Honda Civic Si 2020 chega ao Brasil

Da Redação

4J6A7945-1cA Honda apresentou, hoje, a linha 2020 do Civic Si. O coupé esportivo chega renovado ao mercado brasileiro com mudanças no design externo e interno, aprimoramentos mecânicos e novos equipamentos de conforto e conveniência.

Detentor de uma dianteira agressiva, com grade frontal preta, largas tomadas de ar no para-choque e faróis full LED, o modelo ganha novas molduras para os faróis de neblina – que agora também são em LED – com novo desenho com acabamento em preto brilhante e uma barra transversal que acompanha a cor da carroceria.

Outra novidade é a adoção de novas rodas de liga leve de 18 polegadas com acabamento em preto fosco, aliadas aos pneus de 235 mm (235/40 R18), que ressaltam a esportividade. Na traseira, o Si mantém a assinatura de design do modelo, com o elevado aerofólio e barra de LED horizontal, que acompanha toda extensão da traseira.

4J6A3675-16

4J6A3705-17cO escapamento central tem formato poligonal e acabamento cromado. O modelo traz, ainda, teto solar.

No interior, o painel ganha novos elementos em vermelho, mesma tonalidade adotada nas novas faixas centrais dos bancos esportivos, em formato concha, com logotipos da versão bordados no encosto.

A estética diferenciada é replicada nas costuras vermelhas dos bancos, laterais de portas, bem como no volante, manopla e coifa do câmbio.

4J6A7919O quadro de instrumentos digital em TFT conta com iluminação vermelha, os pedais esportivos são em alumínio e o acabamento do painel é feito em Dry Metal Carbon.

Para a linha 2020, o Civic Si também recebe novos equipamentos de conforto e comodidade, como o sensor de chuva, que permite o acionamento automático dos limpadores, além do sistema de recarga de celulares sem fio, por indução, posicionado no console central.

Eles complementam a lista de itens de série do modelo, como o freio de estacionamento eletrônico, travamento das portas por distância e ar-condicionado digital de duas zonas, entre outro.

Quando o assunto é conectividade, o Civic Si traz um sistema multimídia de sete polegadas, sensível ao toque, integrado aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, o que permite uma conexão fácil do smartphone ao automóvel. Além disso, possui um sistema de áudio premium de 450 watts com 10 alto-falantes.

O motor 1.5 turbo que equipa o Civic Si, com alta performance e torque, traz injeção direta, duplo comando de válvulas variáveis no cabeçote (Dual VTC) e quatro cilindros.

Essa família de motores turbo também é adotada – com diferentes configurações de potência e torque – em outras versões do Civic, no HR-V e  no CR-V Touring.

4J6A7883c-28No Si, ele é combinado a uma transmissão manual de seis velocidades. Na linha 2020, o modelo recebe uma relação de marchas 6% mais curta, o que proporciona uma sensação de aceleração ainda mais aprimorada.

Com intercooler frontal e turbo de maiores dimensões, bem como outros aprimoramentos mecânicos, o motor do Si traz potência máxima de 208 cv aos 5.700 rpm e o torque de 26,5 kgfm aparece aos 2.100 rpm e é mantido em 70% da faixa de rotação do motor.

O coupé traz componentes de chassi e de direção aprimorados, como a direção elétrica adaptativa de duplo pinhão com relação variável, suspensão com acerto esportivo, amortecedores adaptativos e diferencial com deslizamento limitado. Os freios são de 12,3 polegadas na dianteira.

4J6A7917C-30Em complemento aos amortecedores adaptativos, a suspensão possui, ainda, molas mais firmes, barras estabilizadoras mais rígidas (30% a mais na dianteira e 60% a mais na traseira), buchas sólidas na dianteira e traseira, além de braços de controle ultra rígidos na traseira, oriundos do Civic Type R.

Outro diferencial do Civic Si é a possibilidade de escolher entre dois modos de condução, que aumentam a dinâmica na utilização esportiva e, também, permitem conforto no uso diário. Por meio da tecla Sport, localizada no console central, o condutor seleciona entre dois ajustes de rodagem, que alteram parâmetros de suspensão, acelerador e assistência de direção.

No modo conforto, os amortecedores operam de forma mais suave, a assistência da direção é aprimorada e o acelerador opera de forma menos direta, permitindo uma condução mais suave.

4J6A3605-12Com a tecla Sport acionada, os amortecedores trabalham com mais carga, enquanto a resposta de acelerador fica mais direta e a direção, por sua vez, tem a sua assistência reduzida.

Na linha 2020, o modelo ganhou o Active Sound Control, uma tecnologia que usa o sistema de áudio para amplificar o som do motor durante uma condução mais agressiva.

O Civic Si é equipado com os seguintes sistemas: ABS, com distribuição eletrônica de frenagem, o VSA (controle de tração e estabilidade), o HSA (Hill Start Assist – assistente de partida em aclives), além do exclusivo AHA (Agile Handling Assist) que aprimora a estabilidade dinâmica em curvas.

4J6A3263-2Fotos: Honda / Divulgação

O modelo também possui 6 airbags, câmera de ré multivisão e ainda vem equipado com o sistema Honda LaneWatch, composto de uma câmera instalada no retrovisor direito. Quando você aciona a seta, ele amplia o ângulo de visão do motorista, eliminando pontos cegos e projetando essa imagem ampliada no sistema multimídia.

O Civic Si 2020 será comercializado no Brasil em versão única, coupé de duas portas, com três opções de cores: Platinum White, Crystal Black e Rallye Red.

O modelo tem três anos de garantia, sem limite de quilometragem e estará disponível para venda a partir de julho com o preço sugerido de R$179,90 mil.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Emplacamentos de veículos registram aumento de 93,5% em junho, mas no acumulado do semestre a retração é de 36,13%

Da Redação

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), foram vendidos 194.354 veículos em junho/2020, contra 100.422 unidades em maio, num aumento de 93,5%.

Mas, se comparados aos resultados de junho de 2019, os emplacamentos de junho de 2020 ficaram 38,58% abaixo das 316.453 unidades, comercializadas no ano passado.

No acumulado do 1º semestre/2020, foram emplacados 1.225.663 veículos, entre automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, o que representa queda de 36,13%, na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram emplacadas 1.918.977 unidades.

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, a pandemia do coronavírus, iniciada na segunda quinzena de março, impactou, negativamente, no balanço do 1º semestre do setor.

“A queda já era esperada, em função do atual cenário, considerando os efeitos da pandemia do Covid-19, que obrigou o fechamento do comércio e o isolamento social, durante longo período. Mas, quando avaliamos o mês de junho, na comparação com maio deste ano, já observamos uma expressiva melhora, explicada pelo retorno das atividades dos Detrans, principalmente, em São Paulo, que representou 32,1% das vendas nacionais, e da reabertura das concessionárias, para vendas, na capital paulista e em outras localidades”, explicou  Assumpção Júnior.

Para ele, o aumento de vendas, em junho, reflete, parcialmente, possíveis vendas represadas e realizadas em maio, enquanto os Detrans não estavam operando, mas, também, revela a melhora nos índices de confiança por parte do consumidor e empresários, “principalmente, em segmentos como de caminhões e motocicletas, que só não tiveram resultados melhores pela falta de produtos, já que as montadoras estão retomando a produção aos poucos e ainda de forma reduzida”, comentou.

Segundo levantamento da entidade, os resultados de emplacamentos no acumulado do semestre revelam que 2020 está na 17ª posição no ranking histórico dos primeiros semestres e na 20ª colocação entre os meses de junho.

Todos os segmentos automotivos apresentaram recuperação em junho sobre maio deste ano, embora a queda acumulada também seja geral.

Automóveis e Comerciais Leves – Com aumento de 116,78%, as vendas de automóveis e comerciais leves, em junho, totalizaram 122.772 unidades emplacadas, contra 56.635 em maio deste ano, mês que ainda teve uma base baixa para comparação, em função de muitas concessionárias estarem fechadas.

Se comparado a junho de 2019 (213.416 unidades vendidas), o resultado de junho/2020 mostra queda de 42,47%.

