Toyota Corolla Altis Hybrid é o sedan brasileiro mais tecnológico

Amintas Vidal*  (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 28/02/2020)

Modelo conta com motores à combustão e elétricos que, combinados, fornecem 122 cv

DSCN7695O Toyota Corolla é o carro mais vendido no mundo. Também é o líder entre os sedans médios no nosso mercado. Atualmente, vende mais do dobro de unidades em relação ao Honda Civic, seu principal concorrente. Ambas as marcas conquistaram a supremacia nacional na categoria ao entregarem alta qualidade nos seus produtos e serviços.

Entretanto, os dois modelos nunca foram referência em inovação. Sempre ofereceram os itens básicos necessários para disputarem o segmento, sem muita tecnologia entre os equipamentos disponíveis.

Mas, a 12ª geração do Corolla, lançada em setembro do ano passado, corrigiu seus dois maiores defeitos: a falta de modernidade embarcada e o design conservador da carroceria.

As mudanças já mostram resultado. Mesmo com o alto preço de suas versões, o Corolla continua mantendo uma alta média mensal em emplacamentos, muito acima dos outros sedans médios e próxima à dos SUVs mais vendidos.

Nos últimos quatro meses completos de vendas decorridos após a estreia da versão 2020, ele registrou uma média de 4.983 unidades por mês.

DSCN7697Neste mesmo período, o Jeep Compass, SUV médio mais vendido e segundo entre todos, registrou uma média de 5.286 emplacamentos mensais. O Honda Civic, rival direto do Corolla, registrou apenas 2.202 unidades em média, segundo dados fornecidos pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

DC Auto recebeu o Toyota Corolla Altis Hybrid Premium para avaliação. No site da montadora, seu preço sugerido na cor sólida branca é R$ 135,99 mil. Com qualquer uma das cinco cores metálicas, o valor sobe para R$ 137,94 mil. No branco perolizado, a cifra atinge R$ 138,24 mil.

Itens de Série – Todas as versões do Corolla são vendidas com os itens de série e sem opcionais. Os principais equipamentos desta versão são: sistema multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas, bluetooth e espelhamento Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado automático digital de duas zonas, direção eletroassistida progressiva, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico por um toque e função antiesmagamento, computador de bordo com  tela TFT de 7 polegadas colorida, chave presencial para ignição por botão, abertura das portas e acendimento das luzes internas por aproximação.

Também estão incluídos: teto solar elétrico, espelhos retrovisores externos eletro-retráteis, sensor de chuva e crepuscular, volante com controles dos sistemas de navegação e multimídia e banco do motorista com regulagem elétrica para oito ajustes e revestimento em material que imita couro nas cores bege e marrom.

Por fim, faróis Bi-LED com DRL, lanternas com todas as luzes em LED, rodas em liga leve de 17 polegadas com acabamento na cor preto brilhante e pneus 225/45 R17 completam os destaques.

DSCN7701Em segurança, as versões de topo do Corolla passaram a ser as mais bem equipadas do segmento. Estão presentes sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho), controle eletrônico de estabilidade, controle eletrônico de tração e assistente de partida em rampa.

Os equipamentos tecnológicos de auxílio à condução o diferem dos concorrentes.  Assistente de pré-colisão com alerta sonoro, visual e frenagem automática, sistema de alerta de mudança de faixa, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e o farol alto automático formam um pacote de equipamentos único entre os sedans médios vendidos no Brasil.

Mas, seu conjunto mecânico é a maior inovação entre seus pares. O Corolla é o primeiro carro híbrido fabricado em nosso País e o único híbrido com motor bicombustível no mundo.

Motor e Câmbio – O propulsor à combustão é o 1.8 VVT-i 16V flex de ciclo Atkinson. Sua tecnologia diminui o esforço de trabalho do motor ao deixar as válvulas de exaustão abertas em uma fração do tempo de compressão. Essa engenharia favorece a economia de combustível e é a principal diferença em relação aos motores de ciclo Otto.

Aspirado, possui injeção indireta multiponto e seu cabeçote tem duplo comando de válvulas tracionado por corrente com variação de abertura apenas na admissão. A taxa de compressão é de 13:1 e ele atinge potência máxima de 101/98 cv às 5500 rpm com etanol e gasolina, respectivamente, e um torque de 14.5 kgfm às 3.600 rpm com ambos os combustíveis.

DSCN7684O sistema conta com dois motores/geradores elétricos (MG1 e MG2) alimentados por baterias híbridas de níquel-hidreto metálico localizadas sob o banco traseiro. Juntos, eles somam 72 cv de potência e 16,6 kgfm de torque.

A potência máxima é de 122 cv quando todos os motores estão trabalhando ao mesmo tempo para o deslocamento do veículo. O torque total não é divulgado pela montadora, pois ele varia em cada regime de rotação dos três propulsores.

O câmbio é automático, denominado Hybrid Transaxle CVT. Na verdade, ele não é um sistema de polias cônicas tracionadas por correia metálica, como no tradicional sistema CVT. Trata-se de uma caixa que aloja os dois motores geradores elétricos e três conjuntos paralelos de engrenagens que os acoplam seletivamente e tracionam os semieixos das rodas dianteiras.

O eixo de engrenagens do MG1 alonga-se para fora desta caixa para conectar o sistema ao motor a combustão. Essa conexão, em caixa anexa à principal, se faz por meio de planetária com engrenagens que também permitem o desacoplamento do motor flex quando ele é desativado.

