IMPORTANTE: curso de pilotagem da Harley-Davidson foi cancelado!

José Oswaldo Costa

A assessoria de imprensa do evento entrou em contato com o DC Auto informando que o Curso de Pilotagem da Harley-Davidson, marcado para os próximos dias 17, 18 e 19/08, foi cancelado.

Fomos informados que o instrutor responsável pelo curso teve um sério imprevisto e não poderá estar presente. Ainda não foram informadas novas datas para a realização do evento.

Alphaville sediará curso de pilotagem da Harley-Davidson

Da Redação

HARLEY_DAVIDSON_IMPRESSAO

Foto: Harley-Davidson / Divulgação

O Alphaville Centro Comercial sediará, nos dias 18 e 19 de agosto, o segundo e terceiro módulos do curso de pilotagem BH H-D Nível I.

O objetivo do curso é preparar o piloto iniciante para os desafios que encontrará na estrada e garantir que a experiência de pilotar uma Harley-Davidson seja segura, intensa e inesquecível.

O curso é exclusivo para proprietários de Harley-Davidson e as vagas são limitadas.

Ele é dividido em três módulos e, o primeiro, será no dia 17/08 na loja da Harley-Davidson em Belo Horizonte (Avenida Raja Gabaglia, 4500, Santa Lúcia).

Serão abordados tópicos teóricos como “introdução ao motociclismo consciente”, “conhecendo sua moto – configurações básicas para uma melhor pilotagem” e “teoria de ciclística avançada”.

No segundo módulo, que será no estacionamento do Alphaville Centro Comercial (avenida Princesa Diana, 155 – Lagoa dos Ingleses – Nova Lima), serão abordadas questões práticas, como técnicas de segurança para frenagem e negociação e tomadas de curvas.

No terceiro, o motociclista aprenderá manobras de precisão em baixa velocidade, manobras evasivas e praticará exercícios de frenagem e de curva.

Serviço:

Curso de Pilotagem da Harley-Davidson

Programação:

17/08 – Sexta-feira: parte teórica na loja BH-HD das 19 às 23h.

18/08 – Sábado: parte prática no Alphaville Centro Comercial das 9 às 18h.

19/08 – Domingo: parte prática no Alphaville Centro Comercial das 8 às 16h.

Material: o curso oferece material didático que consiste em uma apostila eletrônica, certificado de conclusão e coffee break.

Inscrições e outras informações: BH Harley-Davidson: (31) 2532 – 4444

Ford inicia a venda da linha Ka 2019

Da Redação

FordKa2019 3

Foto: Ford / Divulgação

A Ford iniciou a venda da linha Ka 2019, com a disponibilidade das primeiras unidades dos modelos hatch, sedan e FreeStyle para quem quiser conhecer suas novidades e fazer um test drive nos distribuidores da marca.

O Ford Ka 2019 oferece, pela primeira vez, a opção de câmbio automático de 6 marchas, além do novo motor 1.5 de 3 cilindros e bicombustível, com 136 cv.

A nova linha apresenta carroceria com estrutura reforçada e uma oferta ampliada de equipamentos nas versões S, SE, SE Plus, Titanium e FreeStyle.

Entre eles, estão central multimídia SYNC 3 com tela de 6,5 polegadas, seis airbags, bancos forrados com material sintético que imita o couro, botão de partida, câmera de ré e sensor de estacionamento.

“Com a chegada dos veículos nos distribuidores, já é possível fazer o test drive em todas as regiões do Brasil”, disse Bruno Venditti, gerente de Marketing de Varejo da montadora.

O Ka hatch tem preço a partir de R$45,49 mil na versão S com motor 1.0. Ele é equipado com ar-condicionado, direção elétrica, travas e vidro elétrico dianteiro, computador de bordo e banco do motorista com ajuste de altura.

O Ka hatch SE 1.0 acrescenta rádio My Connection com bluetooth, compartimento para celular no painel e maçanetas e retrovisores na cor do veículo, por R$45,99 mil.

