Ford Maverick chega ao Brasil com o preço de R$ 239,99 mil

Da Redação

NovaFordMaverick-1

A Ford inicia, este mês, a venda da Maverick, picape global que chega para ampliar o portfólio da marca e, segundo a fabricante, inaugurar um novo segmento no Brasil.

Feita para quem busca algo além dos veículos existentes hoje no mercado, ela traz características únicas, com uma proposta que combina a versatilidade e robustez das picapes com a dirigibilidade de sedãs premium e conforto dos SUVs, informou a Ford.

Urbana, esportiva e com perfil off-road, a Maverick segue o estilo robusto das demais picapes da marca. A capacidade de carga é de 617 kg e a caçamba comporta 943 litros.

A picape conta com um comprimento situado entre as médias e as intermediárias, de 5,07 metros.

Ela vem equipada com o motor turbo EcoBoost 2.0 de 253 cv, que acelera de 0 a 100 km/h na casa de 7 segundos, com  transmissão automática de oito (8) velocidades. O torque é de 38,7 kgfm às 3.000 rpm.

NovaFordMaverick-5

Os cinco modos de condução (Normal, Lama/Terra, Areia, Escorregadio e Rebocar/Transporte) ajustam automaticamente o mapa de aceleração, torque, rotação na troca de marchas e sensibilidade do controle de tração e estabilidade para cada tipo de piso.

De acordo com a Ford, a Maverick faz 8,8 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada. O sistema start-stop e a grade dianteira ativa contribuem para a sua eficiência categoria A do Inmetro, informou a fabricante

A tração integral AWD, as rodas de 17 polegadas com pneus todo-terreno 225/65 R17 Scorpion da Pirelli e os cinco modos de condução garantem um bom desempenho também nas trilhas.

Além da conectividade FordPass Connect para comandos, informações e alertas remotos pelo celular, a nova picape vem com: faróis de LED automáticos, sete airbags, ar-condicionado de dupla zona, assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestres e ciclistas, auto start-stop, multimídia SYNC com tela de 8 polegadas, controle de estabilidade e tração, câmera de ré e teclado para abertura das portas por código, entre outros equipamentos.

A Maverick é oferecida na versão exclusiva Lariat FX4, topo de linha, desenvolvida especialmente para o mercado brasileiro, por R$ 239,99 mil. Ela conta, também, com vários acessórios de personalização e tem a opção de blindagem feita por empresa certificada.

maverick-externas-27-

A Maverick traz todos os elementos de estilo da família de picapes da marca, como capô imponente, silhueta quadrada de superfícies limpas e sólidas e rodas posicionadas para fora da carroceria enfatizando a musculatura.

A linha de cintura e o centro de gravidade mais baixos facilitam o acesso à cabine e à caçamba. Esse desenho amplia, também, a área envidraçada.

Os faróis em C unidos à grade e conectados por uma barra são outra assinatura das picapes Ford. A parte inferior do para-choque, na cor preta, incorpora dois ganchos de reboque funcionais.

A traseira com uma barra conectando as duas laternas também é característica da linha. O distintivo Lariat na lateral e o emblema FX4 na traseira identificam a versão. Já a placa de licenciamento traseira foi deslocada para a direita para atender o padrão Mercosul.

A caçamba traz o sistema Flexbed, com rebaixos, pontos de amarração e acessórios que permitem adaptar o espaço a cada tipo de carga, além de um compartimento lateral com tomada para acessórios. A tampa vem com trava elétrica e pode ser ajustada em três posições para acomodar objetos maiores.

maverick-externas-28-

A paleta de cores da nova picape inclui dez opções: laranja Delhi, vermelho Aurora e três tons de azul: Lyse, Indianápolis e Malacara, além dos tradicionais branco Ártico, preto Astúrias, prata Orvalho e cinza Dover e Torres.

No interior, o teto reto proporciona mais espaço para a cabeça na segunda fileira e a silhueta quadrada das colunas e dos vidros favorece a amplitude lateral. O entre-eixos é de ótimos 3,08 metros.

A cabine combina tons escuros, cinza e ocre e tem detalhes cobreados nas saídas de ar, no console e nas portas para sinalizar os pontos de contato com o veículo.

Os bancos trazem acabamento premium e ajuste elétrico em oito posições para o motorista. Para o passageiro, o ajuste é manual em seis posições. O volante revestido em couro conta com regulagem de altura e profundidade.