Além de conectar os três motores, todas as engrenagens, de ambas as caixas, comutam as posições do câmbio que tem apenas uma marcha que varia continuamente. Por fim, seu funcionamento é semelhantemente ao câmbio CVT, característica viabilizada pelo uso dos motores elétricos que entregam torque total em qualquer faixa de rotação.

DSCN7679Complexo, este sistema alterna o funcionamento dos motores elétricos entre gerador ou propulsor e ativa ou desativa o motor a combustão conforme a necessidade de tração ou de carregamento das baterias.

Elas também são alimentadas pelos freios regenerativos que acumulam a energia cinética gerada nas frenagens e a transforma em energia elétrica. Havendo carga na bateria, e pouca necessidade de tração, apenas os motores elétricos funcionam para economizar combustível.

Por meio de botões localizados em frente à alavanca de câmbio é possível selecionar quatro modos de funcionamento de todo o conjunto: Normal, ECO, Power e EV (Electric Vehicle), para maximizar o seu uso conforme demanda do condutor.

As versões híbridas do modelo contam com garantia estendida de oito anos para o sistema, que é composto por bateria híbrida, inversor/conversor, módulo de controle da bateria híbrida e módulo de controle de energia.

Sistema híbrido depende de muitas variáveis para tornar o veículo econômico

O Corolla 2020 mudou por completo. Resumindo, a grade frontal foi ampliada tornando-se um “bocão”, os faróis e lanternas foram afunilados e os para-choques ganharam aberturas nas extremidades que os deixaram mais largos e encorpados.

O desenho da carroceria ficou mais dinâmico e a linha de cintura mais alta, tornando as laterais mais robustas. O modelo abandonou o estilo “carro de tiozão”.

O interior também é novo. O painel ganhou um design mais horizontal, simétrico e contínuo com as portas. A central multimídia ficou destacada em sua parte superior, as saídas de ar ao centro e os controles do ar-condicionado abaixo, um lay-out bem mais limpo e organizado.

Os materiais de acabamento desta versão são muito bons. Quase todas as superfícies são macias ao toque. As rígidas apresentam plástico de boa qualidade e os detalhes em diversas peças imitam alumínio ou são em preto brilhante.

O revestimento dos bancos e do painel em bege e marrom escuro, com costuras reais, arremata o requinte interno. Este padrão também é aplicado na parte de trás do interior do carro, e não somente na frente, como algumas montadoras têm adotado.

Algumas dimensões desta geração foram ampliadas. São 4,60 metros de comprimento (mais10 mm) e 1,78 metro de largura (mais 5 mm). Em altura, houve uma redução de 20 mm e a distância entre eixos se manteve a mesma (2,70 metros), assim como o volume do porta-malas, que é de 470 litros. Já o tanque de combustíveis comporta, apenas, 43 litros na versão híbrida, pois o espaço está dividido com o conjunto de baterias.

DSCN7722

Sua ergonomia é acertada. Espaçoso, ele acomoda pernas, ombros e cabeças de quatro adultos com conforto. Na posição central do banco traseiro, uma criança vai bem. Já um adulto, fica apertado.

De forma geral, todos os comandos estão ao alcance das mãos. Suas posições não são perfeitas, mas eles são alcançáveis sem muito desvio na postura.

A coluna “A” está mais fina e foi reposicionada, melhorando a visibilidade lateral frontal. Os espelhos retrovisores externos foram reposicionados, ampliando a visibilidade frontal diagonal superior. O painel central foi colocado em uma posição mais baixa, facilitando a visão para os ocupantes dos bancos dianteiros.

A direção elétrica é leve em manobras e ganha peso adequado com o aumento da velocidade. O sistema é um pouco indireto, mais voltado para o conforto do que para a esportividade. A câmera de marcha à ré ajuda em manobras, mas, a falta dos sensores de estacionamento é imperdoável. Ao menos, eles podem ser comprados como acessórios nas revendas da marca.

Os sistemas multimídia e de climatização têm os botões físicos giratórios para as principais operações e de pressão para as secundárias, arquitetura ideal. Emparelhado por meio do bluetooth, todos os recursos funcionaram perfeitamente, mas não foi possível espelhar o celular, pois o Android Auto não funcionou.

DSCN7667O tamanho e a definição da tela, a sensibilidade ao toque e a velocidade de processamento são bons, mas podem melhorar. A climatização é eficiente e conta com modo ECO, que ajuda diminuir o consumo de combustível.

A suspensão traseira passou a ser independente com duplo braço triangular. Seu acerto está mais rígido que na geração passada, bem mais estável e um pouco menos confortável.

Rodando – Circulando em baixas velocidades, em locais planos e com carga nas baterias, somente os motores elétricos funcionam. Neste modo, o silêncio impera. Em aclives ou havendo necessidade de acelerar ou recarregar as baterias, o motor a combustão é acionado, mesmo andando devagar.

Acelerando pouco, o carro continua muito silencioso. Mas o isolamento acústico poderia ser melhor. Quando o motor a combustão é muito exigido, seu ruído invade a cabine, mais do que o esperado para um sedan de luxo.

Acima dos 60 km/h, os três motores estão sempre na ativa, tracionando as rodas e recarregando as baterias. Nas decidas ou frenagens, os elétricos viram geradores e o motor à combustão fica desativado.