O Ka sedan parte da versão SE com motor 1.0, com os mesmos equipamentos do hatch, por R$49,49 mil.

O Ka hatch FreeStyle com motor 1.5, a grande novidade da linha 2019, conta com altura elevada do solo, suspensão reforçada e itens de perfil aventureiro. Ele sai por R$63,49 mil, na versão manual, e R$67,99 mil, na automática.

Linha 2019 da Fiat Strada ganha versão Freedom 1.4 Cabine Dupla

Da Redação

imagem (1)

imagemA Fiat Strada, líder do seu segmento há 18 anos, chega ao mercado com sua linha 2019 com novidades: novos itens de série e opcionais e uma nova versão, a Freedom 1.4 Cabine Dupla.

Entre as novidades, adoção dos pneus Scorpion ATR (All Terrain) de série para as versões Adventure. Já a Working e a Hard Working, com todos os tipos de cabine, agora oferecem pré-disposição para rádio (antena e 2 alto-falantes) de série.

Fiat Strada Freedom 1.4 Cabine Dupla – De acordo com a montadora italiana, a nova versão foi criada para atender à demanda de clientes que necessitam de um veículo para trabalho, mas que também utilizam o carro em seu dia-a-dia particular.

Strada Freedom 1A Strada Freedom pode ser equipada com central multimídia com tela de 6,2 polegadas, DVD, GPS e câmera de ré.

A nova versão vem, de série, com rodas de liga leve 14 polegadas, faróis de neblina com detalhes cromados, capota marítima, maçanetas das portas e retrovisores na cor do veículo e sensor de estacionamento traseiro.

Além disso, conta com vidros e trava elétricos, rádio B6 Connect, entrada USB para carregar dispositivos e ler dados, volante em couro com comando do rádio, iluminação do porta-luvas, retrovisores com ajuste elétrico, para-sóis com espelhos e novos bancos com tecido exclusivo da versão com bordado Freedom no encosto.

Strada Freedom 3As saídas de ar, o painel do rádio e o comando da climatização contam, ainda, com pintura especial.

O consumidor poderá escolher entre 4 opções de cores disponíveis para todas as versões da picape Fiat Strada 2019, sendo três sólidas (branco, vermelho e preto) e uma metálica (prata). Há, ainda, a cor cinza exclusiva das versões Adventure e Freedom.

Existe a opção de escolha pelos pacotes de opcionais. Para as versões Hard Working 1.4 Cabines Simples e Estendida é possível adquirir os Packs Protection (barras de proteção do vidro traseiro e protetor de cárter), Worker (vidros elétricos e travas elétricas das portas e tampa de combustível, além de todos os itens do Pack Protection) e Pleasure (rádio B1 USB MP3/WMA com RDS, banco do motorista com ajuste de altura, calotas integrais e capota marítima, além dos itens do Pack Worker).

Strada Freedom 2

Fotos: FCA / Divulgação

A Hard Working 1.4 Cabine Dupla, além dos dois primeiros, conta ainda com o Pack Convenience (rádio B1 USB MP3/WMA com RDS e banco do motorista com ajuste de altura, além dos itens do Pack Worker).

Já a nova versão Freedom 1.4 Cabine Dupla pode ser equipada com o Pack Techno (central multimídia com tela de 6,2 polegadas, USB/DVD/TV/GPS e câmera traseira) e a Adventure 1.8 Cabine Dupla com o sistema Locker de bloqueio mecânico do diferencial.

Preços das versões:

Strada Working 1.4 Cabine Simples – R$49,79 mil

Strada Hard Working 1.4 Cabine Simples – R$56,49 mil

Strada Hard Working 1.4 Cabine Estendida – R$64,99 mil

Strada Hard Working 1.4 Cabine Dupla – R$67,99 mil

Strada Freedom 1.4 Cabine Dupla – R$71,99 mil

Strada Adventure 1.8 Cabine Dupla – R$79,49 mil

IMPORTANTE: estamos aguardando retorno do contato que fizemos com a assessoria de imprensa da Fiat, solicitando a foto da dianteira da nova versão Freedom. Tal foto não foi disponibilizada no material enviado para a imprensa.

