Toyota confirma participação na Stock Car 2020

Da Redação

Velocidade, adrenalina, potência. Notícias muito boas para os fãs do automobilismo esportivo e grandes campeões de todos os tempos. Não faltou nada na terceira edição do Toyota GAZOO Racing Day.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Toyota Argentina realizou, no autódromo de Juan y Oscar Gálvez, na cidade de Buenos Aires, o encontro anual da marca para entreter os fãs do mundo automotivo.

Revendedores, distribuidores da América Latina, fornecedores, patrocinadores, clientes do Toyota 86, fãs da marca e jornalistas foram convidados para esta celebração.

Esta nova edição do TGR Day contou com a presença de Fernando Alonso (piloto da Toyota para o próximo Dakar, duas vezes vencedor das 24 Horas de Le Mans com a Toyota, duas vezes campeão mundial da Fórmula 1 e vencedor das 24 horas de Daytona).

A grande novidade anunciada foi a decisão da marca de expandir o conceito GAZOO Racing na região a partir do próximo ano para continuar gerando novos fãs do automobilismo.

Como parte dessa expansão, a Toyota lançará oficialmente a marca GR no Brasil a partir de 2020, por meio de sua participação em atividades de automobilismo, marketing e lançamento de produtos.

Como o esporte a motor representa a atividade essencial do desenvolvimento para criar carros cada vez melhores, a Toyota GAZOO Racing Brasil participará da categoria de corrida local mais popular do País: a Stock Car.

A partir da temporada 2020, várias equipes desta categoria, considerada a principal do automobilismo brasileiro, competirão com o novo Toyota Corolla.

Como parte do acordo com a Stock Car, a Toyota GAZOO Racing Brasil também apoiará o desenvolvimento do talento de jovens pilotos por meio do programa “Academia de Jovens Pilotos GR”, que começará nas últimas três corridas deste ano e continuará na próxima temporada.

Durante este programa, os participantes demonstrarão suas habilidades de pilotagem com o Toyota Yaris e o vencedor do concurso receberá uma licença para participar da temporada 2020 da Stock Car Light.

A Toyota não forneceu informações mais detalhadas sobre sua participação na Stock Car como, por exemplo, quais equipes utilizarão o Corolla e quais serão os pilotos da marca na temporada do ano que vem.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Apresentada na Argentina, Toyota Hilux GR Sport chega em fevereiro com motor V6

Da Redação

toyota_hilux_GR_ Sport_1A Toyota apresentou hoje, na Argentina, a nova Hilux GR Sport, uma versão da picape desenvolvida sob a filosofia GAZOO Racing (marca que abrange todas as atividades de automobilismo da Toyota), projetada para uso principalmente off-road em estradas de terra e de cascalho em alta velocidade.

A nova Hilux GR Sport está equipada com um motor a gasolina V6 de 234 cv de potência, câmbio automático de seis velocidades e apresenta melhorias em sua suspensão que proporcionam um desempenho dinâmico aprimorado, além de renovado design externo e interno. A opção de 177 cv a diesel também está presente com caixa automática de seis velocidades.

Desenvolvida com foco na experiência de dirigir, a nova Hilux GR Sport também adiciona equipamentos funcionais projetados para proporcionar uma experiência off-road de qualidade.

A nova Hilux GR Sport chega à rede de concessionárias da Toyota em todo o Brasil em fevereiro de 2020, quando serão anunciados os preços.

toyota_hilux_GR_ Sport_9O motor a gasolina 4.0 V6 24V DOHC com duplo VVTi oferece uma potência máxima de 234 cv e 38,3 kgfm de torque máximo e é acoplado a uma transmissão automática de seis velocidades com acionamento sequencial. E

Esse pacote é complementado pela suspensão recalibrada, que se adapta às maiores acelerações e às novas distribuições de peso, apresentando um novo conjunto de molas e uma configuração específica dos amortecedores monotubo.

O resultado é uma resposta mais direta e controlada do volante em condições de alta velocidade, tanto na estrada quanto fora dela, mantendo o mesmo conforto de condução e sem afetar a capacidade de carga, segundo a fabricante.

Na imagem frontal, o símbolo “GR” é adicionado à grade com o emblema “Toyota”, enquanto a adição do protetor frontal aumenta a robustez do modelo Hilux.

toyota_hilux_GR_ Sport_5Os detalhes laterais do estilo TGR estão concentrados na área inferior das portas, deixando mais superfície livre nas laterais e na porta traseira, contribuindo para uma imagem mais sóbria. As

A vista lateral é completada com as molas helicoidais e os amortecedores traseiros monotubo pintados na cor vermelha, enquanto as maçanetas das portas e espelhos em preto metálico, contrastando com as cores da carroceria .

A versão V6 adota um novo estilo de rodas de liga leve de 17 polegadas, com seis raios angulares, mantendo o mesmo tipo de pneu de dimensões 265/65 R17 AT. A versão a diesel mantém o design mais robusto e cor preta.