DSCN7671A posição “B” do câmbio potencializa o recarregamento das baterias e também funciona como uma marcha reduzida, útil para o uso do freio motor. Todo este processo é automático, instantâneo e pode ser acompanhado por um desenho esquemático na tela do multimídia.

Os sistemas de auxílio à condução são muito úteis. O alerta de mudança de faixa é pouco intrusivo, avisa sonoramente, faz uma leve correção, mas não retoma a trajetória original. O controle de cruzeiro adaptativo reconhece carros e motos e altera as velocidades com precisão.

O farol alto automático também foi rápido no auxílio de comutação. Não avaliamos o assistente de pré-colisão por falta de local e equipamentos apropriados.

Consumo – Nossos testes padronizados de consumo mostraram que os carros híbridos podem ser mais econômicos que os monopropulsores, mas existem muitas variáveis que definem um maior ou menor ganho em eficiência energética.

No teste rodoviário, o ganho foi maior do que o esperado, pois estes sistemas, teoricamente, funcionam melhor em cidades. Mas, as condições ajudaram: os primeiros 7 km do nosso circuito de 38,4 km ocorrem em uma parte quase plana, com leve declive, e os próximos 7 km, em decida.

DSCN7670Os outros 24,4 km retomam ao ponto original com leves aclives, favorecendo o auxílio dos motores elétricos ao motor à combustão, já que as baterias foram carregadas na primeira parte das duas voltas.

Seguindo nossos padrões, sempre conduzindo economicamente, somente o motorista, vidros fechados, faróis acesos e ar-condicionado regulado na refrigeração intermediária e a ventilação na segunda posição, atingimos 16,5 km/l na volta aos 90 km/h. O consumo ficou em 13,7 km/l aos 110 km/h, as melhores marcas entre todos os carros que avaliamos com 100% de etanol no tanque.

Já no teste de consumo urbano, em nosso circuito de 6,3 km, no qual realizamos 4 voltas, 20 paradas simuladas em semáforos e vencemos 152 metros de desnível em cada volta, o sistema híbrido não encontrou as condições favoráveis para o seu melhor funcionamento.

Como dissemos anteriormente, os motores elétricos só substituem o à combustão em vias planas ou em declives, em baixas velocidades e com pouco curso do acelerador, para citar apenas as principais variáveis.

Nas severas condições topográficas do nosso circuito, a propulsão elétrica quase não substituiu o motor flex. O consumo registrado foi de 9,8 km/l com etanol. Excelente consumo na cidade para um sedan médio, mas muito longe dos 20 km/l que o sistema pode atingir em uma cidade plana.

Com design jovial e muita tecnologia embarcada, o Corolla 2020 se tornou uma opção ainda melhor entre os sedans médios. As versões híbridas são indicadas para quem circula predominantemente em cidades, principalmente nas mais planas.  As versões com o motor 2.0 flex atendem melhor aos que buscam um maior desempenho e trafegam regulamente por rodovias.

DSCN7742Fotos: Amintas Vidal

*Colaborador

Acesse o nosso site: www.diariodocomercio.com.br

Tiggo 5X passa por reestilização e ganha novo sistema multimídia

Da Redação

Tiggo_5x_05A Caoa Chery apresentou as mudanças do Tiggo 5X para o modelo 2021. A novidade, que inclui nova central multimídia e mudanças no visual externo do modelo, chega às concessionárias da marca, em todo o País, a partir dessa semana.

O Tiggo 5X passa a ter central multimídia de 9 polegadas com sistemas Android Auto e Apple CarPlay, bluetooth, além dos controles do ar-condicionado e das configurações das funções do veículo. A versão topo de linha TXS ganhou, ainda, câmera 360°.

 

Tiggo_5x_16Externamente, o veículo ganhou atualizações que seguem o mesmo design de outros mercados globais.

Com a mudança, o SUV passa a contar com novo design frontal, com destaque para os novos faróis e nova luz diurna de rodagem (DRL). Na parte traseira, o veículo recebeu novas lanternas e nova moldura cromada na tampa traseira.

Tiggo_5x_04Dentro do quesito segurança, o Tiggo5X conta com airbag duplo frontal nas duas versões (T e TXS), além de cinto de segurança de três pontos para os cinco ocupantes, fixação para cadeirinha de criança (Isofix), indicador de cinto do motorista e do passageiro, indicador de pressão e temperatura dos pneus, freio de estacionamento elétrico-eletrônico com sistema Auto Hold.

Na versão topo de linha há airbags de cortina e lateral para motorista e passageiro. Controle eletrônico de tração e estabilidade (ESP), freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD e suspensões independentes tipo McPherson na dianteira e Multilink na traseira completam o pacote.

Tiggo_5x_12No interior, o volante possui controles como piloto automático, funções do computador de bordo e controle do multimídia. Na versão topo de linha o banco do motorista conta com seis ajustes elétricos, além do ajuste para lombar.

Entre os itens de conforto, o veículo vem equipado com sistema keyless de partida sem chave, direção elétrica, ar-condicionado eletrônico, saída de ar para os ocupantes da 2ª fileira e câmera de ré, além de teto solar panorâmico.

Tiggo_5x_14O Tiggo 5X segue sendo comercializado em duas versões, T e TXS, com valor a partir de R$ 91,99 mil (versão T). O preço da versão TXS não foi informado pela Caoa Chery.