Também no acumulado do 1º semestre, os impactos da pandemia sobre as vendas de automóveis e comerciais leves fizeram o resultado cair de 1.248.843 unidades, vendidas nos seis primeiros meses de 2019, para 763.280 unidades, comercializadas no 1º semestre de 2020.

Caminhões, Ônibus e Implementos Rodoviários – Em junho, os 8.762 caminhões emplacados ficaram 12,28% acima do volume comercializado, no mesmo mês de 2019 (7.804 unidades), e 85,05% acima das vendas de maio de 2020 (4.735 unidades).

Mesmo sendo um dos segmentos automotivos menos afetados pela crise, o mercado de caminhões registrou retração de 19,71% nas vendas do primeiro semestre de 2020, sobre mesmo período de 2019, totalizando 37.629 unidades, contra 46.865 unidades no 1º. Semestre do ano passado.

As vendas de ônibus registraram baixa no primeiro semestre, chegando a uma queda de 36,5% sobre o acumulado de 2019, somando 7.875 unidades, contra as 12.402 unidades emplacadas no mesmo período do ano passado.

Na comparação com junho de 2019, a queda refletida foi de 34,09%. Mas, se comparados com o mês de maio/2020, os números apresentam crescimento de 58,03%.

O segmento de implementos rodoviários registrou 6.614 unidades emplacadas em junho/2020, numa alta de 25,98% em relação ao mesmo mês do ano passado. Na comparação com maio deste ano, o segmento apresentou crescimento de 76,23%.

No entanto, houve retração de 13,42% nos licenciamentos do primeiro semestre deste ano, frente à igual período do ano passado, totalizando 26.702 unidades, contra 30.841 implementos rodoviários, registrados em 2019.

Motocicletas – Com a expansão dos serviços de entrega (delivery), durante a pandemia, o segmento de motocicletas teria acelerado mais as vendas não fosse a falta de produtos nas concessionárias.

Em junho, foram licenciadas 45.893 motos, 42,66% a menos do que em igual mês do ano passado, que registrou 80.040 motos emplacadas.

Já na comparação entre junho e maio/2020 (29.221 motos emplacadas), os resultados de junho foram 57,05% superiores.

Segundo os registros históricos da entidade, para o segmento de motos, o mês de junho/2020 ficou na 20ª colocação entre todos os meses de junho e, se considerado o resultado do acumulado, o 1º semestre de 2020 ficou na 19ª posição.

Tratores e Máquinas Agrícolas – Para o segmento de tratores, máquinas agrícolas e colheitadeiras, os dados da Fenabrave mostram que foram comercializadas, no atacado, de janeiro a maio (dados de junho ainda não disponíveis, pois esse segmento não é emplacado), 14.612 unidades, numa retração de 6,9% ante igual intervalo do ano passado, quando foram comercializadas 15.688 unidades.

Na comparação entre os meses de maio/2020 e maio/2019, houve expansão de 16,1% este ano, totalizando 3.673 unidades, contra 3.164, em maio do ano passado.

Maio de 2020 também superou o mês de abril, com aumento de 57,3%, superando, portanto, as 2.335 unidades vendidas.

Revisão das Projeções para 2020 – Diante dos resultados do primeiro semestre de 2020, e do comportamento do mercado e da economia durante a pandemia, com observância da evolução dos últimos meses, a Fenabrave revisou suas expectativas para o mercado de veículos em 2020.

Para o setor em geral, a entidade projeta queda de 35,8%, ante o crescimento de 9,7% esperado na previsão feita em janeiro. Com isso, o mercado total, com exceção de tratores e máquinas agrícolas, que não são emplacados, deverá somar 2.522.560 unidades.

A previsão para as vendas de automóveis e comerciais leve, ao mercado interno, passou de uma alta esperada de 9%, para uma retração projetada em 37,1%, somando, agora, 1.672.428 unidades.

Para caminhões, a projeção, que era de alta de 24%, passou a uma queda de 18,6%, totalizando 82.854 unidades.

As vendas de ônibus devem retrair 39,1%, com o total de 16.554 unidades, ante a expectativa anterior, de aumento de 16%.

O mercado de implementos rodoviários deve apresentar de queda de 7,6% este ano, o que representa de 58.600 unidades, contra os 23% de aumento, previstos em janeiro.

Para o mercado de motocicletas, a Fenabrave projeta retração de 35,8% e não mais alta de 9%, como avaliou, inicialmente, em janeiro. Agora, as projeções apontam para 692.124 unidades vendidas este ano.

unnamed 2

Tabela: Fenabrave

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Ford apresenta a nova F-150

Da Redação

dimsA Ford apresentou a nova F-150, picape da Série F que é, há 43 anos consecutivos, o veículo de trabalho mais vendido dos Estados Unidos. Ela chega ao mercado norte-americano no último trimestre deste ano – veja o vídeo.

“Desde 1948, os clientes da Série F confiam na Ford para ajudá-los a fazer o seu trabalho”, disse Jim Farley, diretor de operações da Ford. “A F-150 é nosso carro-chefe e produzida com o mais alto padrão para garantir que nossos clientes realizem o seu trabalho e continuem fazendo a diferença nas suas comunidades.”

A nova F-150 tem a maior capacidade de reboque, carga útil, torque e potência da categoria, além de novos recursos para aumentar a produtividade, inovações em conectividade, como atualizações sem fio, e um novo trem de força híbrido PowerBoost de 3.5 litros com  gerador de força integrado, o Pro/ Power Onboard – veja o vídeo.

“Consideramos nosso dever entregar não só o que os clientes desejam e precisam, mas também o que eles nunca imaginaram ser possível”, disse Craig Schmatz, engenheiro-chefe da Ford F-150. “A F-150 será mais forte que nunca e, com atualizações completas de conectividade sem fio, abre um leque muito maior de aprimoramentos em potencial – desde atualizações do sistema até a oferta de novos recursos.”

21_FRD_F15_49155.tifA nova F-150 tem uma base forte e durável, composta por chassi fechado de aço de alta resistência e carroceria de liga de alumínio de alta resistência, de nível militar. Todos os seus painéis externos foram redesenhados, incluindo novo design dos faróis, capô e para-choques envolventes.

Para-lamas dianteiros mais altos, novo vinco central e pneus três quartos de polegada maiores dão uma postura mais forte e poderosa à picape.

A linha oferece 11 opções de grade nas diferentes versões, com design diferenciado, mas sem perder a identidade, além de novos apliques na tampa da caçamba. As novidades incluem faróis e lanternas traseiras de LED e estribos elétricos de acionamento rápido para melhor acesso lateral à caçamba.

A grade dianteira com fechamento ativo, uma nova barragem de ar ativa e a nova geometria da cabine e da tampa traseira contribuem para reduzir o arrasto e o consumo de combustível.

21_FRD_F15_49145.tif - TraseiraO interior foi totalmente redesenhado para aprimorar a experiência de uso, unindo estilo, conforto, praticidade e tecnologia, com materiais de qualidade, novas opções de cores e de armazenamento.

A F-150 traz uma nova tela central de 12 polegadas que permite dividir a tela e controlar várias funções simultaneamente, incluindo navegação, música e recursos do veículo. As versões de entrada e intermediárias da XL e XLT vêm com tela de 8 polegadas. Ambas oferecem acesso ao novo manual do proprietário digital, que permite encontrar as informações com facilidade, incluindo vídeos.

Um novo quadro de instrumentos digital de 12 polegadas, opcional, oferece várias informações sob demanda, além de gráficos e animações ativados pelos novos modos de direção selecionáveis.

O interior oferece como opcional uma bancada, o Interior Work Surface, que ajuda a transformar a picape num escritório móvel. Ela é ideal, por exemplo, para assinar documentos, trabalhar com um laptop de 15 polegadas ou fazer uma refeição no estacionamento. Todas as versões trazem a opção de bancos normais ou “poltrona do capitão”.

ford-f-150-2021-ofciialSabendo que muitos clientes preferem o comando de câmbio no console, a Ford criou na F-150 uma alavanca retrátil que se dobra facilmente, ao apertar de um botão, e deixa o espaço livre para o trabalho quando estacionada.