Resultados da indústria automobilística em julho

Da Redação

O balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), ontem, apontou para o licenciamento de 217,5 mil veículos em julho, o que significa um crescimento de 7,7% frente as 202 mil unidades comercializadas em junho deste ano.

Quando comparado com as 184,8 mil unidades negociadas em julho de 2017, o balanço mostra acréscimo de 17,7%. Nos sete meses já transcorridos do ano, 1,38 milhão de unidades foram comercializadas, expansão de 14,9% comparado com as 1,20 milhão no mesmo período do ano passado.

Para Antônio Megale, presidente da Anfavea, os resultados são muito positivos para o setor automotivo brasileiro:

“O balanço até julho mostra números muito importantes para a indústria, pois vemos crescimento em todos os segmentos. Mesmo com algum soluço causado pelas paralisações dos transportadores no fim de maio, o setor automobilístico tem apresentado, ao longo dos últimos meses, dados que comprovam sua retomada, o que é muito positivo para toda economia brasileira”.

A produção de 245,8 mil unidades em julho resultou em uma baixa de 4,1% ante as 256,3 mil de junho e alta de 9,3% quando analisado com as 224,8 mil de julho de 2017. No acumulado deste ano foram fabricadas 1,68 milhão de unidades, elevação de 13% contra as 1,48 milhão do ano passado.

As exportações no mês passado registraram decréscimo de 20,9% – foram 51,4 mil unidades em julho e 64,9 mil em junho – e de 21,7% ante as 65,6 mil de julho do ano passado. Somente este ano foram enviadas para outros países 430,4 mil unidades, número 2,8% abaixo das 442,5 mil do ano passado.

Caminhões e ônibus

O licenciamento de 6,6 mil caminhões em julho significou aumento de 15,6% sobre as 5,7 mil de junho e de 45,3% na análise com as 4,5 mil de julho do ano passado. O acumulado segue com registro de crescimento: foram 38,6 mil este ano e 26,0 mil em 2017, elevação de 48,6%.

A produção de 8,8 mil unidades em julho representa expansão de 1,7% com relação a junho, com 8,6 mil produtos, e de 23,8% frente aos dados de julho de 2017, quando foram fabricados 7,1 mil. A fabricação acumulada registrou elevação de 35,4% (58,4 mil este ano e 43,1 mil no ano passado).

Em julho 2,1 mil unidades foram exportadas, diminuição de 13,4% ante as 2,5 mil unidades de junho e de 22% contra as 2,8 mil de julho do ano passado. De janeiro a julho as exportações acumulam 16,5 mil unidades e estão com leve queda de 0,6% sobre as 16,4 mil do mesmo período de 2017.

No segmento de ônibus o licenciamento no último mês ficou em 1,8 mil unidades, alta de 102,9% ante as 909 unidades de junho e de 48,5% frente as 1,2 mil de igual período do ano passado.

Nos sete primeiros meses de 2018 foram vendidas 7,4 mil unidades, quantidade 20,8% maior se confrontada com as 6,1 mil do mesmo período em 2017.

Os fabricantes produziram em julho 2,8 mil chassis para ônibus – baixa de 2,9% contra as 2,9 mil de junho e crescimento de 25,6% ante as 2,3 mil de julho do ano passado. Para o acumulado do ano o segmento contabiliza 17,8 mil unidades, elevação de 45,2% sobre as 12,2 mil do ano passado.

As exportações de 2018 somam 5,2 mil unidades, alta de 7,9% na análise com as 4,8 mil unidades do ano passado.

Máquinas agrícolas e rodoviárias

O segmento de máquinas agrícolas e rodoviárias registrou 4,8 mil unidades de vendas internas, recuo de 3,5% quando defrontado com as 4,9 mil de junho, e aumento de 27,7% ao comparar com as 3,7 mil de julho de 2017.