O modelo possui motor 1.5 litro turbo Flex, de 150 cv e 21,4 kgfm de torque, e câmbio automático de dupla embreagem de 6 marchas. A garantia é de três anos para o veículo completo e cinco anos para motor e câmbio.

Tiggo_5x_01Fotos: Frasnelli / CAOA Chery / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

FCA anuncia recall dos Fiat Mobi e Grand Siena

Da Redação

A FCA (Fiat Chrysler Automóveis Brasil) está convocando os proprietários do Fiat Mobi, todas as versões, anos/modelo 2016 a 2020, para agendarem, desde já, seu comparecimento em uma das concessionárias Fiat, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a substituição do interruptor das luzes de freio dos veículos convocados.

Também estão convocados os proprietários do Fiat Grand Siena, nas versões Attractive 1.0 e 1.4, anos/modelo 2019 e 2020, para a partir de 30 de março de 2020, agendarem seu comparecimento em uma das concessionárias Fiat, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a substituição do módulo do airbag do lado do motorista e do volante dos veículos convocados.

Quanto ao Mobi, foi identificado que o circuito elétrico do interruptor de freio está abaixo do especificado para a corrente elétrica existente no veículo, provocando uma sobrecarga.

Essa sobrecarga, pode gerar uma falha no interruptor comprometendo o acendimento das luzes de freio do veículo. Em caso do não acendimento das luzes de freio, com o veículo em movimento, os condutores dos demais veículos da via não serão alertados sobre a parada ou redução de velocidade do veículo, potencializando a ocorrência de acidentes com danos materiais, danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo e/ou terceiros.

Em relação ao Grand Siena, foi identificado que, em caso de colisão que resulte no acionamento do airbag, existe a possibilidade de desprendimento da cobertura do airbag, podendo causar danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo e ou terceiros.

Estão envolvidas nestas campanhas 192.534 unidades do Fiat Mobi, com os números de chassi, não sequenciais (últimos seis dígitos), entre 410004 e 662855.

Na campanha do Fiat Grand Siena, são 11.705 unidades envolvidas, com os números de chassi, não sequenciais (últimos seis dígitos), entre 369004 e 381096.

Em ambos os veículos, o tempo mínimo para o reparo é de, aproximadamente, uma (1) hora. A FCA solicita que o cliente agende previamente a visita à concessionária Fiat de sua preferência.

Para consulta dos números dos chassis envolvidos e/ou outras informações, o cliente pode consultar o site www.fiat.com.br ou contatar a central de serviços ao cliente Fiat pelo telefone 0800-707-1000 ou por meio do WhatsApp da Fiat no número (31) 2123-6000.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Ram 2500 chega com design mais refinado

Da Redação (Publicado no Diário do Comércio – Edição: 21/02/2020)

Reformulada, picape evoluiu e conta com motor 6.7 , capaz de render 365 cv, e câmbio automático

FCAGroup-RAM-FBIZ-RAM2500 268_editCom mais de dez anos desde que se tornou uma marca independente, se especializando em utilitários dentro do grupo Fiat Chrysler Automóveis (FCA), a Ram atinge uma nova etapa com a Nova Ram 2500 Laramie.

Importada oficialmente para o País desde 2005, a picape evoluiu em muitos aspectos, como tecnologia, design, mecânica, segurança, conforto e praticidade.

O design da nova 2500 foi reformulado por completo, como prova a longa lista de novos elementos: capô com vincos mais destacados, mais “musculoso”, rodas, grade dianteira, conjuntos óticos com LED na frente e atrás, para-choques, para-lamas e arcos de roda, emblemas, espelhos retrovisores, tampa traseira, rodas e antena – agora de teto, do tipo barbatana.

A dianteira ganhou em harmonia e refinamento, com maior integração ao para-choque, formando um visual mais atraente. Na traseira, a inscrição “RAM” salta aos olhos, substituindo o símbolo da cabeça do carneiro, que continua sendo aplicado nas rodas e em vários pontos da cabine.

ram_006

Nova Ram 2500 (3)Tecnologia e segurança – A nova Ram 2500 estreia no Brasil a quarta geração do sistema multimídia da FCA, que inclui a maior tela entre as picapes no mercado nacional, com 12 polegadas, de acordo com a fabricante.

Além do tamanho, que ajuda na visualização, o monitor pode ter a imagem dividida em duas, para a realização de operações diferentes, a exemplo dos comandos do ar-condicionado e o navegador GPS integrado.

A central aceita pareamento com aparelhos compatíveis com Android Auto e Apple CarPlay. O conjunto de áudio da marca Alpine, com nove alto-falantes e um subwoofer, inova no segmento ao trazer sistema de cancelamento ativo de ruídos externos, similar ao encontrado nos fones de ouvidos mais sofisticados.

Na tela multimídia é possível, ainda, acessar as câmeras 360° e da caçamba. Inédita em veículos do grupo Fiat Chrysler Automóveis no Brasil, a primeira forma uma visão aérea da picape, a partir das imagens de quatro câmeras espalhadas pelo veículo: uma na grade frontal, outras duas nos braços dos retrovisores e uma na maçaneta da tampa da caçamba.