As versões King Ranch, Platinum e Limited contam com a opção dos exclusivos bancos Max Recline, para o máximo conforto nas horas de descanso. Eles reclinam a quase 180 graus, com o assento subindo para se juntar ao encosto e a parte superior girando para a frente até 10 graus para total comodidade.

A F-150 também ganhou a opção de um compartimento com chave sob o banco traseiro para guardar objetos de valor ou longos, como varas de pesca ou plantas de arquitetura, e tem ainda um divisor para manter tudo organizado.

A picape vêm de série com novos grampos nas laterais da tampa da caçamba para a amarração de objetos longos, além de novas braçadeiras embutidas. Como opcional, há também uma superfície que transforma a tampa da caçamba em mesa de trabalho, com réguas integradas, suporte para dispositivo móvel, porta-copo e porta-lápis.

FordF-150-2021-4Outro opcional exclusivo é o Zone Lighting, que permite ligar e desligar luzes externas na picape pela tela do SYNC 4, ou remotamente com o aplicativo FordPass no celular, para trabalhar, acampar ou outras atividades à noite.

A nova F-150 também é a única do segmento a oferecer os sistemas de orientação de marcha à ré e de engate de trailer como opcionais. O assistente de ré usa as câmeras de alta resolução e gráficos para orientar o motorista na manobra com trailer. O assistente de engate de trailer torna a operação tão fácil quanto girar um botão.

O novo trem de força híbrido PowerBoost V6 de 3.5 litros (380 cv) foi projetado para gerar o maior torque e a maior potência da categoria. Disponível para todas as versões da F-150, da XL à Limited, ele é o único sistema híbrido completo do segmento, adicionando torque elétrico instantâneo ao motor EcoBoost V6 de 3.5 litros da Ford. Ele tem uma autonomia estimada pela EPA de mais de 1.100 km e capacidade máxima de reboque de pelo menos 5.400 kg.

O PowerBoost combina o motor EcoBoost da Ford e a transmissão automática SelectShift de 10 velocidades com um motor elétrico de 35 kW (47 cv de potência) integrado à transmissão, além de um software calibrado especialmente para uso em picapes, incluindo modo de direção com carga /reboque.

FordF-150-2021-5O motor elétrico usa a frenagem regenerativa para recarregar a bateria de íons de lítio de 1,5 quilowatt-hora. A bateria é instalada de forma eficiente sob a picape, sem tirar espaço da cabine e da caçamba, e pode ser usada em ambientes com temperaturas extremas ou com carga pesada.

A F-150 tem também, como opcional, um gerador de força que pode ser usado para ferramentas, acampamentos e outras necessidades, o Pro Power Onboard, com potência de 2 kW com motores a gasolina.

Na F-150 equipada com PowerBoost, o gerador tem potência de 2,4 kW, ou 7,2 kW como opcional. A energia é acessada por tomadas na cabine e até quatro tomadas de 120 V e 20 A montadas na caçamba. A versão de 7,2 kW inclui uma tomada de 240 V e 30 A. O sistema pode ser usado mesmo com o veículo em movimento para recarregar ferramentas.

Segundo a Ford, ela é a primeira picape grande da América do Norte a vir de série com atualizações sem fio para todos os sistemas do veículo, incluindo desde suporte à manutenção preventiva até novas funções e recursos para melhorar o desempenho. A maioria das atualizações será concluída em menos de dois minutos, na hora que o cliente quiser.

FordF-150-2021-2A picape vem de série com a nova central multimídia SYNC 4, que tem o dobro de poder de computação que a geração anterior e pode se conectar sem fio com smartphones com Apple CarPlay e Android Auto, além de aplicativos pelo SYNC AppLink, como Waze e Ford+Alexa.

O novo sistema de som B&O da Bang & Olufsen, com oito alto-falantes, é disponível a partir da versão XLT, enquanto o sistema opcional B&O Unleashed, com 18 alto-falantes, incluindo no teto e encostos de cabeça dianteiros, é disponível nas versões Lariat, King Ranch, Platinum e Limited.

A Ford também oferece gratuitamente a assistência de chamada de emergência (911 Assist), que alerta automaticamente os serviços de emergência em caso de acidente, e o FordPass, aplicativo para celular que permite dar partida ou destravar o veículo à distância, além de controlar os novos recursos de iluminação externa, alerta de roubo de reboque, verificação de luz de reboque e gerador.

A nova F-150 oferece os recursos mais avançados de assistência ao motorista, reunidos no Ford Co-Pilot360 2.0. Desde a versão XL, ela vem de série com assistência de pré-colisão com frenagem de emergência e detecção de pedestres, câmera de ré com assistência dinâmica de engate, acionamento dos faróis e farol alto automático.

FordF-150-2021-3A F-150 também adiciona dez novos recursos de assistência ao motorista e é a única picape a oferecer o Active Drive Assist, que permite dirigir sem as mãos em mais de 160 mil quilômetros de estradas dos EUA e Canadá, com uma câmera que monitora a posição da cabeça e o olhar do motorista.

Esse sistema permite que o motorista dirija sem as mãos em determinados trechos de estradas duplas e pré-mapeadas – se continuar mantendo a atenção na estrada – para mais conforto em viagens longas.

A picape já vem equipada com o hardware do Active Drive Assist e o software para habilitá-lo, previsto para o terceiro trimestre de 2021, poderá ser baixado sem fio ou instalado nas concessionárias, com cobrança adicional.

O assistente de cruzamento, que detecta a aproximação de veículos em curvas à esquerda e aplica os freios quando necessário, é outro recurso novo. A F-150 também é a única da categoria com um assistente de estacionamento de última geração, o Active Park Assist 2.0, que controla a direção, câmbio, freio e acelerador nas manobras em vagas paralelas ou perpendiculares.

FordF-150-2021-6

FordF-150-2021-1Fotos: Ford / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

New Holland traz para o País as minicarregadeiras da Série 300

Da Redação

L330_7 (1)A New Holland Construction, marca da CNH Industrial que celebra 70 anos de Brasil em 2020, traz ao País a nova Série 300 de minicarregadeiras. Os clientes da agricultura à construção contam agora com uma cabine com comandos reposicionados e novo design, melhorando a interface e o conforto para o operador.

A tecnologia da Série 300 inclui a exclusiva tecnologia de elevação Super Boom, assento com suspensão e três comandos de operação – hand control, foot control e joystick, resultando em ganhos em ergonomia.

As evoluções confirmam o pioneirismo da New Holland Construction, presente desde 1972 no segmento, com mais de 260 mil minicarregadeiras produzidas.

“Nessa nova geração, aplicamos soluções que ajudam a realizar o trabalho com eficiência, maximizando o potencial de cada tipo de aplicação”, afirmou Esio Dinis, especialista de Marketing Produto da New Holland Construction.

“A Série 300 alcança estes resultados por meio de melhorias focadas no cliente, além de um amplo pacote de implementos à disposição. Nossas minicarregadeiras representam a solução ideal em espaços restritos, aliando alta performance e segurança.”, disse Dinis.

L330_7 (2)A Série 300 chega ao Brasil em quatro modelos – L318, L320, L325 e L330, de 60 hp a 90 hp de potência, capacidade operacional de 818 kg a 1.360 kg e força de desagregação de 24,7 kN a 38,3 kN.

“Os novos modelos mantêm os atributos de força dos anteriores, oferecendo uma melhor ergonomia interna e ganhos nas principais características externas, com maior visibilidade, seja qual for a necessidade de uso”, explicou Giovanni Borgonovo, gerente de Marketing da New Holland Construction.

O acesso à cabine é feito em degrau de perfil baixo, reforçando a acessibilidade independente do biotipo do operador. A interface da cabine traz novidades, como novos joysticks com botões de fácil ativação, novos interruptores nos painéis laterais, novos dutos de ar, porta-copos, localização das portas USB e auxiliar.

Além disso, há um novo sistema de partida do motor, com interruptor tipo giratório, mais intuitivo. As certificações ROPs/FOPs protegem a cabine contra capotamentos e a queda de objetos.

