Anfavea revisa, para baixo, projeções para 2019

Da Redação

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) divulgou suas novas projeções para o fechamento do ano, com expectativa de crescimento na produção e, sobretudo, nas vendas ao mercado interno.

De acordo com o levantamento da equipe econômica da entidade, as vendas internas deverão fechar o ano com 2,8 milhões de unidades vendidas, um crescimento de 9,1% sobre 2018.

Na projeção anterior, a Anfavea havia divulgado que o crescimento esperado para as vendas internas era de 11,45%.

O destaque positivo é o setor de pesados, com importante crescimento estimado de 35%, ultrapassando a marca das 100.000 unidades vendidas — número que não era alcançado desde 2014.

Já a produção deverá crescer menos, em função da queda de 33,2% nas exportações (esperava-se uma queda de 6,2%), provocada em grande parte pela crise da Argentina.

Estima-se a alta em 2,1%, o que representará o terceiro ano consecutivo de recuperação na produção. Anteriormente, a expectativa da Anfavea para o crescimento da produção, este ano, era de cerca de 9%.

“As estimativas feitas no início do ano levavam em conta um crescimento maior do PIB, câmbio mais estável e maior agilidade na aprovação das reformas da Previdência e Tributária. Além disso, o cenário na Argentina ficou pior do que o imaginado. Na revisão feita agora, 85% da redução da expectativa de produção se deveu à queda de embarques aos nossos vizinhos argentinos”, afirmou o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes. “O mais importante é que manteremos o terceiro ano seguido de crescimento no mercado interno e na produção, com boas expectativas para 2020”.

Resultados do setor em setembro

No fechamento de setembro, destaque para a marca de mais de 2 milhões de veículos licenciados em nove meses, melhor resultado do período desde 2014 e mais do que todo o volume de 2016.

Este foi o segundo melhor mês do ano em média diária de vendas, o que comprova o aquecimento do mercado neste segundo semestre, como é comum no setor automotivo.

Mais uma vez, o melhor desempenho é o do setor de caminhões, que em nove meses praticamente atingiu todo o volume de vendas do ano passado.

unnamed(3)

Tabela: Anfavea

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s