Completando o pacote externo, para todas as versões da nova Hilux GR Sport, é oferecido um novo design de santantonio, com linhas mais dinâmicas e cor cinza de maior contraste, complementada pela capota marítima, oferecendo maior funcionalidade.

toyota_hilux_GR_ Sport_10O interior incorpora uma câmera frontal no para-brisa, para gravar estilo de ação ao vivo em qualidade FullHD ou para ser usado como um meio de segurança e registro, pois permite que seja configurado para gravar continuamente (estilo de câmera de segurança) e ser ativado em caso de colisão.

O estofado em couro preto perfurado agora apresenta um fundo vermelho, em sintonia com as costuras vermelhas dos bancos, braços, freio de mão e console central.

A atmosfera interior é complementada com estofamento no teto e colunas em preto, criando uma sensação de esportividade, onde se destacam as características da marca GAZOO Racing, como o botão Iniciar e Smart Key, a placa numerada, os apoios de cabeça e os tapetes.

Os faróis de LED se destacam, um navegador embutido no sistema multimídia com uma tela sensível ao toque de 8 polegadas, Smart Entry System que permite destrancar as portas simplesmente pressionando o botão na maçaneta de abertura enquanto pressiona a tecla inteligente no bolso, facilitando também a operação de partida do veículo com o Push Start Button. Além disso, possui controle de velocidade de cruzeiro, além de um comando de quatro direções no volante para a exibição de informações múltiplas.

toyota_hilux_GR_ Sport_4A nova Hilux GR Sport está equipada com:

  • Controle de assistência de arranque em subida (HAC – Hill Start Assist Control);
  • Controle de tração ativo (A-TRC – Active Traction Control), que funciona quando a tração 4×4 é ativada e evita derrapagem do veículo;
  • Trava do diferencial traseiro que, quando operada, permite que as duas rodas traseiras girem exatamente na mesma velocidade, aproveitando todo o torque disponível e facilitando as manobras de escape em uma situação de obstrução. Também é adicionado o assistente de descida (DAC – Downhill Assist Control), que ajuda o motorista a manter uma velocidade constante em declives acentuados, combinando o freio do motor e a pressão de frenagem.

Quanto ao quesito segurança, a picape conta com:

  • Freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD);
  • Assistente de frenagem de emergência (BA);
  • Controle de tração (TRC);
  • Controle de estabilidade (VSC);
  • Controle de balanceamento de reboque (TSC);
  • Assistente de subida (HAC);
  • Luzes de parada de emergência (EBS);
  • Sete airbags: frontal para motorista e passageiro, joelho para motorista, lateral para motorista e passageiro e cortina com cobertura para bancos dianteiros e traseiros;
  • Cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para os cinco ocupantes;
  • Fixações Isofix e fixação com suportes para a correia superior.

toyota_hilux_GR_ Sport_3Do ponto de vista estrutural, a carroceria não só possui barras de proteção lateral nas portas, mas também foi projetada para absorver impactos frontais e laterais, mantendo a integridade da cabine.

As opções externas continuam as mesmas da marca Toyota GAZOO Racing: Black Mica, Metallic Red e Pearl White, sendo esta a única opção de dois tons com teto e capô na cor preta.

toyota_hilux_GR_ Sport_2Fotos: Toyota / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Fiat convoca recall da Toro, diesel, por risco de incêndio

Da Redação

imagemFoto: Fiat Chrysler Automóveis (FCA) / Divulgação

A FCA (Fiat Chrysler Automóveis Brasil) está convocando os proprietários dos veículos Fiat Toro, com motor diesel, ano/modelo 2019/2020 para, a partir de 11 de novembro de 2019 (segunda-feira), agendarem o comparecimento em uma das concessionárias Fiat, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a verificação e, se necessária, a instalação de uma capa de proteção no filtro de combustível.

Foi identificada a possibilidade de, em caso de batida frontal do veículo, o filtro de combustível se danificar, permitindo o vazamento de combustível em regiões de temperaturas elevadas do motor e, em casos extremos, poderá ocorrer o risco de incêndio, com potenciais danos materiais, danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo ou terceiros.

Estão envolvidas nesta campanha 2.912 unidades da Fiat Toro, com os seguintes chassis, não sequenciais (últimos seis dígitos): C80844 a C92056.

O tempo mínimo para o reparo é de, aproximadamente, uma (1) hora. A fabricante solicita que o cliente agende sua visita previamente na concessionária Fiat de sua preferência.

Para consulta dos números dos chassis envolvidos e outras informações, o proprietário pode acessar o site www.fiat.com.br, o WhatsApp da Fiat pelo número (31) 2123-6000 ou contatar a Central de Serviços ao Cliente Fiat no telefone 0800-707-1000.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Fiat Cronos HGT apresenta visual mais esportivo

Amintas Vidal*  (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 08/11/2019)

Sedan conta com motor 1.8, capaz de gerar 135/139 cv, e câmbio automático

IMG_20191104_103111A Fiat tem tradição em sedans compactos no Brasil. Familiares, estes modelos não costumam ganhar versões esportivas, mas existiram poucas e boas exceções. Curiosamente, a versão mais modificada foi a primeira, o Oggi CSS, o esportivo do sedan baseado no Fiat 147.