Externamente, o design da Série 300 apresenta um novo conjunto de faróis de serviço na parte superior frontal. As luzes halógenas expandem a visibilidade para facilitar o posicionamento de carga e a manobrabilidade. Nos modelos L325 e L330, a porta traseira Heavy Duty é item de série.

L330_7 (6)Fotos: New Holland / Divulgação

O maior ângulo de fechamento da caçamba resulta em melhor retenção de material. As rodas de perfil baixo melhoram a durabilidade e ajudam a reduzir o ruído. Além disso, a maior distância entre eixos da categoria distribui o centro de gravidade de forma equilibrada, assegurando o controle e a tração durante as tarefas de elevação e de transporte. O ângulo de saída elevado garante fácil deslocamento em terrenos inclinados.

O operador conta, ainda, com um recurso exclusivo para o carregamento de mercadorias, transporte de materiais, abertura de valas, nivelamento e limpeza de terrenos, dentre outras aplicações.

O braço de cinematismo vertical Super Boom da Série 300 garante altura e alcance de descarga e estabilidade. Enquanto o braço sobe, desloca a carga para a frente e não para trás, resultando em alcance e alturas maiores que permitem descarregar em locais onde as outras não alcançam, como no meio da caçamba alta de um caminhão, por exemplo.

A linha auxiliar de baixo e alto fluxo operacional oferece vazão hidráulica para atender qualquer tipo de implemento.

No compartimento do motor, um novo isolamento do cabeamento reforçou a blindagem elétrica e térmica, para operações em que há acúmulo de água ou poeira.

O acesso ao motor é fácil, com a abertura da porta traseira da minicarregadeira para identificar, com facilidade, pontos de manutenção como vareta de nível de óleo, radiador do óleo hidráulico e do motor e tanque do líquido de arrefecimento. A manutenção da bateria também é simplificada.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Fiat apresenta, oficialmente, a nova Strada

Da Redação

NovaFiatStradaVolcanoCD_externas1A Fiat realizou, hoje, o lançamento oficial da nova Strada. Em sua segunda geração, a picape compacta evoluiu por completo para manter sua liderança de duas décadas de mercado.

Segundo a fabricante, um dos maiores méritos do projeto foi o de manter as qualidades pelas quais o veículo sempre foi reconhecido – versatilidade, qualidade, confiança, robustez e custo-benefício no uso de trabalho – para atender, também, o consumidor que deseja um veículo moderno, tecnológico e seguro para a família e o lazer.

Por isso, a marca inova, uma vez mais, ao apresentar a inédita configuração cabine dupla com quatro portas e homologada para cinco passageiros.

Com a nova Strada e a picape Toro, a Fiat conta com os dois veículos mais vendidos do Brasil no segmento de comerciais leves. No importante segmento das picapes (12,9% dos veículos comercializados no país em 2019), os dois modelos somados colocaram a marca com 41,4% das vendas na categoria no ano passado, de acordo com a Fiat.

NovaFiatStradaVolcanoCD_externas4Isso significa que, de dez picapes vendidas no País, quatro são da fabricante instalada em Betim (MG). Os números robustos da picape compacta fizeram com que sua produção batesse o recorde de um milhão de unidades em 2014.

Já são mais de 1,5 milhão de exemplares da Fiat Strada vendidos até hoje e, no ano passado, o modelo bateu seu recorde histórico de vendas com 58,2% de participação no segmento.

Mesmo que o design seja inspirado nos elementos da picape Toro – vencedor de cinco prêmios nacionais e internacionais de design, inclusive o cobiçado Red Dot Award – o modelo tem identidade própria. Todo o desenvolvimento foi realizado no FCA Design Center Latam do Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG).

O desenho é marcado por uma frente elevada, com destaque para os faróis de LED afilados com luzes DRL (Daytime Running Light). Ainda na dianteira, a grade abriga o logo script da marca no centro da peça e traz o discreto Fiat flag, que compõe a nova identidade visual que os carros da fabricante receberão daqui para frente. O capô é vincado.

O desenho prossegue por uma linha de cintura ascendente, que destaca as caixas de rodas quadradas e as laterais esculpidas. Na traseira, as lanternas funcionam como uma assinatura do modelo.

A total renovação da Strada 2021 começa com a plataforma MPP, dedicada exclusivamente ao desenvolvimento da nova picape.

Com 10% a mais em rigidez torcional, o modelo aumentou sua já reconhecida resistência e durabilidade estrutural. Isso se deve à utilização de aços nobres em hot stamping e aços de alta e ultra alta resistência em 90% de sua base (under body), garantindo mais segurança pela melhor integridade do habitáculo e maior eficiência energética.

Por meio da plataforma MPP, também foi possível abrigar uma nova suspensão dianteira e traseira pensando na melhoria do conforto e da dirigibilidade do veículo.

NovaFiatStradaVolcanoCD1Há novas molas, amortecedores e geometria, além de novas travessas de suspensão e barra estabilizadora na dianteira, e novo eixo traseiro.

Agora, a Strada tem maior altura do solo (de até 214 mm). Os ângulos de entrada (de até 24º) e saída de obstáculos (até 28º) estão entre os melhores da categoria.

Além disso, o novo posicionamento da suspensão traseira permitiu maior vão de carga na caçamba entre as picapes da categoria: os 1.059 mm entre as torres no compartimento de carga facilitam muito a acomodação de grandes volumes em sua grande caçamba: são 844 litros na cabine dupla e 1.354 litros na Cabine Plus.

A capacidade de carga também vai além e varia de 650 kg na versão para cinco ocupantes para até 720 kg na configuração de entrada.

NovaFiatStradaVolcanoCD33A movimentação de carga agora é facilitada pela tampa traseira, que teve seu peso de manuseio amortecido em 60% por um novo sistema de mola sem perder robustez, já que suporta cargas de até 400 kg.

Para fechar a tampa, o esforço é mínimo. O vão de carga também é modular e recebeu trilhos para acessórios da Mopar, como divisórias e cargo box, além de contar com quatro ganchos inferiores e superiores, que tornam o espaço preparado para diferentes funções.

Com o travamento da tampa, fica bloqueado também o acesso ao estepe, localizado abaixo do assoalho da caçamba para liberar mais espaço para carga.

Como itens de série em todas as versões, a nova Strada recebeu, entre outros recursos, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+).

NovaFiatStradaVolcanoCD6Trata-se de um sistema voltado para situações de off-road leve, que auxilia em manobras do veículo que se encontra em terreno escorregadio e com a roda patinando.

Ao acionar a tecla TC+, o equipamento transfere mais torque para a roda com maior aderência, fazendo com que a picape vença mais obstáculos. A função é desativada automaticamente a partir de 65 km/h.

O mesmo TC+ ativa o ABS Off-Road, uma calibração que melhora o comportamento de frenagem do veículo quando é necessário o acionamento do ABS em superfícies deformáveis (areia, terra, brita, neve), permitindo o travamento da roda por breves instantes e formando “cunhas” de material na frente da roda.

Este material melhora a aderência dos pneus e a manobra, reduzindo a distância de parada em piso de pouca aderência.

NovaFiatStradaVolcanoCD20As versões Endurance são equipadas com o motor 1.4 Fire, que gera potência de 88 cv a 5.750 rpm (etanol) e 85 cv a 5.750 rpm (gasolina). Seu torque é de 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol, ambos a 3.500 rpm.

A partir da versão Freedom, a nova Strada dispõe de direção com assistência elétrica, sensor de pressão dos pneus, volante multifuncional, retrovisores elétricos, quadro de 3,5 polegdas de TFT, capota marítima e, entre outros itens, rodas de liga leve.

O motor é o 1.3 Firefly de quatro cilindros, com 109 cv de potência a 6.250 rpm e 14,2 kgfm de torque (etanol); com gasolina, são 101 cv a 6.000 rpm e torque de 13,7 kgfm a 3.500 rpm.

Outro destaque é a nova central multimídia Uconnect de 7 polegadas. Com uma tela sensível ao toque, traz recursos como Apple CarPlay e Android Auto com projeção sem fio (wireless). É possível parear até dois smartphones.

NovaFiatStradaVolcanoCD7Ele conta com as seguintes funções: navegação via Waze e Google Maps; música (Streaming | MP3); reconhecimento de voz (Siri | Google Voice); leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp e integração com calendário.