Nova Ram 2500 (6)Dessa forma, o motorista tem ótima noção espacial, algo fundamental para um veículo com 6,06 metros de comprimento e 2,12 metros de largura. Por sua vez, a câmera da caçamba fica na altura da terceira luz de freio, permitindo o monitoramento da carga ou de um reboque. Pode-se até aumentar a imagem com zoom, assim como na câmera da tampa da caçamba.

Em relação à segurança, a Ram 2500 Laramie é equipada com seis airbags e controles de tração, estabilidade e de mitigação de rolagem da carroceria. Também possui alerta de tráfego traseiro cruzado, que avisa ao motorista, por meio de sinais sonoros, sobre a movimentação de veículos passando por trás.

Outra novidade são os detectores de pontos cegos, que funcionam com alertas visuais nos espelhos retrovisores ou sonoros. Por falar nos retrovisores externos, eles foram redesenhados, contando com braços mais longos, possibilitando serem colocados na vertical, além da tradicional posição horizontal, situação útil quando se está rebocando, principalmente.

Cada retrovisor lateral tem dois espelhos com ajustes elétricos independentes, sendo que o menor oferece maior campo de visão. E para iluminar o chão ao redor do veículo, há uma luz de cortesia embaixo dos braços dos espelhos, que são rebatíveis eletricamente.

Nova Ram 2500 (5)Motor e Câmbio – A Ram 2500 sempre foi a picape mais forte do País desde sua chegada há 15 anos. Essa característica nunca esteve tão válida, pois o motor turbo diesel da Cummins de 6,7 litros foi amplamente revisto, com avanços nos principais componentes, para ainda mais eficiência, e claro, força.

Com seis cilindros em linha, o novo bloco passou a ser feito de ferro fundido vermicular, com maior resistência estrutural e menores níveis de ruído, vibração e aspereza (tríade também conhecida pela sigla inglesa NVH). Esse novo material é o principal fator da redução de peso do propulsor em 28 kg.

Também são inéditos o cabeçote, as válvulas de escape e os balancins, guiados por um eixo de comando oco. Bem como as bielas, as bronzinas, os pistões mais leves e resistentes e os anéis de baixo atrito.

A turbina de geometria variável (VGT) foi aperfeiçoada e está conectada a um coletor de escape inteiramente novo. Para completar, todo o sistema de alimentação foi reprojetado, desde a flauta dos injetores de alta pressão (2000 bar), passando pela bomba, filtro e linha de combustível.

Nova Ram 2500 (4)Com isso, essa verdadeira usina de força oferece respostas mais ágeis e refinadas, além de entregar mais 35 cv de potência e 6,7 kgfm de torque do que antes, totalizando 365 cv e 110,7 kgfm.

A eficiência energética também foi aprimorada, com o emprego de aletas ativas logo atrás da grade dianteira. Elas abrem e fecham automaticamente para controlar o fluxo de ar para o motor, reduzindo o arrasto aerodinâmico quando possível e assim, contribuindo para menor consumo de combustível.

Com alavanca na coluna de direção, o câmbio automático de 6 marchas foi otimizado para oferecer trocas mais suaves e baixos níveis de ruído, vibração e aspereza.

Um dos responsáveis por isso é o novo solenoide de força variável (VFS) do conversor de torque, que também reduz o tranco quando ao passar da R (ré) ou D (Drive) para a posição P (Park). A tração é selecionada eletronicamente no painel, pelas posições 4×2, 4×4 e 4×4 reduzida, e o diferencial traseiro é antideslizante.

ram_281

Espaçosa, oferece luxos de um automóvel

Os bancos da nova Ram 2500 possuem revestimento em couro, com partes perfuradas e detalhes em alcântara. Ao sentar em seu banco, o motorista logo percebe os novos volante e quadro de instrumentos, que inclui uma tela de TFT de 7 polegadas colorida e configurável.

A posição ideal de dirigir é facilmente encontrada não só por conta dos bancos dianteiros com regulagens elétricas em dez direções (oito para assento e encosto e dois para apoio lombar).

A ergonomia do condutor se deve, também, a uma mordomia rara em qualquer segmento: o ajuste elétrico dos pedais de acelerador e freio. Até para abrir e fechar a janela que separa a cabine da caçamba há um comando elétrico.

Foi aplicado um novo console central, extremamente funcional. Tanto pelo tamanho, que permite guardar até um laptop de 15 polegadas, quanto pelas facilidades como uma área pensada para abrigar até três celulares ou um tablete, dois porta-copos móveis, com três posições, tomada 110 volts e cinco portas USB, sendo duas de carregamento rápido (tipo C). Ali também está o leitor de CD e DVD.

ram_298

No banco traseiro, há amplitude de sobra para três adultos, saídas de ar-condicionado, tomada 110 volts e quatro portas USB, sendo duas do tipo C. No assoalho, há duas gavetas impermeáveis e removíveis sob os espessos e robustos tapetes de borracha.

E o banco bipartido (60/40) pode ter os assentos levantados, revelando um exclusivo porta-objetos, cujas tampas podem ser desdobradas, para montar uma plataforma interna de carga.

A caçamba conta com os compartimentos RamBox, que ocupam as bordas laterais. Cada um deles tem capacidade de 102 litros, sendo que a da esquerda ganhou uma tomada 110 volts com inversor de 400 watts, permitindo ligar uma ferramenta diretamente no veículo, com o motor funcionando.