O Prêmio, sedan do Uno de primeira geração, não teve uma versão esportiva. Já o Siena, sedan do Palio, contou com a variante Sporting em 2011. O motor 1.6 16V E.Torq era o mesmo da versão Essence, mas tanto o câmbio manual, quanto o automatizado, foram retrabalhados e as suspensões foram rebaixadas. Ele também recebeu diversas alterações estéticas.

O Cronos, sedan do Argo, ganhou uma versão esportiva na linha 2020 do modelo. DC Auto recebeu o Cronos HGT para avaliação. Ao contrário do Argo HGT, a versão esportiva do Cronos não apresenta modificações mecânicas para aprimorar sua dinâmica, apenas elementos estéticos exclusivos e uma lista de equipamentos de série que a deixou com preço acima do Cronos Precision, antiga versão de topo de linha.

No site da montadora, o Cronos HGT tem preço sugerido de R$ 78,49 mil, valor exclusivo na cor sólida preto Volcano. Na cor perolizada branco Alaska, a mesma da unidade avaliada, o valor aumenta R$ 2,35 mil. Outras cores sólidas elevam o preço em R$ 800,00 e, as metálicas, em R$ 2,05 mil.

IMG_20191104_102712Os principais equipamentos de série da versão são: ar-condicionado digital, direção elétrica progressiva, travas e vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento, central multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, bluetooth, sistema de reconhecimento de voz e entradas USB nas partes frontal e traseira do console central.

Também conta com volante com comandos do computador de bordo, rádio, telefone e controlador de velocidade, quadro de instrumentos de alta resolução TFT com tela de 7 polegadas personalizável e assinatura em LED nos faróis.

Entre os equipamentos de segurança, destaque para o ESC (controle de estabilidade), o TC (controle de tração), os freios com ABS e EBD, o airbag duplo, o Hill Holder (sistema que auxilia nas arrancadas do veículo em inclinações), o ESS (sinalização de frenagem de emergência), o gancho universal para fixação de cadeira para crianças (Isofix), o sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico e o alarme antifurto.

Diferenciais – Os principais diferenciais do Cronos HGT em relação às outras versões são os revestimentos dos retrovisores externos, o spoiler na tampa traseira, as rodas em liga leve de 17 polegadas e todos os emblemas pintados na cor preta.

IMG_20191104_102939No interior, a versão ganhou tapetes com assinatura HGT, tecidos dos bancos com desenho exclusivo e revestimento na cor preta para o teto e as colunas.

A unidade avaliada estava equipada com três dos cinco opcionais disponíveis para a versão. O Kit Tech, que acrescenta sensores de chuva e crepuscular, rebatimento elétrico dos retrovisores com luz de cortesia e o sistema de abertura das portas e partida com chave presencial. Os outros dois são opcionais avulsos: a câmera de marcha à ré e o teto em preto brilhante.

Este teto une o para-brisa com o vidro traseiro e, em conjunto com as rodas, grades, frisos e emblemas, tudo na cor preta, transformaram o Cronos HGT em um carro realmente esportivo, pelo menos no visual. Internamente, os materiais de acabamento exclusivos mudaram um pouco a ambientação, mas sem o mesmo impacto causado ao exterior.

Vale observar que, apesar da versão HGT ter um valor superior, ela traz equipamentos de série que são opcionais na Precision. Quando equipada com estes opcionais, a versão Precision fica mais cara, tornando o Cronos HGT uma opção com melhor custo-benefício.

IMG_20191104_113434Motor e Câmbio – O motor da versão é o E.TorQ 1.8 16V, flex, de 4 cilindros em linha. Seu cabeçote tem comando de válvulas simples tracionado por corrente com variação de abertura apenas na admissão.

A injeção é indireta, multiponto e, a taxa de compressão, é 12.5/1. O torque máximo é 19,3/18,8 kgmf às 3.750 rpm e a potência atinge 139/135cv às 5.750 rpm com etanol e gasolina, respectivamente.

O câmbio é automático convencional com conversor de torque e 6 marchas. Ele oferece seleção entre automático e manual com possibilidade de comutação pela alavanca de câmbio ou pelas aletas (shift paddles) posicionadas atrás do volante.

O porta-malas do Cronos comporta 525 litros e, o tanque de combustíveis, 48 litros. Suas dimensões são: 4,36 metros de comprimento, 2,52 metros de distância entre-eixos, 1,98 metro de largura (do extremo de um retrovisor ao outro), 1,52 metro de altura e 165 mm de vão livre.

IMG_20191104_102321Interior – O interior garante ótimo espaço para as pernas, cabeça e ombros de quarto adultos.  Como na maioria dos carros compactos, um ocupante no centro do banco traseiro fica menos confortável.