A tela é personalizável e exibe controle de todas as funções do veículo. Além disso, tem baixo reflexo diurno e brilho ajustável. O sistema dá suporte a múltiplas conexões via bluetooth e conta com computador de bordo. Há ainda uma segunda porta USB à disposição dos passageiros.

A nova Strada Volcano conta, também, com vidros traseiros elétricos, bancos em material sintético que imita o couro/tecido, câmera de ré, volante em couro, faróis em LED e sensor de estacionamento.

Traz, ainda, capota marítima, barras longitudinais no teto e de proteção (santantônio), além dos pneus 205/60 R15 ATR. Como opcional, o cliente pode optar por exclusivas rodas de liga leve de 16 polegadas (pneus 205/55 R16).

Para aumentar o conforto a bordo, os consumidores dispõem de fácil acesso pelas suas inéditas quatro portas, além do cuidado no banco traseiro para acomodar três adultos com conforto.

As portas dianteiras se abrem em 70º e as traseiras em 80º, facilitando o acesso ao motorista e demais ocupantes. O passageiro do banco central também conta com cinto de três pontos e encosto de cabeça.

Internamente, a cabine aumentou em 30% o número de porta-objetos, que agora somam 15 litros de espaço útil para os mais variados usos. São lugares especiais para celulares, garrafas, latas, carteiras e outros objetos pessoais, sempre à mão dos ocupantes.

A picape apresenta quatro airbags de série nas versões de cabine dupla e dispõe de cintos de segurança frontais com pré-tensionadores e limitadores de carga.

A proteção para crianças conta com Isofix complementada por Top Tether, ancoragem superior que impede a rotação de cadeira infantil.

A garantia de fábrica passa a ser de 3 anos, com a possibilidade de se adquirir um dos planos da Garantia Adicional Fiat de 12 ou 24 meses, para chegar a até 5 anos de cobertura. Essas opções – plano Amplo, com mais de 10 mil itens de cobertura, e plano Motor e Câmbio, focado em itens essenciais – podem ser adotadas inclusive por clientes profissionais, uma exclusividade na categoria.

Nas versões com motor 1.3, o valor das três primeiras revisões é de R$ 1.284. Quando se analisa o trio de revisões iniciais das versões com propulsor 1.4, o custo total é de R$ 1.336.

Versões e Preços:

NovaFiatStradaEnduranceCabinePlus_externas1Endurance Cabine Plus 1.4 Fire (manual de 5 marchas) – R$63,59 mil

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, preparação para som, assistente de partida em rampas, controles de tração e estabilidade, volante com regulagem de altura, protetor e iluminação da caçamba e rodas de aço de 15 polegadas

NovaFiatStradaEnduranceCD_externas1Endurance Cabine Dupla 1.4 Fire (manual de 5 marchas)  – R$74,99 mil

Mesmos itens da Cabine Plus com acréscimo de dois airbags laterais e sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis com Top Tether.

NovaFiatStradaFreedomCabinePlus_externas2Freedom Cabine Plus 1.3 Firefly (manual de 5 marchas)  – R$69,49 mil

Essa versão vem equipada com os mesmos itens da Endurance acrescidos de: direção elétrica, retrovisores, vidros e travas elétricas, banco do motorista com ajuste de altura, faróis de neblina, para-choques, maçanetas e capa dos retrovisores na mesma cor da carroceria, rádio com entrada USB, rodas em liga-leve de 15 polegadas, computador de bordo com tela 3,5 polegadas e sensor de pressão dos pneus.

NovaFiatStradaFreedomCD_externas1Freedom Cabine Dupla 1.3 Firefly (manual de 5 marchas)  – R$77,99 mil

Mesmos itens da Freedom Cabine Plus com acréscimo de dois airbags laterais e sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis com Top Tether.

NovaFiatStradaVolcanoCD_externas5Volcano Cabine Dupla 1.3 Firefly (manual de 5 marchas)  – R$ R$79,99 mil

A versão top de linha traz os mesmos itens da Freedom Cabine Dupla acrescidos de: faróis de LED, bancos com revestimento parcial em material sintético que imita o couro, vidros elétricos traseiros, central multimídia Uconnect de 7 polegadas, câmera de ré, sensor de ré, duas entradas USB, volante revestido em couro, capota marítima, rack de teto e rodas em liga-leve de 15 polegadas com pneus de uso misto.

A Fiat anunciou que manterá uma versão da antiga geração da Strada, a Hard Working com cabine simples. O preço sugerido é de R$ 61,59 mil.

Pacotes de Opcionais:

A versão Endurance tem os seguintes pacotes de opcionais: Pack Worker – R$2,50 mil (alarme, travas e vidros elétricos, break light, fechadura elétrica na caçamba, comando elétrico na tampa do combustível e banco do motorista com ajuste de altura); Pack Audio – R$1,50 mil (rádio, autofalantes, porta USB frontal e volante multifuncional); e Pack Teck – R$ 3,49 mil (central multimídia Uconnect de 7 polegadas, display digital de 3,5 polegadas no painel de instrumentos, alto-falantes, duas portas USB, controles de áudio no volante parcialmente em couro, câmera de ré e sensor de estacionamento).

A Freedom apresenta o seguinte pacote de opcionais: Pack Teck – R$2,99 mil (central multimídia Uconnect de 7 polegadas, alto-falantes, câmera de ré e sensor de estacionamento).

A Strada Volcano tem como opcional a roda de liga leve de 16 polegadas (R$ 2,30 mil).

NovaFiatStradaVolcanoCD_externas2Fotos: FCA – Fiat Chrysler Automóveis / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

 

Volkswagen lança o Nivus

Da Redação

aee67065-bd1d-4cac-a434-c691c1279c4aA Volkswagen realizou, hoje, o lançamento oficial do Nivus para a imprensa especializada. “O Nivus é o coração da Nova Volkswagen. Daqui do Brasil, projetamos um carro global, para fazer sucesso nos mercados mais competitivos do mundo”, destacou Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen América Latina.

“Por isso, a chegada às concessionárias no Brasil, programada para o início de agosto, é motivo de orgulho e otimismo para todos nós”, completou.

Fabricado na planta da Volkswagen na Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), o Nivus é um personagem fundamental na maior ofensiva de produtos da Volkswagen na América Latina.

“Totalmente desenvolvido na América Latina, o Nivus começou a ser produzido no dia 8 de junho, seguindo a programação inicial de lançamento no mercado. Todas as nossas fábricas da Volkswagen no Brasil e na Argentina já retomaram a produção de forma gradativa, respeitando todas as normas de segurança de combate à pandemia”, ressaltou Di Si.

ce94363f-09bd-4a56-b9d9-d4bb0332b632O Nivus tem uma oferta enxuta e de baixa complexidade, tanto de versões quanto de opcionais, destacou a VW. O modelo será oferecido nas versões Comfortline 200 TSI, por R$85,89 mil, e na versão Highline 200 TSI, por R$98,29 mil.

“O Nivus é uma combinação de sucesso do design coupé arrojado com apelo esportivo, versatilidade e posição de dirigir um pouco mais alta. Tudo isso faz com que esse carro complete ainda mais o nosso portfólio, criando um segmento completamente novo no mercado.”, explicou Gustavo Schmidt, vice-presidente de vendas e marketing da Volkswagen América Latina.

“Com o Nivus, nosso foco é o cliente com idade média entre 30 e 35 anos, ligado a esportes, tecnologia, games, música, carros, gastronomia, viagens e pets. Esses são os vibrant millennials!”, detalhou Schmidt. Não é à toa que o Nivus será o primeiro modelo desenvolvido pela Volkswagen do Brasil e que também será produzido e comercializado no mercado europeu a partir de 2021.

Além do motor 200 TSI (1.0 turbo) e da transmissão automática de seis marchas, o modelo traz, de série, em todas as configurações: direção com assistência elétrica, seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), auxílio de partida em rampa (Hill Hold Control), controle eletrônico de estabilidade (ESC) e de tração (ASR), faróis de LED com função Coming & Leaving Home e DRL em LED integrado, lanternas traseiras de LED, câmera de ré, volante multifuncional, Isofix e top tether para fixação de cadeirinha infantil, sensor de estacionamento traseiro (Park Pilot), freios a disco nas quatro rodas, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis com função tiltdown no lado direito, saídas traseiras do ar-condicionado e USB para passageiros do banco traseiro, entre outros equipamentos.

