fase final).

AP-1YCKMG81D1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

AP-1YCKMHQXD1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Fotos: Naim Chidiac / Red Bull Content Pool

Considerando que as duas últimas temporadas foram decididas por 5 pontos ou menos, é de se esperar que esta mudança tenha grande impacto na briga pelo título.

Outra alteração é o aumento na força G. A partir de agora, os pilotos só serão punidos se chegarem a 11G (onze vezes a força da gravidade). Antes, a punição era aplicada se permanecessem em 10G por mais de 0s6. Só para comparação: um piloto de Fórmula 1 costuma encarar cerca de 5G durante as corridas, menos da metade.

AP-1YC6BRQ451W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Andreas Schaad / Red Bull Content Pool

E o que isso significa? Que a pilotagem ficará um pouco mais intensa no Red Bull Air Race, com os pilotos podendo arriscar um pouco mais. Os níveis de força G são limitados por uma questão de segurança, já que provocam efeitos consideráveis no corpo humano (pessoas que não estão preparadas para este tipo de exposição podem perder a consciência em 4G).

A etapa de Abu Dhabi será disputada neste sábado a partir das 8h no horário de Brasília. A prova terá transmissão ao vivo pelo site oficial do Red Bull Air Race.

AP-1YC4T4SBW1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Predrag Vuckovic / Red Bull Content Pool

Calendário do Red Bull Air Race 2019

1ª etapa: 8-9 de fevereiro, Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos

2ª etapa: A definir, Europa

3ª etapa: 15-16 de junho, Kazan, Rússia

4ª etapa: 13-14 de julho, Budapeste, Hungria

5ª etapa: 7-8 de setembro, Chiba, Japão

6ª etapa: A definir, Ásia

7ª etapa: 19-20 de outubro, Indianápolis, Estados Unidos

8ª etapa: 8-9 de novembro, Arábia Saudita

AP-1YC4TG7UD1W11_hires_jpeg_24bit_rgb

Foto: Predrag Vuckovic / Red Bull Content Pool

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s