A ergonomia é boa, com todos os comandos à mão, principalmente os da central multimídia que é “flutuante”, destacada acima do painel central. As maçanetas internas e os comandos dos vidros e retrovisores elétricos são bem localizados, mas os puxadores das portas ficam um pouco avançados, dificultando o fechamento das mesmas.

Outras observações ficam para os pedais que estão mais deslocados para a direita que o ideal, causando o desalinhamento das pernas em relação aos braços, e os nichos para objetos que não são abundantes e nem muito espaçosos, mas atendem ao uso diário básico.

O acabamento interno é dos melhores na categoria. Mesmo produzidas com plásticos duros, suas peças apresentam diversas texturas, algumas variações de cores e todas são muito bem encaixadas e não apresentam rebarbas provenientes do processo de injeção.

IMG_20191104_104023

IMG_20191104_103821Apenas em parte das portas dianteiras e nos apoios de braço das mesmas é que existem áreas acolchoadas. Nas portas traseiras não existe material macio, é tudo rígido mesmo.

Detalhes cromados e prateados em diversas peças internas e revestimentos que imitam couro, aplicados ao volante, coifa da alavanca de marcha e pomo da mesma, conferem algum requinte ao interior. A padronagem do tecido, exclusiva da versão, é aplicada apenas nos bancos dianteiros, mas combina com o visual esportivo do Cronos HGT.

Todos os seus equipamentos funcionam muito bem. O painel digital no centro do cluster é grande e apresenta diversas páginas com inúmeras informações sobre o veículo e a viagem. Na configuração de velocidade, os números aprecem centralizados e muito visíveis, facilitando permanecer dentro das máximas permitidas em cada trecho de rodovia.

A central multimídia funcionou com precisão, tanto usando o bluetooth, como os aplicativos de espelhamento para celulares, via cabo USB. Sua sensibilidade ao toque, velocidade de processamento e definição de tela são boas, mas existem sistemas melhores no grupo FCA (Fiat Chrysler Automóveis), como as novas centrais que equipam os modelos da Jeep, por exemplo.

IMG_20191104_104910Este equipamento e o ar-condicionado digital possuem botões físicos e giratórios para as principais funções, a arquitetura ideal. O sistema de refrigeração é eficiente, mesmo sendo de zona única.

Destaque do modelo são as suspensões, que aliam conforto e estabilidade

A direção elétrica é muito leve em baixas velocidades, ótima para manobras de estacionamento, mas poderia ser mais progressiva.  Ainda em baixas velocidades, ela se torna mais pesada. Isso aumenta o controle em velocidades maiores, acima dos 100 km/h, mas torna cansativa a condução em lentos trechos de subida serra, por exemplo.

O sensor de estacionamento, aliado à câmera com guias gráficas esterçáveis, facilita bastante as manobras em garagens e, principalmente, ao se deslocar em marcha à ré em ruas inclinadas, pois a traseira alta do Cronos impede por completo a visibilidade através do vidro traseiro, nessas condições.

Apesar da boa potência do motor, falta torque em baixas rotações, característica dos propulsores com alimentação natural, sem turbo, e cabeçote com 16 válvulas. Usando o câmbio na posição manual, e deixando a rotação do motor acima das 4.000 rpm, o desempenho do Cronos HGT melhora consideravelmente.

IMG_20191104_102723Ele acelera e retoma com vigor, mas nada que o transforme em um verdadeiro esportivo. Segundo a própria Fiat, o consumidor desta versão valoriza o visual diferenciado, mas não quer pagar o elevado preço de um esportivo e nem mesmo perder o conforto e o consumo moderado de um modelo familiar.

Conduzindo normalmente, motor e câmbio trabalham em harmonia, com trocas suaves e sem trancos.  Usando as aletas para intervir nas marchas é possível acionar o freio motor, melhorando o consumo, ou esticar as mesmas, privilegiando o desempenho.

O acerto do conjunto mecânico, o isolamento acústico e a aerodinâmica contribuem para o silêncio interno, pois aos 110 km/h e de sexta marcha, o motor gira às 2.450 rpm e só se ouve  o atrito dos pneus sobre o asfalto.

Destaque – O grande destaque deste modelo são as suspensões. Mesmo usando rodas na medida de 17 polegadas e pneus de perfil baixo, o Cronos é um carro confortável e estável, equilibradamente.

IMG_20191104_103127Fotos: Amintas Vidal

Em uma longa viagem, mais de 8 horas de duração, os passageiros elogiaram o conforto no banco traseiro, posição em que as irregularidades dos pisos são mais sentidas. Em alguns deslocamentos entre praias, por estradas de terra e com muitas pedras, o Cronos passou sem tocar para-choques e fundo e não aparentou fragilidade nas suspensões, sempre com quatro adultos a bordo.