5ca14714-586a-4988-af4a-89c1aa76cee5A versão topo de linha Highline, que chega completa, oferecendo apenas a cor como opcional, traz os itens anteriores acrescidos de: controle de cruzeiro adaptativo ACC (Adaptive Cruise Control), sistemas de frenagem autônoma de emergência AEB (City Emergency Brake), Front Assist, Post Collision Brake, ar-condicionado com controle eletrônico de temperatura Climatronic, faróis de neblina em LED com função Cornering Light, revestimento dos bancos com revestimento sintético ‘Native’, rodas de liga leve de 17 polegadas, sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento traseiros e dianteiros (Park Pilot), detector de fadiga, sistema Kessy (acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor), entrada USB no console central dianteiro e novo volante multifuncional revestido em couro e com shift-paddles.

A cereja do bolo fica por conta da “ilha digital”, a combinação do painel de instrumentos configurável Active Info Display com tela de 10,25 polegadas e da nova central multimídia VW Play, totalmente desenvolvida no Brasil com foco no consumidor local, também itens de série da versão Highline.

O VW Play conta com tela temperada anti-risco de alta resolução, de 10,1 polegadas sensível ao toque, com funcionamento semelhante ao de um tablet ou smartphone.

Destaque para a conexão de internet via celular, manual cognitivo, App ‘Meu VW’ pré-instalado (possibilitando o agendamento de revisões periódicas, por exemplo), e a inédita VW Play Apps, uma loja virtual exclusiva de aplicativos que podem ser baixados na memória interna de 10GB, como iFood, Deezer, Estapar, Porto Seguro, Waze, Ubook, entre outros.

Volkswagen-Nivus (12)

O VW Play está disponível como opcional para a versão Comfortline, que vem de série com o sistema multimídia Composition Touch, em tela de 6,5 polegadas. O VW Play faz parte de um único opcional disponível para o Nivus, o pacote VW Play & Tech, que além da central multimídia agrega, também, o ACC, sistema de frenagem autônoma de emergência (AEB), monitoramento frontal e volante multifuncional revestido em couro com shift-paddle. O preço desse pacote é de R$3,52 mil, elevando o preço da versão Comfortline para R$89,41 mil.

Para celebrar a estreia mundial do Nivus, a Volkswagen preparou uma série especial, a Launching Edition. Baseada na versão topo de linha Highline 200 TSI, o modelo vem nas cores vermelho Sunset ou cinza Moonstone, com teto e espelhos retrovisores em preto Ninja, logotipos externos em preto brilhante e rodas de liga leve de 17 polegadas com acabamento diamantado.

A diferença fica por conta dos apliques laterais e do para-choque traseiro, e rack de teto, que, na opção vermelho Sunset, são em chrome effect e prata, respectivamente, e na versão cinza Moonstone assume as cores preto Ninja e preto.

O Nivus contará com seis opções de cores: branco Cristal, preto Ninja, prata Sirius, cinza Platinum, vermelho Sunset e cinza Moonstone. Estas duas últimas criadas exclusivamente para o modelo.

f49479d2-f683-45ae-87ff-6c1f6e801156O motor 200 TSI Total Flex equipa as duas versões do Volkswagen Nivus. Com turbocompressor e injeção direta de combustível, este propulsor gera até 128 cv de potência e torque de 20,4 kgfm (200 Nm) já a partir de 2.000 rpm. Ele está acoplado à transmissão automática de seis marchas.

De acordo com a VW, o Nivus acelera de 0 a 100 km/h em 10 segundos e atinge a velocidade máxima de 189 km/h, com etanol. Com relação ao consumo de combustível, ele obteve, conforme normas do Inmetro, 10,7 km/l (gasolina) e 7,7 km/l (etanol) no ciclo urbano, enquanto no rodoviário os dados foram de 13,2 km/l (gasolina) e 9,4 km/l (etanol).

A suspensão foi totalmente desenvolvida para atender às necessidades dinâmicas do Nivus. Ele é 27,5 mm mais alto que o Polo, sendo 10 mm da suspensão e mais 17,5 mm do conjunto roda/pneu. Dessa forma, o vão livre do solo do Nivus é maior que o do Polo, o que permite superar lombadas com maior facilidade.

O modelo possui regulagens de altura do banco e de altura e profundidade da coluna de direção.

3c4707aa-80ee-49de-96e7-95edce156d8dO controle de cruzeiro adaptativo ACC (Adaptive Cruise Control) permite ao motorista determinar a velocidade que deseja trafegar e a distância que quer manter em relação ao veículo à frente. A partir destes parâmetros, o Nivus acelera e freia automaticamente em função do tráfego.

Atrelado ao ACC está o monitoramento frontal de veículos e o sistema de frenagem autônoma de emergência AEB (City Emergency Brake), que evita uma colisão frontal a até 50 km/h, freando automaticamente (sem qualquer interferência do motorista) o veículo ao identificar um risco iminente de acidente. Em velocidades superiores, o sistema também atua com o propósito de evitar danos físicos maiores aos ocupantes.

Importante destacar que tanto no caso do ACC quanto do AEB, a responsabilidade pela segurança do veículo permanece com o motorista. Por isso, a atenção é fundamental.

Caso o motorista demonstre sinais de cansaço, o Nivus dispara um alerta visual e sonoro no painel de instrumentos, por meio do Detector de Fadiga, após a análise de uma série de parâmetros, que o condutor pode estar cansado e que precisa, de repente, de um pit-stop para tomar um café e recuperar a atenção ao volante.

4b48b2f6-231f-420d-9a78-0b4c18e9d14cOutro recurso importantíssimo é o Post Collision Brake. Este sistema reconhece o primeiro impacto (frontal), aciona automaticamente o sistema de freios e evita colisões sequenciais.

O Nivus é produzido sobre a Estratégia Modular MQB, presente nos modelos Polo, Virtus, T-Cross, Jetta, Passat e Tiguan Allspace. Destaque para o porta-malas, com capacidade para 415 litros. Suas medidas permitem o transporte de cargas volumosas, assim como a amplitude da abertura de sua tampa facilita o acesso ao compartimento com grandes objetos.

Com 4,27 metros de comprimento, 2,57 metros de distância entre-eixos, 1,76 metro de largura e 1,49 metro de altura, o crossover coupé transporta até cinco ocupantes.

09c45633-43e2-4e60-be40-b93c3ff232d9Fotos: Pedro Danthas / Volkswagen / Divulgação

Acesse o nosso site: www.diariodocomercio.com.br

Cabine Plus será uma das versões da nova Fiat Strada

Da Redação

NovaFiatStrada_FreedomCabinePlusO desenvolvimento da nova Fiat Strada, pronta para tomar as ruas do Brasil a partir desta sexta-feira (26), passou por uma evolução em design, tecnologia e segurança.

NovaFiatStrada_EnduranceCabinePluscacambaO lançamento oficial da picapinha, via internet, ainda não aconteceu. Mas a Fiat adiantou alguns detalhes. Um exemplo foi o anúncio, feito hoje, da nova versão Cabine Plus.

NovaFiatStrada_EnduranceCabinePluscacamba1A Fiat Strada Cabine Plus dispõe de 1.354 litros de capacidade volumétrica da caçamba, um acréscimo de 134 litros em relação ao compartimento do veículo anterior, tornando-se o maior volume de carga da categoria, de acordo com a FCA (Fiat Chrysler Automóveis). A capacidade de carga também aumentou, e passou de 705 kg para 720 kg.

NovaFiatStrada_FreedomCabinePlusinteriorFotos: FCA – Fiat Chrysler Automóveis / Divulgação

Internamente, o espaço também ficou maior. A atual Strada cabine simples conta com 49 litros com o estepe atrás dos bancos para acomodação de bagagem e demais objetos.

A nova versão triplica a capacidade com seus 151,2 litros, garantindo mais conforto e espaço útil para seus usuários.