O acesso à caçamba ficou mais fácil com a abertura elétrica da tampa, com dois toques em um botão na chave presencial, ou num comando no teto, junto às luzes de leitura.

ram_038Vale dizer que em qualquer situação a tampa desce com suavidade, graças a um sistema de amortecimento. E para proteger toda a caçamba, o piso e as laterais receberam um revestimento especial.

O chassi evoluiu com o maior emprego de aços de alta resistência, material que agora representa nada menos que 98,5% da estrutura. Dessa forma, a rigidez do conjunto aumentou significativamente, além de contribuir com a redução geral de peso do veículo.

As suspensões também foram aprimoradas, assim como os freios a disco nas quatro rodas, com novos componentes como pinças e cilindro-mestre. As molas helicoidais agora são progressivas, buchas e eixos são novos, a exemplo do braço cruzado de duas peças que reforça o quadro dianteiro.

O objetivo desses avanços, segundo a FCA, foi de melhorar o comportamento dinâmico em qualquer situação, seja com a picape carregada ou vazia, tornando-a mais segura e confortável.

Nova Ram 2500 (10)Fotos: FCA – Fiat Chrysler Automóveis / Divulgação

Há duas novas cores para a carroceria, a perolizada Azul Patriot e a metálica Marrom Walnut, que se somam à solida Vermelho Flame, às metálicas Prata Billet, Granito Crystal e às perolizadas Branco Pérola e Preto Diamond.

E além do tradicional preto, o revestimento interno pode ter uma nova e elegante combinação de marrom com bege. Disponível em versão única, Laramie, a nova Ram 2500 está disponível nas 45 concessionárias da rede Ram no Brasil pelo preço sugerido de R$ 289,90 mil.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

 

Peugeot confirma picape Landtrek para o mercado brasileiro

Da Redação

PEUGEOT_LANDTREK_2002STYP001A Peugeot confirmou a chegada, ao mercado brasileiro, de sua nova picape para o segmento das médias de 1 tonelada, a  Landtrek. Este segmento representa mais de 2,4 milhões de unidades vendidas anualmente no mundo, sendo mais de 400 mil na América Latina, lembrou a fabricante francesa.

A Peugeot Landtrek será comercializada a partir do segundo semestre de 2020 na América Latina, escolhida para ser a primeira região em nível mundial a receber o veículo, começando pelo México.

Virão em seguida Equador, Peru, Guatemala, Panamá, Paraguai, República Dominicana e Uruguai.

PEUGEOT_LANDTREK_2002STYP005O lançamento no Chile, Argentina e Brasil está previsto para uma etapa posterior, provavelmente, em 2021.

Segundo a Peugeot, a Landtrek tem uma série de atributos que a diferenciam dos concorrentes, incluindo uma das maiores caçambas do segmento, uma modularidade de assentos inovadora, conforto digno de um SUV, capacidade de reboque, inovações tecnológicas que a tornam capaz de superar os mais diversos obstáculos e robustez a toda prova.

A nova picape estará disponível com cabine dupla e com motorização a gasolina ou a diesel, dependendo do mercado da América Latina a que se destina.

peugeot-landtrek-2020

Peugeot-Landtrek-2021-interiorSuas dimensões correspondem ao segmento das picapes médias: 5,33 metros de comprimento e 1,92 metro de largura, com uma capacidade de carga superior a 1 tonelada.

A Peugeot informou que a picape dispõe de equipamentos tecnológicos de última geração, comparáveis aos dos SUV’s da marca, como a tela tátil de 10 polegadas HD compatível com o Apple CarPlay /Android Auto, e o disco rígido de 10 GB.

Além disso, dependendo da versão, o veículo conta com um sistema inovador de visão panorâmica de 360° off-road baseada em câmaras periféricas, incluindo uma visão 3D que facilita de maneira inédita a detecção de obstáculos ou a passagem por caminhos estreitos.

Os bancos traseiros são rebatíveis 60/40 ou mesmo 100%, podendo suportar uma carga útil de até 100 kg.

A Landtrek é equipada, entre outros, com o sistema Hill Descent Control (que permite manter o veículo numa velocidade bastante baixa e focar exclusivamente na direção, proporcionando controle e segurança nos declives mais acentuados), com o Trailer Swing Control (assistência para reboque) que conta com um ESP que reage automaticamente a movimentos inesperados do reboque e 6 airbags de série.

PEUGEOT_LANDTREK_2002STYP029

PEUGEOT_LANDTREK_2002STYP023Fotos: Peugeot / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Novo BMW Série 2 Gran Coupé é lançado no País

Da Redação

P90370526_highRes_the-all-new-bmw-2-seA BMW do Brasil informou, hoje, que o novo BMW Série 2 Gran Coupé estará na rede de concessionárias autorizadas da marca no País a partir da próxima semana.

Em março, será a vez de toda a rede da marca receber a versão 218i Gran Coupé Sport GP e, em maio, o M235i xDrive Gran Coupé, ao preço sugerido de R$ 186,95 mil e R$ 279,95 mil, respectivamente.

Produzido na fábrica do BMW Group em Leipzig, na Alemanha, o modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de Los Angeles (EUA), em novembro do ano passado, e é um dos principais lançamentos da fabricante em 2020, ano em que o BMW Group completa 25 anos de atuação no mercado nacional.

