Peugeot lança o novo 208 com muita tecnologia, mas sem o motor turbo

Da Redação

PEUGEOT_208_2019_140_FR

A série 200 representa um “número sagrado” para a Peugeot. Afinal, ela reúne modelos como os 205 e 206, que fizeram sucesso ao longo dos anos nos mercados por onde passaram.

Com eles, a Marca escreveu importantes capítulos da história do automóvel e conquistou fãs pelo mundo: foram mais de 20 milhões de unidades vendidas.

Assim, a chegada do novo Peugeot 208 não só simboliza mais um grande marco dentro da série 200, como também coroa a bem-sucedida trajetória de 210 anos da Peugeot.

O novo Peugeot 208 tem no estilo um de seus pontos mais fortes, com um design que inaugura a nova identidade mundial da marca no Brasil. Sua carroceria encorpada é mais longa, mais larga e mais baixa que a do antecessor, apresentando as seguintes dimensões: 4,06 metros de comprimento, 1,74 metro de largura, 1,45 metro de altura e entre-eixos de 2,54 metros.

PEUGEOT_208_2019_132_FR

Seguindo uma das principais características da marca, a dianteira do modelo é imediatamente identificável. Ela associa elementos da nova assinatura visual Peugeot na parte inferior e um “olhar felino” ressaltado pela iluminação com faróis full LED.

O desenho do para-choque dianteiro é composto por uma linha única e uma ampla grade integrada, que passa a ostentar o logotipo ao centro. Já o nome do modelo está posicionado na extremidade frontal do capô.

A traseira é caracterizada por um acabamento em black piano, que se estende por toda a largura da tampa do porta-malas, unindo as lanternas – também dotadas de elementos luminosos na forma de três “garras”, em harmonia com o estilo frontal.

Lançado para produção com o Peugeot 208, no início de 2012, o primeiro i- Cockpit foi revelado em 2010 no carro-conceito SR1.

PEUGEOT_208_2019_126_FR

Mais uma vez por meio do 208, mas agora tendo como base a segunda geração do modelo, a Peugeot traz ao mercado uma nova geração do seu moderno painel.

Batizada como i-Cockpit 3D, a evolução do conceito adiciona o primeiro cluster em três dimensões, complementada pelo volante Sport Drive, de dimensões reduzidas e base achatada, painel de instrumentos elevado, central multimídia touchscreen de 7 polegadas com Google Android Auto e Apple CarPlay, e a série de teclas de “alternância”, que permitem acesso direto às principais funções do veículo.

O novo cluster dispõe de tecnologia holográfica em 3D, para que algumas informações sobre a condução do veículo sejam projetadas em destaque, mais à frente do visor principal.

Há a possibilidade de criar e salvar dois modos de visualização, o que permite a personalização do painel àqueles que fazem uso compartilhado do carro. Conta-giros, mídia em reprodução ou detector de fadiga: quem escolhe a informação exibida com maior destaque é o motorista.

PEUGEOT_208_2019_189_FR_a

O novo 208 é fabricado no centro de produção de Palomar, na Argentina, e marca a estreia da produção de hatches na plataforma CMP (Common Modular Platform), uma das mais modernas do Groupe PSA.

O uso da plataforma CMP faz com que o novo 208 ofereça aos consumidores brasileiros um modelo com robustez, confiabilidade, melhor conforto acústico e térmico, nível de vibração reduzido e melhores índices de consumo (em função de menores peso e resistência aerodinâmica).

É ela também a responsável pela introdução de inovações tecnológicas de assistência à direção, segurança e comodidade do Peugeot Driver Assist, que reúne os seguintes sistemas:

Alerta de colisão: alerta o condutor em caso de risco de colisão com o veículo à frente, ou com um pedestre atravessando a rua. Dependendo do risco detectado e do nível de alerta configurado pelo condutor, diferentes tipos de avisos podem ser acionados e exibidos no painel de instrumentos:

Nível 1: alerta visual apenas, indicando que o veículo à frente está muito próximo. Uma mensagem recomenda, então, atenção enquanto a área ao redor do veículo é exibida;

Nível 2: alerta visual e sonoro indicando uma colisão iminente. Uma mensagem avisando para frear é exibida.

P21_MSC_INT_CAM_MOTORISTA_IN_N2_ACTIVE

Frenagem de Emergência: o sistema automático de frenagem de emergência entra em ação para reduzir a velocidade de impacto ou evitar uma colisão frontal do veículo, caso o motorista não consiga reagir. Com uma câmera localizada na posição superior do para-brisa, essa função detecta obstáculos – como outro carro rodando na mesma direção ou estacionado – atuando no sistema de frenagem do veículo.

Em velocidades entre 5 km/h e 85 km/h, o sensor ativa a frenagem automaticamente ao detectar um risco de colisão. A velocidade do veículo não deverá exceder 80 km/h quando for detectado um veículo parado, e 60 km/h quando se tratar de um pedestre.