Dessa forma, a Cabine Plus se posiciona entre a cabine simples, que permanecerá sendo vendida somente como modelo da atual geração, e a cabine estendida, que deixa de ser comercializada pela FCA.

A Strada Cabine Plus chegará em duas versões de acabamento: Endurance e Freedom. Mais detalhes da picape serão dados na apresentação oficial do modelo, nessa próxima sexta.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Mitsubishi lança o Pajero Sport 2021

Da Redação

379927_938875_1_pajero_sport_hpe_s_2021A linha 2021 do Pajero Sport, mais luxuoso modelo já produzido em toda a história da Mitsubishi Motors, segundo comunicado da própria, está chegando ao Brasil em duas versões: HPE e HPE-S, com preços de R$291,99 mil e R$318,99 mil, respectivamente.

A versão HPE pode ser adquirida com um pacote de opcionais que inclui teto solar e sistema Adaptive Cruise Control (ACC) pelo valor de R$8 mil.

O modelo é o mesmo comercializado nos principais mercados da Mitsubishi Motors em todo o mundo e traz design exterior atualizado, mais tecnologia e maiores de conforto e conectividade a bordo, informou a fabricante.

O sistema Remote Control, desenvolvido pela Mitsubishi, permite que o cliente conecte o seu smartphone ao veículo e, remotamente, execute diversas funções à distância, tal como acionar a abertura da tampa elétrica do porta-malas, verificar a abertura dos vidros, trancar as portas ou mesmo acender os faróis de LED.

A tecnologia ainda permite o envio de avisos importantes ao cliente diretamente para o seu smartphone ou smartwatch.

379927_938884_4_pajero_sport_hpe_s_2021Pajero Sport 2021

359675_876020_pajero_sport_2019___091___tom_papp_mitsubishi-1240x827Pajero Sport 2019

Por fora, as mudanças em relação à linha anterior começam na parte traseira do modelo, cujas lanternas em LED foram redesenhadas e estão localizadas acima do também redesenhado para-choque. Elas não são tão longas e exageradas como as anteriores, de gosto extremamente duvidoso (e polêmico), mas ainda podem melhorar.

Na parte superior, o Pajero Sport passou a ser equipado com um aerofólio traseiro totalmente renovado, além de antena tipo tubarão.

Na versão topo de linha HPE-S, a tampa do porta-malas tem abertura e fechamento elétricos, que podem ser acionados de diversas formas: pelo simples toque em um botão no painel, na tampa ou na chave do veículo; por meio de sensores de movimento instalados na parte inferior do para-choque traseiro, em que basta o cliente passar o pé para a tampa se abrir, e via aplicativo Remote Control instalado no smartphone.

A dianteira traz uma nova grade de entrada de ar que é envolvida por um para-choque totalmente reformulado. Os faróis dianteiros e os de neblina – ambos em LED – também foram redesenhados e equipados de série com o sistema Adaptive Front Lighting System (AFS) que direciona o feixe de luz de acordo com o esterço do volante, para melhor visibilidade em trechos de curva.

Interior – Por dentro, o Pajero Sport 2021 recebeu uma série de novas tecnologias e comodidades para motorista e passageiros. Começando pelo novo sistema de entretenimento com tela de até oito polegadas sensível ao toque e compatível com os smartphones pelos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

379927_938900_10_mitsubishi_pajero_sport_2021Uma vez com o telefone conectado, uma série de aplicativos como Waze, Google Maps e Spotify podem ser acessados pela tela do painel central do veículo de forma muito prática e sem distrações para o motorista.

A versão HPE-S possui, ainda, painel de instrumentos 100% digital, com uma série de opções de configurações e fácil acesso às informações vitais de funcionamento do veículo por parte do motorista. O painel também é totalmente integrado ao sistema de entretenimento do SUV.

Motor e câmbio – As versões HPE-S e HPE são equipadas com um motor  2.4 turbo diesel, em alumínio, com 190 cv e 43,9 kgf.m de torque. São 16 válvulas, DOHC, DI-D com turbocompressor e injeção direta.

O sistema de transmissão automático de 8 velocidades proporciona conforto em velocidade de cruzeiro, com baixa rotação do motor e boa economia de combustível, ao mesmo tempo que a opção de trocas sequenciais por meio dos paddle shifters atrás do volante oferecem agilidade, com respostas imediatas aos comandos do motorista.

379927_938879_6_pajero_sport_hpe_s_2021O sistema Super Select 4WD-II oferece ao motorista quatro modos distintos de operação incluindo a reduzida, ideais para o tráfego em diferentes tipos de terreno. Por meio do seletor no console central, ele pode facilmente escolher o melhor ajuste, dependendo do local e das características do piso:

2H – Usado para estradas e vias públicas, privilegia a economia de combustível com desempenho suave;

4H – Ideal para estradas e pisos irregulares, inclusive asfalto, serras e chuva. O sistema distribui automaticamente a tração entre os eixos dianteiro e traseiro;

4HLc – Ideal para terreno acidentado com superfícies de baixa aderência;

4LLc – Ideal para subidas ou descidas íngremes, rochas, areia e lama.

O Pajero Sport 2021 conta com o Off-Road Mode, um recurso que deixa o SUV mais preparado para encarar os mais variados terrenos. São quatro opções: Gravel, Mud/Snow, Sand e Rock.

Cada modo tem uma configuração específica e todos são capazes de otimizar a tração para cada tipo de piso, alterando automaticamente a potência do motor e ajustando transmissão, sistema de freios e os controles de estabilidade e de tração.

379927_938895_7_mitsubishi_pajero_sport_2021As informações são projetadas no painel de instrumentos e mostram como cada roda está atuando individualmente. Esses ajustes deixam ainda mais fácil transpor obstáculos e se aventurar em todas as condições.

Além disso, o SUV conta com bloqueio do diferencial do eixo traseiro, o RD Lock. Em situações extremas, quando as rodas ficam suspensas em valetas transversais ou terrenos erodidos, o modelo é capaz de superar facilmente o obstáculo com um simples toque de botão.

O SUV também é equipado com o Hill Start Assist System (HSA), assistente de partida em rampa, que evita que o veículo recue ou avance em locais inclinados.

Já o sistema Adaptive Hill Decent Control controla a descida de rampas íngremes, mantendo a velocidade do veículo Constant e dispensando o acionamento do pedal de freio.

Os 45º de inclinação lateral; os 30º de ângulo de entrada; os 24,2º de ângulo de saída; e os 23,1º de ângulo de subida facilitam a vida dos motoristas mesmo diante dos mais desafiadores cenários.

379927_938903_12_mitsubishi_pajero_sport_2021O ar-condicionado Dual Zone tem regulagem digital e independente para motorista e passageiro do banco da frente. Saídas de ar foram posicionadas, também, na segunda e terceira fileiras de bancos, dando mais conforto aos passageiros.

O porta-malas tem capacidade para 971 litros. Com os bancos da segunda fileira rebaixados, sobe para 1.731 litros, e com o assoalho totalmente plano, o que facilita a acomodação das bagagens.

Os bancos são revestidos em couro e o do motorista conta com ajuste elétrico. Os assentos traseiros podem ser rebatidos, deixando o piso totalmente plano e ampliando o espaço.

O volante é multifuncional, com todos os comandos como controle de som e ligações telefônicas às mãos do motorista, assim como o sistema de piloto automático e o comando de voz.

Além da tecnologia Remote Control, o Pajero Sport foi produzido para se conectar com uma infinidade de gadgets. Há uma entrada USB na parte dianteira, e os passageiros que viajam no bando de trás contam outras duas entradas para carregar o celular. O console central traz, ainda, uma tomada de 120V(AC) para ligar diversos aparelhos.

379927_938904_11_mitsubishi_pajero_sport_2021A entrada do motorista e dos passageiros pode ser feita por aproximação. Com as chaves no bolso ou bolsa, basta se aproximar do veículo e apertar um botão localizado na maçaneta da porta do motorista para as portas destravarem. Com a chave presencial, a ignição é feita também ao toque em um botão.