O modelo apresentou bons números em nosso teste padrão de consumo, considerando que este motor não é dos mais modernos. Nas duas voltas de 38,4 km, uma aos 90 km/h e outra aos 110 km/h, ele registrou 11,9 km/l e 10,5 km/l, respectivamente, usando apenas etanol no tanque.

Circulando em cidades, também com etanol, ele se mostrou bem menos econômico, variando entre 5,5 km/l e 7 km/l, dependendo da intensidade do tráfego. Para uma maior economia no trânsito urbano, faz falta o sistema start/stop, que já equipou os modelos Argo e Cronos, mas a Fiat deixou de oferecer alegando pouca aceitação do consumidor.

Com os mesmos equipamentos, a versão Precision atinge um valor superior à HGT. Para quem gosta do visual esportivo, o Cronos HGT se torna uma opção imbatível. Quem prefere o visual mais clássico da Precision, pode comprá-la mais básica e mais barata ou pagar um pouco mais para levar os mesmos opcionais que a HGT oferece de série.

*Colaborador

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Emplacamentos de veículos apontam alta de 10,6% no acumulado do ano

Da Redação

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgou o desempenho das vendas no mês de outubro e, também, no acumulado de 2019.

De acordo com levantamento realizado pela entidade, com base nos emplacamentos registrados pelo Renavam, no mês de outubro, foram comercializadas 367.587 unidades, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, o que representa alta de 9,09% na comparação com o mês de setembro, quando foram emplacados 336.968 veículos.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando as vendas comercializadas somaram 351.590 unidades, o resultado de outubro de 2019 ficou 4,55% acima.

De janeiro a outubro, 3.320.021 veículos foram emplacados, o que representa crescimento de 10,6% ante igual ao período do ano passado, quando foram registrados 3.001.820 veículos.

O volume acumulado, dos dez meses de 2019, está em linha com a projeção de 10,76% de crescimento, feita pela entidade, para o ano, com volume total ultrapassando as 3,9 milhões de unidades.

Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, o mercado vem se comportando de forma estável. “A evolução positiva foi registrada em função de dois dias úteis a mais, em outubro (23 dias contra 21 dias em setembro). Se considerarmos apenas os dias corridos, o mercado permaneceu, praticamente, estável, com uma pequena retração de 0,43%”, ponderou.

Automóveis e Comerciais leves

As vendas de automóveis e comerciais leves somaram, em outubro, 241.175 unidades, o que representa aumento de 8%, na comparação com o mês de setembro, quando as vendas somaram 223.217 veículos.

Quando comparado com outubro de 2018, período em que foram emplacadas 244.537 unidades, o resultado aponta para leve retração de 1,37%.

No acumulado do ano, esses segmentos cresceram, juntos, 7,5%, chegando a 2.176.145 unidades comercializadas, contra 2.023.925 no mesmo período de 2018.

“O ritmo de crescimento permanece moderado e estável, e positivo no acumulado, o que é muito importante para os resultados do setor em 2019. Conforme as projeções da Fenabrave, o ano deverá ser encerrado com crescimento de 10,03% considerado todos os segmentos somados”, comentou Assumpção Júnior.

unnamed(7)

Tabela: Fenabrave / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

VW Golf GTE é lançado em mercados específicos e MG fica de fora

Da Redaçãounnamed(1)Primeiro veículo da ofensiva elétrica da Volkswagen na região da América Latina, o Golf GTE chega ao mercado brasileiro.

O Golf GTE, de acordo com a VW, une o melhor de dois mundos: desempenho esportivo com excelente eficiência energética. Pode ser conduzido no modo totalmente elétrico por cerca de 50 km. Isso atende a demanda de 2/3 da população que vive nos grandes centros urbanos, ou de sete em cada 10 pessoas.

O cliente pode rodar todos os dias sem emitir CO2, sem ruído e gastando muito menos. Para rodar 50 km por dia, é preciso desembolsar apenas R$ 5,00, de acordo com o preço estimado da energia na região Sudeste, informou a fabricante.

57aafbd6be2acffdd2530a1f574a067fA Volkswagen tem uma estratégia robusta para a eletrificação na Região América Latina: serão seis carros elétricos e híbridos até 2023. O Golf GTE é o primeiro dessa ofensiva e o 14º lançamento dos 20 previstos até 2020 dentro da estratégia da Nova Volkswagen. É o primeiro híbrido da história da marca no Brasil.

O Golf GTE estará disponível em três concessionárias da marca, em regiões estratégicas (Brasília, São Paulo e Curitiba) e de alto volume para esse produto, com preço sugerido de R$ 199,99 mil, com pacote fechado de equipamentos. Ou seja, o estado de Minas Gerais não está incluído neste lançamento.

Dentro do segmento de hatches médios híbridos, o Golf é o único com tecnologia plug-in, que permite o carregamento em tomada convencional de 220V ou em aparelhos wallbox de 3,6 kW ou mais.