Entre os vários porta-objetos, o destaque é um compartimento de 73 litros sob o banco traseiro, totalmente vedado, que permite transportar até itens molhados.

ford_maverick_lariat_433

O console central tem porta-objetos e descansa-braço integrados. Além do seletor rotativo de câmbio, ele reúne os comandos eletrônicos do veículo: controle de tração, freio de mão elétrico, modos de direção, start-stop, controle automático de descida e auto hold.

O banco traseiro conta com um descansa-braço central, duas entradas USB (tipo A e C) e seu espaço pode ser usado para transportar uma bicicleta transversalmente, acomodada também pelo desenho das portas. Os tapetes em formato de bandeja facilitam a limpeza e protegem o carpete.

A Maverick oferece uma linha com mais de 18 acessórios de personalização, como: capota rígida elétrica ou manual, capota marítima, santantônio, ponteira de engate, extensor e divisor de caçamba, caixas organizadoras, suporte para bicicleta, alargador de paralama, estribos e aerofólio de teto e da tampa traseira.

Ou seja, como o leitor pode observar, a capota marítima é item opcional, isso em um veículo com o preço superior aos R$ 200 mil.

Além dos equipamentos de praxe, ela vem com direção elétrica, ar-condicionado de dupla zona, acesso e partida sem chave, quadro de instrumentos digital de 6,5 polegadas, para-brisa acústico, estepe de tamanho normal, alarme perimétrico com imobilizador e janela traseira com acionamento elétrico.

ford-maverick-interna-1

O sistema de conectividade FordPass permite dar partida remota e agendada, de qualquer lugar, para deixar a cabine na temperatura ideal na hora de sair. É possível também travar e destravar portas, checar o combustível e a pressão dos pneus, localizar o veículo, receber alertas de alarme e funcionamento, acessar o manual do proprietário e agendar serviços nas concessionárias pelo celular.

A Maverick também é o primeiro modelo, depois da Transit, a contar com o acompanhamento preventivo inteligente, usando a conectividade. Se um alerta de falha do veículo for emitido, dependendo da gravidade o cliente poderá ser contatado proativamente por um atendente com recomendações para a sua solução.

Outro diferencial da Maverick é o pacote de itens de segurança. O assistente de frenagem automática com detecção de pedestres e ciclistas pode parar totalmente o veículo a até 50 km/h se o motorista estiver distraído (acima disso, reduz o impacto).

O freio de mão elétrico conta com sistema auto hold, acionado automaticamente após 2 segundos de parada.

Ela também vem com sete airbags, assistente de frenagem pós-colisão, controle automático em descidas (ajustável a até 32 km/h), assistente de partida em rampa, farol alto automático e câmera de ré.

maverick_lariat

cq5dam.web.768.768

A Maverick já vem com pré-instalação para reboque, com chicote elétrico, ancoragem própria e capacidade para 499 kg. Para utilizá-lo, basta adquirir o kit de engate com ponteira metálica e chicote ABNT de sete pinos, disponível como acessório.

Quando ele é engatado, o sistema reconhece automaticamente, ativa o modo reboque e exibe um aviso no painel, o que facilita o seu uso até por quem não tem experiência com esse tipo de equipamento.

A Maverick era aguardada pelo mercado como uma possível picape “anti-Fiat Toro”, líder absoluta do segmento. Ela tem diversos atributos interessantes, como o potente motor EcoBoost. Mas é justamente nesse quesito que poderá falhar em sua jornada no Brasil.

Isso porque, pelo preço de R$ 207,39 mil (R$ 30 mil mais em conta), o consumidor leva para casa a Fiat Toro em sua versão topo de linha, a Ultra.

Além de oferecer diversos equipamentos que a Ford Maverick não oferece, ela utiliza o motor 2.0 turbo diesel. Nunca é demais lembrar que esse é o combustível preferido dos compradores de picapes (intermediárias, médias e grandes).

Ainda existe o fato extra que diz respeito à repulsa de alguns consumidores em relação à Ford depois que a mesma fechou suas linhas de montagem no Brasil.

Diante desses dois fatores, é difícil imaginar que a Ford Maverick atrapalhará o reinado absoluto da Fiat Toro. Por enquanto, a picape da Fiat continua líder e inabalável.

ford-maverick-lariat-fx4-br

NovaFordMaverick-3

NovaFordMaverick-2Fotos: Ford / Divulgação

Acesse o nosso site: http://www.diariodocomercio.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s