Segurança – São inúmeras tecnologias que auxiliam o motorista no controle do veículo e ajudam na comodidade e na integridade de todos os seus ocupantes.

A começar pelos freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que garantem amplo controle e rápida resposta em situações de frenagens bruscas, uma vez que atuam em conjunto com os controles de estabilidade (ASC) e de tração (ATC).

Adaptive Cruise Control (ACC) é um piloto automático inteligente. Basta programar a velocidade que, por meio de sistemas semiautônomos, o veículo freia e acelera sem a intervenção do motorista, fazendo automaticamente a leitura da velocidade do outro veículo que vai à frente.

O sistema de Monitoramento de Pontos Cegos (BSW) detecta veículos no ponto cego do motorista e emite alerta sonoro e visual no espelho retrovisor externo.

379927_938883_2_pajero_sport_hpe_s_2021O modelo conta, também, com o sistema Brake Override System (BOS), que monitora constantemente os sinais do freio e acelerador. Caso o freio seja acionado junto com o acelerador e configure uma situação de emergência, o sistema reduz as rotações do motor gradativamente até a parada total e controlada do veículo.

Forward Collision Mitigation (FCM) é outro sistema de frenagem autônoma, que atua automaticamente para evitar ou minimizar os efeitos de uma possível colisão.

Já o sistema de Prevenção de Aceleração Involuntária(UMS), por meio de sensores dianteiros e traseiros, atua caso estes detectem um obstáculo próximo. Em caso de aceleração brusca, caso o motorista erre os pedais ou a posição do câmbio, reduz a potência do motor para evitar colisões.

Por fim, o sistema Trailer Stability Assist (TSA) estabiliza o conjunto trailer/veículo quando o fenômeno de serpenteamento for detectado.

A segurança de todos os até sete ocupantes do Pajero Sport 2021 ainda é reforçada pelos sete airbags: são duas bolsas dianteiras, duas bolsas laterais dianteiras, duas de cortina (inclusive para a terceira fileira de bancos) e uma para os joelhos do motorista.

O SUV está disponível no mercado brasileiro em seis diferentes cores de carroceria, incluindo as inéditas branco Diamond e cinza Graphite, todas acompanhadas das exclusivas rodas de 18 polegdas em estilo diamantado.

379927_938874_5_pajero_sport_hpe_s_2021Fotos: Mitsubishi Motors / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Chevrolet Spin 2021 ganha controles de tração e estabilidade

Da Redação

89be43b1e24ce268cd232b305eb1757fA Chevrolet informou, hoje, que está ampliando o pacote de equipamentos de segurança e comodidade do Spin. O modelo se destaca por ser uma opção de veículo de sete lugares mais acessível.

A principal novidade do Spin para a linha 2021 é a adoção do controle eletrônico de estabilidade e tração como item de série em todas as configurações.

A tecnologia reduz sensivelmente o risco de perda de controle do veículo em condições extremas ao limitar a velocidade quando ela se torna incompatível com a trajetória ou a aderência do piso.

c51b745ce932659611dabe5bf70e259f“O controle eletrônico de estabilidade e tração chega para acompanhar uma crescente demanda por tecnologias de segurança sem abrir mão de sua maior virtude: o amplo espaço interno”, disse Rodrigo Fioco, diretor de marketing de produto da GM América do Sul.

O crossover da Chevrolet ganha, também, assistente de partida em aclive, muito útil em saídas de semáforos e manobras em planos inclinados. O item funciona com as configurações de câmbio automático e manual, ambos de seis marchas.

O alerta de não afivelamento do cinto do passageiro chega para complementar o aviso referente ao do lado do condutor, já existente. Também extensiva a toda a gama estão o novo grafismo do painel de instrumentos e a inédita opção de cor azul Eclipse para a carroceria.

b9947c39c9291f6ecb2087f5a4f835d6Já o controlador de limite de velocidade é outra inovação e está disponível desde as configurações intermediárias. Teclas no volante permitem ao motorista determinar a velocidade máxima que o carro poderia alcançar em acelerações para evitar multas de trânsito, por exemplo.

Em relação à parte mecânica, a principal alteração fica por conta da nova geração da transmissão automática de seis marchas que, segundo a GM, tem funcionamento mais suave e eficiente.

No caso do Spin, a transmissão AT6 foi especialmente recalibrada para trabalhar em harmonia com o motor 1.8 Flex de até 111 cvde potência e 17,7 kgfm de torque.

6a9971a7ee321a16c4cc9f189282dc4dActiv – A versão aventureira do Spin é a que traz a maior quantidade de novidades externas. A primeira delas é a adoção da gravata Chevrolet com fundo preto, exclusiva de configurações especiais da marca.

A cor preta passa a dar o tom, também, para os acabamentos da grade frontal, das molduras centrais inferiores do para-choque dianteiro e traseiro além dos estribos laterais e do rack de teto em formato de “U”.

Peças escuras com pintura fosca e outras com cobertura brilhante criam uma combinação com os demais detalhes visuais do veículo e ajudam a acentuar sua esportividade, incluindo as rodas de 16 polegadas com superfície usinada, os faróis com máscara negra e guias de LED.

a7e8d1d3465338add810b2b5f00b48f1O Spin Activ está disponível nas configurações de cinco e sete lugares. O porta-malas pode chegar a 756 litros com a segunda fileira de bancos toda avançada.

A conectividade fica por conta do multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay além do sistema de telemática avançada OnStar com seus serviços exclusivos de segurança e proteção patrimonial.

A versão aventureira Activ, assim como a de luxo Premier, vêm equipadas de série com ar-condicionado, direção elétrica, transmissão automática, câmera de ré com linhas guias, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, entre outros.

c5885fcb2dee792dd03057702b9627cdFotos: General Motors do Brasil / Divulgação

A linha 2021 do Spin chega às concessionárias Chevrolet nas próximas semanas em quatro versões de acabamento: LS, LT, Premier e Activ.

Os preços não foram informados pela General Motors. Hoje, eles variam entre R$75 mil (versão de entrada) e R$100 mil (versão topo de linha com 7 lugares). Porém, com este acréscimo de conteúdo, os reajustes de preços são esperados.

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

BMW M8 Gran Coupé Competition First Edition virá para o Brasil

Da Redação

P90391351_highRes_m8-competition-gran-O BMW M8 Gran Coupé foi apresentado, em março de 2018, como um conceito. Agora, a marca alemã informou que o modelo desembarcará no Brasil em agosto deste ano.

 O M8 Gran Coupé First Edition conta um admirável pacote de força composto por um motor 4.4 V8 de 625 cv, acompanhado por um sistema de tração integral e transmissão automática de oito velocidades.

P90391352_highRes_m8-competition-gran-O torque é de impressionantes 750 Nm e a velocidade final ultrapassa os 300 km/h, de acordo com a BMW.  Outro marco impressionante do conjunto é a aceleração, capaz de sair da inércia para romper a barreira dos 100 km/h em apenas 3,3 segundos.

“O BMW Série 8 combina elegância, tecnologia e esportividade de forma insuperável”, afirmou Rodrigo Andrade, gerente nacional de vendas da BMW do Brasil. “Estamos trazendo 09 unidades da série especial First Edition para atender aos fãs da BMW que desejam modelos de coleção”, reforçou o executivo.

P90391353_highRes_m8-competition-gran-Baseado no M8 Gran Coupé Competition, o First Edition chega com diferenciais exclusivos como pintura Aurora Diamant Green Metalic, acabamento externo em GoldBronze e acabamento interno em fibra de carbono com badge numerado individualmente “First Edition 1/400”, revestimento em couro merino e faróis BMW Laserlight com yellow icon.

O modelo, produzido na fábrica do BMW Group em Dingonfing, na Alemanha, é um esportivo autêntico e foi desenvolvido como uma variante do M8 e do M8 GTE. O programa de desenvolvimento seguiu intensa programação nos centros de testes de Miramas e Arjeplog com finalização do projeto na lendária Nordschleife do autódromo alemão de Nürburgring. O preço ainda não foi informado pela BMW.

P90391350_highRes_m8-competition-gran-Fotos: BMW / Divulgação

Acesse o nosso site: www.diariodocomercio.com.br