Além disso, o modelo traz itens exclusivos na categoria, como ACC (Controle Adaptativo de Cruzeiro), painel de instrumentos totalmente digital (Active Info Display) e sistema multimídia com tela sensível ao toque de 9,2 polegadas e controle por gestos.

unnamed(4)O Golf GTE tem dois motores: um a combustão de 1.4 TSI turbo, com 150 cv, e um motor elétrico de 75 kW (102 cv). Combinados, oferecem potência de 204 cv (150 kW). Se o motor elétrico for a única fonte de força de propulsão, o Golf GTE pode atingir velocidades de até 130 km/h.

Quando toda a potência combinada do sistema é utilizada, o GTE vai de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos, atingindo velocidade máxima de 222 km/h, segundo a VW. Ainda mais significativo é o potencial de propulsão superior do Golf GTE, obtido graças à combinação dos dois motores, que produz torque máximo de 350 Nm (35,7 kgfm).

Sua autonomia total, incluindo o motor elétrico e o motor a gasolina, ultrapassa 900 km.

Modo elétrico: basta acionar um botão ao lado do câmbio para entrar no “e-mode”. Nessa condição, apenas o motor elétrico de 75 kW (102 cv) e 330 Nm (33,6 kgfm) é utilizado, o que torna o Golf GTE um veículo totalmente livre de emissões.

Importante: sempre que o Golf GTE é ligado, o modo “e-mode” é acionado automaticamente. Em outras palavras: não há som de ignição.

unnamed(2)Modo híbrido: ao selecionar esse modo, a tecnologia do GTE escolhe qual é o sistema mais eficiente para cada situação de uso do veículo. Se o carro estiver em uma condição em que o motor elétrico for mais eficiente, apenas esse sistema será utilizado. Se há uma situação em que é necessária potência adicional, o motor 1.4 turbo será acionado automaticamente. O modo híbrido possui a função de utilizar a carga da bateria ou mantê-la.

Modo recarga: nessa situação, apenas o motor 1.4 TSI, de 150 cv e 250 Nm (25,5 kgfm), movimentará o veículo. E mais: além de mandar energia para as rodas, o propulsor fornecerá carga para a bateria.

Os principais sistemas são acionados de forma rápida e são sempre visualizados – seja no painel de instrumentos ou no sistema de multimídia com tela sensível ao toque, que mostra as funções, como: monitor de autonomia, mostrador de fluxo de energia e estatísticas de emissão zero.

unnamed(6)A Volkswagen, juntamente com Audi e Porsche, empresas que fazem parte do Grupo Volkswagen, firmou em outubro uma parceria estratégica com a EDP, para a instalação de 30 novas estações de recarga de veículos elétricos no País.

Serão 29 postos de 150kW, e um posto de 350kW, capazes de reabastecer a bateria de um carro elétrico rapidamente – e mais 30 equipamentos de 22kW (AC). Assim, cada ponto de recarga terá uma estação ultrarrápida e uma semirrápida.

Elas serão instaladas nas rodovias Tamoios, Imigrantes, Carvalho Pinto, Governador Mário Covas, Dom Pedro, Washington Luís e Régis Bittencourt.

Esta rede será interligada a outras já existentes no País, conectando um total de 64 pontos de carregamento, formando um corredor de 2.500 km de extensão, ligando os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Espírito Santo e Santa Catarina (de Vitória a Florianópolis).

unnamed(5)

Fotos e Imagem: Volkswagen / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Volvo Car Brasil passa a vender seminovos com certificação de fábrica

Da Redação

Após a renovação total de sua linha de veículos no mercado nacional, a Volvo Car Brasil está apresentando uma nova oportunidade na compra de seus modelos premium.

Com o Volvo Selekt, a fabricante sueca começa a vender seminovos em sua rede de concessionárias certificadas pela própria marca.

Disponível em mais de 26 países, como Estados Unidos, Inglaterra e Alemanha, o programa inclui na oferta veículos das linhas 40, 60 e 90 com menos de cinco anos ou até 150 mil km rodados.

É necessário que o carro tenha o histórico completo de serviços realizados para estar qualificado a participar do Volvo Selekt.

De acordo com a Volvo, todos os modelos são submetidos a uma verificação de mais de 100 itens para atender aos padrões de segurança, desempenho e aspecto da marca.

Durante a preparação, apenas peças originais Volvo são usadas e todos os carros passam por uma atualização de software para entregar ao consumidor o que há de mais atual em segurança ativa e passiva, a exemplo da tecnologia City Safety (sistema de frenagem automática para evitar ou mitigar colisões com outros veículos, pedestres, ciclistas e animais de grande porte, tanto de dia quanto a noite).

“O Volvo Selekt é o modo inteligente e seguro de comprar um seminovo, porque são selecionamos apenas os melhores carros disponíveis. Garantimos que atendem os mais elevados padrões de qualidade, sendo a porta de entrada para novos clientes, especialmente os que buscam o seu primeiro carro premium. Trata-se de uma excelente oportunidade para adquirir seu veículo através de ótimas condições e com a mesma qualidade e tecnologias de um novo Volvo. Com o programa, podemos também atrair clientes para nossos modelos e, desta forma, fidelizar o consumidor com nossa entrega completa de produtos e serviços”, afirmou Bruno Gomes, gerente do programa.