Alerta e correção de mudança de faixa: O veículo é equipado com uma câmera na parte superior do para-brisas, que reconhece as linhas (contínuas ou seccionadas) da estrada e alerta o condutor no caso de ultrapassagem involuntária de uma marcação longitudinal no solo das vias de circulação.

Para a total segurança da condução, a câmera analisa a imagem antes de acionar um alerta, no caso de queda de atenção do condutor, a uma velocidade superior a 60 km/h. Caso seja detectado um desvio da direção, o condutor é alertado por um alarme sonoro e também visual, no painel de instrumentos.

PEUGEOT_208_2019_303_FR_N2_ACTIVE_PT_CORRIGIDA

O Alerta de Ultrapassagem de Linha também corrige a trajetória do veículo: assim que o sistema identifica um risco de ultrapassagem involuntária de uma das linhas de marcação detectadas no solo, a direção é progressivamente corrigida para manter o veículo na sua faixa.

 Condições de funcionamento:

. A velocidade do veículo deve estar entre 65 km/h e 180 km/h;

. A pista deve ter no mínimo uma linha de marcação no solo (contínua ou descontínua) e a correção é efetuada apenas no lado em que a linha for detectada;

. As duas mãos do condutor devem estar no volante;

. A seta indicadora de direção não deve estar ativa;

. O sistema ESC deve estar ativado.

Se desejar manter a trajetória do veículo, o condutor pode impedir a correção mantendo com firmeza o volante. A correção também será interrompida se as setas indicadoras de direção forem ativadas (caso as setas indicadoras de direção estejam ativas e durante vários segundos depois de serem desligadas, o sistema considera que qualquer mudança de trajetória é deliberada e não aciona nenhuma correção).

Auxílio de farol alto: a câmera de vídeo situada no alto do para-brisas faz a análise das fontes luminosas, e o sistema alterna, automaticamente, entre luz alta e luz baixa, dependendo das condições do trânsito e de iluminação. Ele otimiza o tempo de circulação em luz alta, para maior segurança. Para ativar/desativar essa função, basta fazer a escolha por meio do menu Condução na tela sensível ao toque – o status é memorizado quando a ignição é desligada.

PEUGEOT_208_2019_634_UK

Reconhecimento de placas de velocidade: a câmera de vídeo situada no alto do para-brisas efetua a leitura das placas de limitação da velocidade. O sistema detecta e lê as placas de limite de velocidade e as exibe no painel de instrumentos (o sistema também utiliza as informações sobre limites de velocidade contidas nos mapas do sistema de navegação).

O limite de velocidade exibido no painel de instrumentos é atualizado quando o veículo passa por uma placa destinada a automóveis (veículos leves) – os limites de velocidade específicos, como aqueles destinados a veículos pesados de carga, não são exibidos.

O limite de velocidade recomendado completa a função: o condutor pode optar por adaptar a regulagem da velocidade do veículo em função do limite de velocidade lido pela câmera, pressionando o botão MEM do comando do regulador/limitador de velocidade – uma pressão registra a velocidade recomendada, e uma nova pressão confirma a nova regulagem da velocidade.

Carregamento de smartphone wireless: a recarga sem fio do smartphone é um recurso inteligente de alta praticidade no dia-a-dia. Por meio de indução magnética, a energia carrega a bateria de celulares, bastando que estes sejam compatíveis com o padrão Qi 1.1 em sua concepção original, ou mediante o uso de um “estojo” de compatibilidade.

PEUGEOT_208_2019_127_FR

A operação é simples: basta posicionar o smartphone compatível na área de recarga (de preferência no centro). Assim que detectado, a recarga da bateria se inicia.

O novo 208 chega ao mercado brasileiro em quatro versões de acabamento: Active, Active Pack, Allure e Griffe. Confira, abaixo, as versões e principais equipamentos:

Peugeot Active 1.6 | Câmbio automático AT6

R$ 74,99 mil

Grade frontal cromada

DRL em LED

Rodas de liga leve de 16 polegadas Kenobi

Faixa traseira em preto brilhante

Comandos do volante com contorno em preto brilhante

Toggle Switches com contorno dos botões cromados

Abertura de portas interno

Peugeot 208 Active 1.6 | Câmbio automático AT6 + PACK

R$ 82,49 mil

Todo o conteúdo da versão anterior acrescido de:

Teto de vidro panorâmico

Ar condicionado digital

Câmera de estacionamento traseira

Peugeot 208 Allure 1.6 | Câmbio automático AT6

R$ 89,49 mil

Todo o conteúdo da versão anterior acrescido de:

Rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas Kenobi

Escapamento cromado

Ar condicionado automático digital

Peugeot i-Cockpit 3D

Volante multifuncional em couro

Bancos em Alcantara

Apoio de braço para o condutor

Carregador de smartphone por indução

Painel de bordo com acabamento Slush

Chave keyless (presencial) com comandos de abertura das portas e porta-malas e partida do motor pelo botão Start/Stop

