Os 10 automóveis menos e mais depreciados de 2019

Da Redação

Os emplacamentos de automóveis e veículos comerciais leves novos avançou em 7,65% em 2019 quando comparado a 2018, totalizando 2.470.005 unidades, de acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade que reúne as concessionárias.

A mudança econômica positiva tem entusiasmado os consumidores que cogitam comprar um carro, mas estavam receosos por conta do movimento negativo do mercado automotivo nos últimos anos.

Para auxiliar nesta decisão e entender o desejo dos consumidores, a KBB Brasil, site referência em precificação de carros novos e usados, apresenta os 10 carros que menos e mais perderam valor em 2019 e aqueles que mais foram buscados na plataforma, junto às respectivas marcas.

Baseado no conceito de “depreciação de revenda”, que considera o preço pelo qual os lojistas revenderam os modelos, o estudo abrange todos os modelos 0 km de todas as categorias disponíveis à venda em janeiro de 2019 e quanto valiam no mercado de usados em dezembro do mesmo ano.

Quando o assunto é preço de carros, há duas metodologias para calcular a perda de valor: desvalorização e depreciação.

Desvalorização é a comparação do preço atual de um veículo com os valores aplicados pelo mercado à mesma versão fabricada em anos anteriores.

Já a depreciação usa o valor do veículo 0 Km em um período determinado em relação a seu atual valor residual, sempre considerando o mesmo ano/modelo e sem o mesmo rigor de sua definição contábil, que tem regras muito estritas. Neste estudo, foi aplicado o conceito de depreciação.

Menores e maiores depreciações:

O método de depreciação possibilita que alguns índices, ainda que a princípio pareçam improváveis, sejam valorizados, ou seja, o valor do veículo usado é mais caro do que do carro 0 Km no passado.

Uma das explicações para este comportamento é o fato de o veículo ter sofrido uma forte alta, variação do câmbio e o bom posicionamento da marca no mercado.

A análise demonstra o desempenho citado com o modelo Toyota Hilux. O carro passou pela valorização de 0,55% em seu preço, seguido pela menor depreciação do Peugeot 3008, de 1,49%.

Já a montadora alemã Volkswagen contou com a dobradinha do Golf e Fox, que perderam 3,41% e 3,65% do valor, respectivamente.

Já dentre os carros que mais perderam valor, os dados revelam três modelos da Ford. Em primeiro lugar, o índice de queda em preço do Ford Focus fica em 28,13%, próximo ao modelo Ford Focus Fastback com porcentagem de 25,99%.

Enquanto isso, o EcoSport mostra depreciação de 20,53%, na oitava posição. O já conhecido Fiat Weekend ocupa o segundo lugar, depreciando 27,80%.

Confira, abaixo, a relação completa das menores e maiores depreciações de 2019:

MARCA/MODELO

Menos

depreciados:

 1º ano de uso

MARCA/MODELO Mais

depreciados:

 1º ano de uso

Toyota Hilux

+0,55%

Ford Focus

-28,13%

Peugeot 3008 SUV

-1,49%

Fiat Weekend

-27,80%

Volkswagen Golf

-3,41%

Ford Focus Fastback

-25,99%

Volkswagen Fox

-3,65%

Jaguar XF

-21,94%

Toyota Yaris Hatch

-4,08%

Renault Sandero

-21,69%

BMW M5

-4,41%

Fiat Doblo

-21,23%

Mercedes-Benz S 560

-4,59%

Citroën C4 Lounge

-20,83%

Troller T-4

-4,62%

Ford EcoSport

-20,53%

Honda WR-V

-4,70%

Peugeot 2008

-18,74%

Peugeot 5008

-5,04%

Chevrolet Cobalt

-18,61%

Os mais buscados:

Para compreender os principais interesses do consumidor, o estudo da KBB Brasil traz, também, insights sobre a busca no setor automotivo, por meio do levantamento dos modelos de carros mais pesquisados no seu site (kbb.com.br).

O popular Chevrolet Onix é destaque na categoria de 0 Km mais buscados pelos consumidores. Já a picape Fiat Toro é a segunda colocada, seguida pelo modelo Ford Ka.

Quando o assunto é carros usados, o veterano Volkswagen Gol mostra que não sai do gosto dos apaixonados por automóveis. O mesmo acontece com os dois hatches da Fiat, o Palio e o Uno, que conquistam as outras duas posições do Top 3 de interesse.

Para entender os demais posicionados no ranking confira, abaixo, a lista completa com os modelos mais procurados no site da KBB Brasil:

CARROS NOVOS

MAIS BUSCADOS

CARROS USADOS

MAIS BUSCADOS

MARCA/MODELO MARCA/MODELO
Chevrolet Onix Volkswagen Gol
Fiat Toro Fiat Palio
Ford Ka Fiat Uno
Volkswagen Polo Toyota Corolla
Nissan Kicks Honda Civic
Honda Civic Chevrolet Onix
Toyota Corolla Ford Fiesta
Chevrolet Prisma Ford Ka
Caoa Chery Chevrolet Prisma
Honda HR-V Fiat Strada

O site de precificação de carros mostra que, no universo das marcas, a Volkswagen (16%) conta com o maior share de buscas dentre veículos novos e, a Chevrolet (20%), é o destaque na categoria de usados.

Ambas montadoras são seguidas pela Fiat, com 14% e 18% de pesquisa, respectivamente.

MARCAS MAIS

BUSCADAS:

CARROS NOVOS

SHARE (%)

DE BUSCAS

MARCAS MAIS

BUSCADAS:

CARROS USADOS

SHARE (%)

DE BUSCAS

VOLKSWAGEN 16% CHEVROLET 20%
FIAT 14% FIAT 18%
CHEVROLET 13% VOLKSWAGEN 17%
HONDA 10% FORD 11%
TOYOTA 9% HONDA 8%
FORD 9% TOYOTA 8%
RENAULT 8% RENAULT 6%
HYUNDAI 8% HYUNDAI 5%
NISSAN 6% NISSAN 3%
JEEP 3% CITROËN 3%

A KBB utiliza tecnologias de análise de dados e Big Data para produzir os levantamentos de precificação e desvalorização de veículos novos e usados.

Os valores apresentados são gerados por meio de um complexo algoritmo, que analisa diversos fatores de comportamento do mercado automotivo brasileiro, além de seguir uma rígida análise de especialistas.

A empresa atua com o propósito de conscientizar os consumidores na compra e venda de carros a partir da determinação de preços justos.

Sobre a Kelley Blue Book (KBB):

Criada em 1926, nos Estados Unidos, a Kelley Blue Book é referência em preços de carros novos e usados tanto para quem compra quando para quem vende. Ela usa como base de cálculo para o Preço KBB valores de mercado praticados regionalmente.

Também é a única a produzir uma tabela que apresenta o preço de troca de um carro levando em conta fatores como quilometragem, cor, nível de equipamentos e estado de conservação do veículo.

Referência em precificação no mercado automotivo norte-americano, a KBB está no Brasil desde outubro de 2017 com o site kbb.com.br. A sede da Kelley Blue Book é baseada em Irvine, Califórnia (EUA).

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s