Quem comprar um seminovo da marca leva um veículo com, no mínimo, 12 meses ou 25 mil km de garantia estendida. A certificação da montadora sueca garante cobertura mecânica e elétrica dos carros.

Mais um benefício do programa de seminovos da marca é o Volvo Assistance, serviço que oferece, por 12 meses, o Volvo On Call.

Trata-se de um pacote de soluções completas de monitoramento e de auxílio ao motorista, que pode ser acessado por aplicativo no celular ou via uma central exclusiva de atendimento que presta serviços no caso de acidentes, assistência 24h ou casos de recuperação de roubo do veículo.

O Volvo Selekt está disponível em 32 concessionárias no Brasil. Os preços dos veículos partem de R$ 140 mil e podem variar de acordo com o modelo e o ano de fabricação.

Para saber outras informações sobre o programa e as revendas autorizadas participantes, você pode acessar o seguinte endereço:

http://www.volvocars.com/br/comprar/compre-seu-volvo/volvo-selekt

BMW Série 7 passa a contar com uma versão híbrida no Brasil

Da Redação  (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 01/11/2019)

Sedan utiliza um motor à combustão e um elétrico que, combinados, geram 394 cv

P90342264_highRes_the-new-bmw-745le-xdA BMW do Brasil está lançando na sua rede de concessionárias autorizadas no País o novo BMW 745Le M Sport, a nova versão híbrida plug-in do sedan de alto luxo, ao preço de R$ 499,95 mil.

Fabricado em Dingolfing, na Alemanha, o modelo possui estrutura Carbon Core, desempenho de esportivo e diversas tecnologias de assistência ao motorista.

Haverá uma campanha especial de lançamento em que os compradores do veículo ganharão um kit da Montblanc criado em parceria com a BMW Lifestyle exclusivamente para o modelo.

O kit é  composto por carteira, bolsa pasta para documentos, mala de viagem e caneta esferográfica, itens BMW Lifestyle criados exclusivamente para o carro.

P90342265_highRes_the-new-bmw-745le-xdA nova identidade visual da fabricante alemã é observada, no BMW 745Le M Sport, na tradicional grade em formato de duplo rim, que cresceu 40% em relação ao modelo anterior, nas lanternas mais finas e com desenho tridimensional e nos faróis dianteiros, mais estreitos e dotados de tecnologia BMW Laserlight.

A grade dianteira oferece a tecnologia Active Air Stream, que controla os defletores de ar visíveis nas aletas de modo a melhorar a aerodinâmica e eficiência do veículo. O modelo ganhou, ainda, um para-choque redesenhado, logo da BMW maior, friso inteiriço na tampa do porta-malas, novas rodas de 20 polegadas e ponteiras de escapamento redesenhadas.

Por fim, os vidros laterais laminados com maior espessura garantem um maior isolamento acústico, enquanto a dianteira do modelo elevada em 50 mm assegura maior segurança e proteção em pisos irregulares, valetas e lombadas.

Motores – A nova versão oferece sob o capô uma combinação de potência e eficiência, combinando um propulsor a combustão de 3.0 de 6 cilindros e 286 cv de potência, a um moderno propulsor elétrico com potência de 113 cv e regeneração de energia de frenagem.

P90342364_highRes_the-new-bmw-750li-xdJuntos, eles desenvolvem uma potência combinada de 394 cv e torque de 600 Nm, quando o Driving Experience Control está definido para o modo Sport. A tração traseira e a transmissão automática de oito velocidades completam o conjunto mecânico.

Dessa forma, o modelo leva, da imobilidade aos 100 km/h, apenas 5,3 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h, informou a BMW.

Posicionada sob os bancos traseiros, a bateria de íons de lítio, por sua vez, oferece tecnologia de última geração e capacidade de armazenamento melhorada, permitindo ao modelo cobrir até 58 quilômetros somente com energia elétrica.

“Estamos ampliando o poder de escolha do cliente com mais opções de motorização para o BMW Série 7 no Brasil e eletrificando o topo da nossa gama com um posicionamento supercompetitivo”, afirmou Roberto Carvalho, diretor comercial da BMW Brasil.

P90342269_highRes_the-new-bmw-745le-xdAssistente Pessoal – O BMW 745Le M Sport oferece uma série de tecnologias avançadas. Entre elas está o Assistente Pessoal Inteligente BMW (Intelligent Personal Assistant), que integra o novo Sistema Operacional BMW 7.0 e o BMW Live Cockpit, que agrega inúmeras funções, de sistema de navegação a comandos de gesto e voz.

O sistema pode ser acionado por meio do comando de voz “Olá, BMW”, dito pelo usuário em português e, posteriormente, podendo ser editado por um comando de voz de preferência do usuário.