No acumulado deste ano, com 24,6 mil unidades, o setor cresceu 2,4% ao defrontar com as 24,0 mil unidades do ano passado.

A produção em julho aumentou 26,5%: foram 6,7 mil unidades no mês e 5,3 mil em junho. Ao se comparar com as 5,4 mil de julho do ano passado o resultado foi maior em 23,8%.

No acumulado do ano, 33,6 mil unidades deixaram as linhas de montagem, o que representa crescimento de 1,1% contra as 33,3 mil de 2017.

As exportações ficaram 2% maiores nos primeiros sete meses do ano com 7,4 mil unidades até o momento e 7,3 mil no ano passado.

BMW M5 tem recall para reparo do sensor do nível de combustível

Da Redação

bmw-mseries-m5-Wallpaper-1920x1200-05.jpg.asset.1500647065132

Foto: BMW Group / Divulgação

A BMW do Brasil está convocando os proprietários dos veículos BMW M5, fabricados entre 08/03/2018 e 21/06/2018, a entrarem em contato com um concessionário autorizado no País para agendar gratuitamente o reparo do sensor do nível de combustível.

Verificou-se a possibilidade de mau funcionamento do sensor em virtude do mal posicionamento do tubo de combustível. Caso manifestada a falha, poderá ocorrer pane seca pela leitura incorreta da quantidade de combustível.

Nesse caso, não se descarta a possibilidade de ocorrência de danos físicos e materiais aos ocupantes do veículo e a terceiros.

Estão envolvidos no recall um total de 52 unidades do veículo.

Os serviços poderão ser realizados a partir de hoje (06/08) e levam cerca de 1 hora.

Os chassis, não sequenciais, envolvidos são:

MODELO DE ATÉ
BMW M5 G965626 G967113

Para verificar se a sua unidade está dentro do sequenciamento de chassis desta campanha, ou para outras informações, o cliente deve acessar o site: www.bmw.com.br/recall

Também pode fazer contato pelo Serviço de Atendimento ao Cliente BMW, exclusivo para recall: 0800 019 7097, de 2ª a 6ª-feira, das 8 às 19 horas.

Primeiro semestre registra 2,3% de crescimento nas vendas de pneus

Da Redação

A ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos) registrou crescimento de 2,3% nas vendas de pneus no primeiro semestre de 2018 em relação ao mesmo período de 2017, com um aumento total de 28,9 milhões unidades.

Os números fazem parte do levantamento setorial das empresas associadas.

“O resultado poderia ter sido melhor, já que tínhamos registrado um forte aumento nas vendas nos primeiros meses deste ano. Mas sentimos o impacto da paralisação em maio e da Copa do Mundo, que afetaram o funcionamento das linhas de produção e as vendas no varejo”, disse Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.

A comercialização para reposição no período puxou para baixo o resultado, já que houve queda de 4,6% no total. O resultado é atribuído, principalmente, à diminuição de 14,2% nas vendas de pneus para veículos comerciais leves e de 8,5% nas vendas para carros de passeio.

Para o setor de veículos de carga, as vendas mantiveram-se estáveis. Já a reposição de pneus de moto cresceu 7,9% no período, para 4,8 milhões de unidades.

O saldo positivo no semestre foi encabeçado pelas vendas para montadoras, com aproximadamente 7,6 milhões de unidades de pneus, 28,3% a mais comparando com o 1º semestre de 2017.

O resultado foi puxado pela forte alta nas vendas de pneus para veículos de carga, somando 678 mil de unidades, um acréscimo de 79,9% sobre as 377 mil vendidas em 2017. Destaque também para a venda de pneus para montadoras de veículos de passeio, que saíram de 4 milhões para 4,9 milhões, crescimento de 24,7%.

O melhor mês do semestre em vendas de pneus foi junho, com aproximadamente 5,5 milhões de unidades vendidas, número 11% superior ao mesmo mês de 2017.