P90370527_highRes_the-all-new-bmw-2-seEle chega reforçado pela história de sucesso da família de Gran Coupés da BMW, que já comercializou mais de 400 mil unidades em todo o mundo.

“O BMW Série 2 Gran Coupé traz mais emoção, esportividade, design e tecnologias para nosso cliente brasileiro”, afirmou Roberto Carvalho, diretor comercial da BMW do Brasil. “O cliente deste modelo é jovem, conectado e busca por novas opções que tragam prazer em dirigir, beleza e muita tecnologia’, reforçou o executivo.

Sintonizado à nova linguagem visual da marca, além dos clássicos como o BMW Série 6 Gran Coupé de 2012 ou o BMW Série 8 Gran Coupé, lançado no ano passado, o novo BMW Série 2 Gran Coupé esbanja um visual ousado e imponente, com faróis em LED afunilados na dianteira e a tradicional grade em formato de duplo rim conectada no centro.

P90370493_highRes_the-all-new-bmw-2-seNa versão M235i xDrive Gran Coupé (fotos que ilustram essa matéria) , há detalhes em aço escovado no miolo da grade dianteira, nas amplas tomadas de ar no para-choque dianteiro e nas capas dos retrovisores.

Suas janelas laterais não possuem bordas permitindo melhor controle visual lateral, maior área envidraçada e maior área de acesso aos bancos traseiros.

O modelo traz, ainda, lanternas traseiras em LED que invadem a lateral do veículo e são conectadas por uma régua em black piano em cujo centro aparece o logotipo da fabricante alemã.

P90370508_highRes_the-all-new-bmw-2-seNa M235i xDrive Gran Coupé , as duas saídas de escapamento no para-choque traseiro tornam o visual ainda mais arrojado.

Em termos de motorização, a versão de entrada 218i Gran Coupé Sport GP traz nova calibração para o motor BMW TwinPower Turbo, 1.5 litro, três cilindros, com 140 cv de potência entre 4.600 rpm e 6.500 rpm e 220 Nm de torque entre 1.480 rpm e 4.200 rpm.

O conjunto, que oferece uma transmissão automática de 7 velocidades e dupla embreagem, permite ao modelo atingir a velocidade máxima de 213 km/h e uma aceleração de 0 a 100 km/h em a 8,7 segundos, de acordo com  BMW.

P90370515_highRes_the-all-new-bmw-2-seEsta versão do propulsor – que ganhou nova calibração em relação ao modelo anterior – traz 4 cv a mais de potência e menos emissão de CO2.

Já a versão M235i xDrive Gran Coupé oferece o mais potente motor de quatro cilindros da BMW em um poderoso propulsor BMW TwinPowerTurbo, 2.0 litros, com 306 cv de potência entre 5.000 rpm e 6.250 rpm e 450 Nm de torque entre 1.750 rpm e 4.500 rpm.

O câmbio é automático de 8 marchas e modelo conta, também, com a tração integral xDrive.

P90370531_highRes_the-all-new-bmw-2-seCom novos pistões e taxa de compressão, mais largo e eficiente turbo charger e sensores de resfriamento otimizados esse conjunto impulsiona o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos e à velocidade máxima de 250 km/h, informou a BMW. Tudo pode ficar ainda mais divertido com o módulo de Launch Control.

Em relação aos equipamentos, o modelo oferece sistemas assistentes de condução, fortalecendo aspectos como conforto, alta qualidade da experiência de dirigir e a interação entre o condutor e o veículo a partir de tecnologia acessada com praticidade e simplicidade.

As novidades de software poderão ser atualizadas em qualquer lugar com acesso à internet permitindo que o veículo esteja sempre atual, assim como acontece com um smartphone. A atualização remota poderá ser, também, feita por meio do BMW Connected APP ou diretamente, por meio do display do veículo.

O Inteligent Personal Assistant permite o controle de diversas funções do veículo por meio de comandos de voz e inteligência artificial. A tecnologia também aprende hábitos do motorista e adapta suas funções, por exemplo, ajustar a temperatura do veículo automaticamente.

P90370518_highRes_the-all-new-bmw-2-seO Parking Assistant, por sua vez, mede o espaço ao redor do veículo para estacioná-lo automaticamente com câmeras e sensores, realizando as manobras com máxima precisão, poupando tempo e garantindo conforto e tranquilidade ao motorista enquanto estaciona.

Já o recurso Reversing Assistant registra os últimos 50 metros, podendo “desfazê-los” em marcha ré, facilitando a saída de locais ou vias estreitas onde não é possível realizar manobras.

O ConnectedDrive, por sua vez, é um assistente que fornece uma série de serviços ao motorista e passageiros, como Chamada de Emergência Inteligente; BMW Teleservices; Serviços Connected Drive (BMW Online, englobando portal de notícias, clima e aplicativos); Serviços Remotos – permite a utilização de algumas funcionalidades do veículo remotamente por meio de smartphones Android e iOS; Preparação para Apple CarPlay; Informações de Trânsito em Tempo Real e Concierge – serviço de suporte e informações para o cliente 24 horas por dia e sete dias por semana.

Os veículos produzidos a partir de julho de 2020 já contarão com a preparação para AndroidAuto. Os veículos M235i xDrive Gran Coupé produzidos antes de julho receberão a atualização remota gratuita que habilitará a função.