Este sistema foi testado no Brasil, com o português local e desenvolvido pelo time de engenharia da empresa por meio de uma parceria com a equipe global, sediada na Alemanha.

A tecnologia permite ao usuário interagir com o veículo e executar diversos recursos, ouvir explicações sobre o funcionamento de equipamentos, além de programá-los de acordo com as preferências de quem o opera como, por exemplo, ligar o ar-condicionado a uma determinada temperatura.

P90342296_highRes_the-new-bmw-745le-xd

BMW 745Le M Sport conta com muita tecnologia embarcada e luxo

O modelo top de linha da marca também oferece sistemas assistentes de condução semiautônoma, como o BMW Driving Assistant Professional, que permite ao veículo, por meio de sensores que identificam obstáculos ao seu redor, acelerar e frear sozinho de modo a acompanhar o fluxo do trânsito.

O controle de cruzeiro ativo com função Stop&Go possibilita manter uma distância do carro à frente de forma automática, em qualquer velocidade, e detectar pedestres na pista enquanto o carro estiver em movimento, acionando os freios do veículo. Já o sistema assistente e de controle de mudança de faixa alerta para saídas involuntárias baseado na identificação das faixas de rolagem.

O sistema Parking Assistant Plus mede os espaços para estacionar automaticamente por meio de câmeras e sensores do veículo, que realiza todas as manobras com máxima precisão, economizando tempo e garantindo o conforto do motorista enquanto estaciona.

Além disso, todas as manobras podem ser visualizadas em tempo real por meio das funções do Surround View (Top View, Panorama View e 3D View), que mostra na tela touch a área de 360 graus ao redor do veículo, que pode ser explorada e girada com os dedos, permitindo assim uma visão total do carro em tela 3D. O cliente ainda pode ter a projeção 3D apresentada diretamente na tela do se celular com o BMW Connected App.

P90342300_highRes_the-new-bmw-745le-xd

P90342305_highRes_the-new-bmw-745le-xdLançado no Brasil por meio do novo BMW Série 3, o sistema Reversing Assist registra os últimos 50 metros percorridos, podendo, se desejado, “desfazê-los” em marcha ré, algo muito útil em ruas sem saída ou espaço para manobras.

Na dianteira, os faróis BMW Laserlight possuem o dobro de alcance em relação à faróis de LED. Assim como os faróis adaptativos, a distribuição de luz varia de acordo com a velocidade do veículo e com o ângulo de esterço do volante.

O modelo traz, ainda, faróis de neblina em LED integrados ao para-choque dianteiro, para melhor visibilidade em situações de pouca nitidez, e assistente de farol alto, que desliga automaticamente o farol alto ao avistar outro veículo vindo pelo lado oposto da via.

Multimídia – Também está presente o Sistema de Navegação Professional com tela sensível ao toque de 12 polegadas e comandos por gestos, memória interna de 20 GB, tecnologia iDrive Touch Controller, um seletor sensível ao toque e apto a reconhecer letras e sinais, e o BMW ConnectedDrive, que permite acesso a serviços digitais com o máximo de comodidade.

P90342304_highRes_the-new-bmw-745le-xdCom esta tecnologia, o cliente sabe as condições de trânsito em tempo real, pode acessar seus e-mails, receber notícias e consultar a previsão do tempo em diferentes localidades.

Com a central de atendimento 24h do Serviço de Concierge, ele pode consultar a programação dos cinemas, pedir recomendações de restaurantes e até fazer reservas.

O BMW Teleservices mantém o concessionário sempre informado sobre a necessidade de manutenção do novo Série 7, otimizando todo o serviço de manutenção. A Chamada de Emergência Inteligente traz tranquilidade ao identificar acidentes e chamar automaticamente os serviços de emergências locais.

Por meio da chave key display, o motorista controla diversas funções do veículo de maneira remota, por meio do visor em LED sensível ao toque, entre elas: climatização, autonomia restante, trancamento das portas e abertura dos vidros, entre outros.

P90342261_highRes_the-new-bmw-745le-xdInterior – Quem ingressa na luxuosa cabine do Série 7 tem a percepção de desfrutar de uma confortável sala de estar: tapetes em veludo, TV digital, cortina elétricas nos vidros, bancos dianteiros e traseiros com ajustes elétricos e função de massagem, entre outros, garantem o máximo de conforto para motorista e ocupantes.

Entre os itens, podemos destacar ainda direção elétrica, sistema start-stop, controle de estabilidade e tração, 6 airbags e head-up display.  O carro vem conectado à internet de fábrica e também oferece o Serviço de Concierge do BMW Group Brasil sem custos aos clientes.

Em termos de dimensões, o modelo tem 5,26 metros de comprimento, 1,90 metro de largura, 1,48 metro de altura e 3,21 metro de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade de 420 litros.

P90342252_highRes_the-new-bmw-745le-xdFotos: Daniel Kraus / BMW / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br