Airbags de cortina

PEUGEOT_208_2019_011_FR

Peugeot 208 Griffe 1.6 | Câmbio automático AT6

R$ 94,99 mil

Todo o conteúdo da versão anterior acrescido de:

Faróis Full LED

Capa dos retrovisores em preto brilhante

Aerofólio traseiro em preto brilhante

VisioPark 180°

Sensor de chuva

Sensor crepuscular

Sensor de estacionamento traseiro

Alerta de Colisão

Frenagem de Emergência Automática

Alerta e correção de mudança de Faixa

Auxílio de Farol Alto

Sistema de Reconhecimento de Placas de velocidade

Todas as versões são equipadas com o motor 1.6 16V Flex, que desenvolve 118 cv de potência e 151,8 Nm de torque, sempre associado a uma transmissão automática sequencial de 6 marchas. O motorista tem à sua disposição os modos Eco e Sport do câmbio.

PEUGEOT_208_2019_599_FR

Em Eco, as trocas de marcha são feitas de maneira antecipada em relação à operação normal, resultando em maior economia de combustível e em um nível de conforto acústico ainda mais acentuado.

Já o modo Sport é o mais indicado para situações nas quais o motorista busca priorizar a performance, com as trocas de marcha realizadas em rotações mais elevadas do motor. O câmbio oferece, ainda, a possibilidade de mudanças manuais, bastando para isso deslocar lateralmente a alavanca e movê-la para trás ou para frente – realizando, respectivamente, trocas ascendentes ou reduções das marchas.

É no quesito motorização que reside a maior decepção do mercado com o novo 208. Ao contrário da Europa, e remando contra a maré da concorrência, o “nosso” 208 não será equipado com o motor 1.2 Pure Tech, turbo, de 130 cv.

Ou seja, os preços elevados das versões 2021 estão intimamente ligados ao (farto) pacote de tecnologia. Esse conteúdo de segurança é mais do que bem-vindo e a Peugeot acertou nesse ponto. Mas, pelo preço, o 208 vendido aqui merecia, ao menos, uma versão com motorização turbo. Vamos aguardar para ver como o mercado reagirá.

Disponível nas cores branco Banquise (sólida), branco Nacré (perolizada) e nas metálicas cinza Aluminium, preto Perla Nera e azul Quasar, o novo Peugeot 208 chega com 3 anos de garantia sem limite de quilometragem e revisões com preços fixos.

PEUGEOT_208_2019_002_FR_1

Peugeot 208 e-GT:

A versão elétrica do novo 208, importada da Europa, ainda não teve o preço divulgado pela Peugeot.

Segundo a fabricante, o 208 e-GT faz de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos, tem motor com 260 Nm de torque imediatos e 136 cv de potência (100 kW).

Há três modos de condução disponíveis. O modo eco tem como foco a otimização da autonomia; já o drive é indicado para garantir o conforto ideal nos deslocamentos do dia a dia, enquanto o sport prioriza o desempenho, utilizando-se da potência e torque máximos.

O modelo também oferece dois modos de frenagem distintos, selecionados por meio da alavanca de câmbio e com tipologias de regeneração de bateria adaptadas: moderado, para sensações semelhantes às de um veículo a combustão, e aumentado, para uma desaceleração controlada pelo pedal do acelerador.

O espaço e o volume do porta-malas são idênticos aos da versão a combustão (265 litros), levando em conta que as baterias, com volume de 220 litros, encontram-se debaixo do piso do veículo.

PEUGEOT_208_1902HM_101Fotos: Peugeot / Divulgação

Já o sistema de suspensão do 208 e-GT conta com regulagem e soluções técnicas específicas, com repartição de peso otimizada.

O 208 e-GT pode ser carregado em tomadas convencionais do tipo residenciais ou carregadores rápidos, como os encontrados em estações de recarga. Dependendo no nível de carga e do carregador utilizado, é possível carregar 80% da bateria em apenas 30 minutos.

Para rodar com plena segurança no Brasil, o time local de engenharia da marca aplicou um pacote de alterações com reforços específicos para as nossas condições topográficas, climáticas e, principalmente, de pavimentação.

O pacote inclui a aplicação de chapas metálicas de proteção em toda a região do assoalho e também na área abaixo do cofre. As bandejas de suspensão também ganharam reforços. Os pneus do seguem com as mesmas medidas, mas passam a ser do tipo Classe C, mais reforçados.

Nem mesmo o sistema de fixação da bateria de 12 volts escapou: ele também foi adaptado para garantir um funcionamento perfeito e seguro em nosso País.

O conforto também foi considerado e, assim, o sistema de climatização sofreu ajustes para obtenção do máximo desempenho térmico mesmo em situações de elevada temperatura ambiente.

Quem comprar um Peugeot 208 e-GT receberá um sistema de recarga das baterias da unidade de potência desenvolvido especificamente para recargas em tomadas convencionais, como as encontradas em nossas casas.

Este conjunto foi completamente concebido no Brasil, considerando todo o espectro técnico local, como padrão das tomadas, tensão e frequência da rede.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s