Por fim, o pacote Connected Professional agrega o novo BMW Live Cockpit Professional, cuja interface se apresenta em duas telas, sendo um referente a um display digital de 10,25 polegadas e o iDrive de 10,25 polegadas, além de interfaces disponíveis e requisitos técnicos para opções operacionais com controle de voz.

Já o sistema Comfort Access 2.0 permite o acendimento automático das luzes de boas-vindas quando o motorista se aproxima a três metros do veículo portando a chave. À 1,5 metro do veículo, as portas se destrancam e, afastando-se dois metros, o veículo se tranca novamente. Com opção de programação de abertura de todas as portas ou somente a do motorista. Tudo isso além da abertura do porta-malas por meio de aproximação do pé do para-choque traseiro.

Já o Head-Up Display colorido possibilita a projeção de todas as informações necessárias para o condutor em seu campo de visão, a fim de que o mesmo não perca o foco no trânsito.

P90370519_highRes_the-all-new-bmw-2-seAs informações apresentadas variam desde rotas do sistema de navegação até avisos de Driving Assistant e velocidade do veículo. Em termos de segurança, o modelo vem equipado com 6 airbags, controles de estabilidade e tração, faróis de neblina em LED, pneus BMW Star Marking com tecnologia Run-Flat e rodas de liga leve Double-Spoke.

Internamente, a versão 218i Gran Coupé Sport GP oferece revestimento dos bancos em Anthracite; bancos dianteiros esportivos; volante multifuncional; volante esportivo em couro; acabamento interno iluminado; pacote Sport e acabamento externo BMW Individual em High-gloss Shadow Line.

Também acompanha tapetes em veludo; apoio para o braço nos bancos dianteiros; pacote interno de conveniência; ar condicionado automático digital com controle de duas zonas; velocidade com leitura de km e pacote de iluminação.

Já a versão M235i xDrive Gran Coupé tem revestimento dos bancos em couro Dakota; teto solar panorâmico e pacote M Sport, incluindo: freios M Sport; suspensão M Sport; volante M Sport; cintos de segurança M Sport; pacote M Aerodinâmico; rodas Double Spoke aro 18; bancos dianteiros esportivos; soleiras M Sport e Spoiler traseiro.

Ainda é possível contar com pneus BMW Star Marking com tecnologia Run-Flat e faróis de LED adaptativos.

O veículo conta também com retrovisores externos com declinação e rebatimento; retrovisor interno com função antiofuscante; bancos com memória e ajuste elétrico; ajuste de lombar para motorista e passageiro; pacote interno de conveniência; ar-condicionado automático digital com controle de duas zonas e pacote de iluminação.

P90370533_highRes_the-all-new-bmw-2-seO M235i xDrive Gran Coupé possui 1,42 metro de altura. 1,80 metro de largura, 4,26 metros de comprimento e 2,67 metros de distância entre eixos. O porta-malas comporta 430 litros.

O BMW 218i Gran Coupé Sport GP está disponível em sete opções de cores externas: a sólida Branco Alpino e as metálicas Preto Safira, Preto, Cinza Mineral, Azul Seaside, Branco Mineral e Vermelho Melbourne.

Há, ainda, duas opções de revestimento interno: Sensatec/Anthracite com detalhes em laranja e Sensatec/Anthracite com detalhes em cinza.

P90370532_highRes_the-all-new-bmw-2-seFotos: BMW Group / Divulgação

O BMW M235i xDrive Gran Coupé está disponível em seis opções de cores externas: a sólida Branco Alpino e as metálicas Preto Safira, Vermelho Melbourne, Cinza Mineral, Azul Misano e Azul SnapperRocks.

São três opções de revestimento interno: Couro Dakota Preto/ Preto, Couro Dakota Magma Red/ Cinza e Alcântara Preto / Azul.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Nissan lança programa piloto de locação de veículos

Da Redação

A Nissan do Brasil lançou, hoje, um programa piloto de locação de veículos 0Km que será destinado, neste primeiro momento, a funcionários de fornecedores e prestadores de serviços que atendem a empresa.

A novidade faz parte do plano de implementação de um projeto amplo de mobilidade da companhia no Brasil.

“Em todo o mundo, a Nissan está trabalhando para transformar a maneira como os carros são conduzidos, impulsionados e integrados na sociedade e o Brasil está inserido nesta visão que chamamos de Nissan Intelligent Mobility. E este projeto é uma maneira de disponibilizar a qualidade dos modelos da Nissan a um número ainda maior de consumidores brasileiros. Nosso objetivo agora é fazer testes e ter o maior número de informações possíveis para, depois, avaliarmos novas possibilidades e públicos”, explicou Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil.

Os veículos contemplados nesta etapa do programa são o Nissan Kicks e os compactos Nissan March e Nissan Versa, produzidos no Complexo Industrial da Nissan em Resende (RJ).

Os contratos de locação têm duração de 12 meses, com direito às revisões periódicas, seguro e opção de compra do veículo após o término do período.

O programa disponibiliza uma plataforma 100% online, em que os usuários podem acompanhar as etapas do processo de solicitação de seu veículo, consultar as infrações e o histórico dos serviços realizados nas concessionárias, entre outros.

Desde o início de 2019, a Nissan já conta com um programa interno de locação de veículos para funcionários, o “Vou de Nissan”, que gerou vários dados e aprendizados que estão servindo de base para o novo projeto, informou a fabricante.

Acesse o  nosso  site: http://www.diariodocomercio.com.br